Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Traduções-Plano Brasil

Dez aeronaves Yak-130 serão entregues ao Laos

Dez aeronaves Yak-130 serão entregues ao Laos
Rustam-Moscou

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

O país asiático  receberá 10 aeronaves Yak-130, a Rússia já entregou quatro aviões de treinamento de combate Yak-130 para o Laos. De acordo com o Ministério da Defesa da Federação Russa, o equipamento já foi totalmente pago e esta é apenas a primeira parte de um lote de dez aeronaves a serem entregues aquele país. O custo total da aquisição é estimado em cerca de US $ 300 milhões.

O Yak-130 é projetado para treinamento avançado e treinamento de combate de pilotos, porém possui capacidade adicional de ataque ao solo e apoio aéreo aproximado.

A aeronave da Yakovlev permite treinar pilotos para aviões de combate das gerações “4+” e “5”. O treinador voou pela primeira vez em 1996, e em 2002 foi escolhido como o principal avião para o treinamento de pilotos da Força Aérea Russa.

Categories
Defesa Sistemas de Armas Tecnologia

Treinador e aeronave de ataque leve turca Hurkus-C completou com sucesso testes de vôo e de tiro

Adaptação e tradução E.M.Pinto

Foi o que noticiou Lale Sariibrahimoglu, Ankara   no semanário de defesa Jane’s.

Em nota Sariibrahimoglu informa que a aeronave de treinamento básico e ataque leve Hurkus-C, desenvolvida localmente pela Turquia, efetuou ensaios de ataque com sistemas de guerra eletrônica instalados, completou com sucesso os ensaios de vôo e de lançamento de armas.

Os ensaios foram realizados pela Turkish Aerospace Industries (TAI) em 29 de dezembro.


Este foi o primeiro voo do Hurkus-C transportando armas e sistemas defensivos para facilitar missões de apoio aéreo aproximado,disse Ismail Demir, chefe da Presidência da Turkish Defense Industries que concedeu entrevista à CNN Türk em 29 de dezembro.

Em 2017, a aeronave realizou seu primeiro teste de fogo com um míssil anticarro de longo alcance guiado guiado por laser Lumtas da Roketsan.

O Hurkus-C, que possui cinco hardpoints e capacidade de carga de 1.500 kg, também pode operar com outras munições desenvolvidas localmente, incluindo foguetes 70 mm guiados por laser Cirit e bombas de queda livre equipadas com kits de orientação a laser Teber INS / GPS. Além disso, ele pode ser armado com bombas de uso geral, bem como sistemas de canhão de 12,7 mm e 20 mm.
Sobre as encomenda  da Força Aérea Turca, o Hurkus-C também poderá transportar munições mais pesadas, de acordo com Demir. Doze Hurkus-C, com uma opção de continuação para mais 12, estão atualmente planejados para produção.

“O Hurkus-C, equipada com uma estrutura blindada, sistemas de autoproteção, cabine de comando digital, visão noturna e sistemas aviônicos avançados, destina-se a realizar missões de ataque leve e de reconhecimento armado, bem como treinar pilotos. Os requisitos de treinamento são de  baixo custo e com alta precisão … Nossas aeronaves também terão sistemas de comunicações seguras digitais, conexões de imagem e dados e um sistema de geração de imagens térmicas / observação”. Informou Ismail Demir.


Vídeos e dados podem ser transmitidos de um Hurkus-C para uma estação terrestre em tempo real, de acordo com o TAI.
O Hurkus-C é impulsionado por um motor Pratt & Whitney de 1.600 hp, embora a Tusas Engine Industries (TEI) da Turquia esteja desenvolvendo um motor nacional pra a sua substituição.

Fonte: www.janes.com

Categories
Defesa Negócios e serviços Tecnologia

BOEING VENCE A CONCORRÊNCIA T-X!

 E o premio vai para…. a Boeing!

Hoje, 27 de setembro de 2018, a USAF (Força Aérea dos Estados Unidos) concedeu um contrato que pode chegar a U$ 9,2 Bilhões de dólares para a famosa empresa aeronáutica que em conjunto com a Saab, empresa sueca famosa por estas bandas por ser a fabricante do futuro caça brasileiro Gripen E da Força Aérea Brasileira, para fornecer seu novo jato de treinamento T-X que substituirá os cansados Northrop T-38C Talon da USAF.
Ao todo, a USAF deverá receber 350 unidades do TX, número bastante relevante para este segmento da aviação militar. É bastante provável que a aeronave seja exportada e que versões armadas sejam desenvolvidas, aumentando seu potencial no mercado de defesa.

Fonte:  e Cortesia WARFARE