Categories
Defesa Navios Sistemas de Armas Sistemas Navais Tecnologia Traduções-Plano Brasil

Rússia Planeja produzir pelo menos 12 fragatas Project 22350M

Tradução E.M.Pinto

A Rússia planeja fabricar pelo menos 12 fragatas do Project 22350M de deslocamento de 7.000 toneladas e uma capacidade de transportar até 48 mísseis de cruzeiro Kalibr, Oniks e Tsirkon. O projeto será finalizado no final deste ano.

MOSCOU, 9 de maio / TASS /. A Rússia planeja fabricar pelo menos 12 fragatas aprimoradas Project 22350M, capazes de transportar até 48 mísseis de cruzeiro Kalibr, Oniks e Tsirkon, disse uma fonte da indústria naval à TASS nesta quinta-feira.

“O navio principal desta série está previsto para ser incorporado à Marinha em 2027”, disse a fonte.

De acordo com a fonte,

“O projeto para esta embarcação prevê um deslocamento de 7.000 toneladas padrão e uma capacidade de transportar 48 mísseis de cruzeiro Kalibr, Oniks e Tsirkon e que será finalizado no final do ano”.

“Ao todo, 12 fragatas desta classe estão planejadas para serem fabricadas, com 11 delas para serem encomendadas ao cliente dentro dos quadros do novo programa estatal de aquisição de armas”, acrescentou a fonte.

A Marinha Russa tem atualmente a seu serviço o principal navio de guerra do Project 22350, a Almirante Gorshkov, enquanto a Almirante Kasatonov passa por testes no mar e mais duas fragatas desta série estão em construção.

Espera-se que as fragatas do Project 22350 se tornem os navios de guerra mais avançados da marinha russa em sua classe. Estas fragatas deslocam 4.500 toneladas e podem desenvolver uma velocidade de 29 nós. Eas estão armadas com mísseis Oniks e Kalibr e com os sistemas de mísseis de defesa aérea Poliment-Redut.

 

Fonte: Tass

Categories
Defesa Rússia Sistemas de Armas Sistemas Navais Tecnologia Traduções-Plano Brasil

A Rússia está desenvolvendo fragatas capazes de transportar quase 48 mísseis de cruzeiro

Tradução e adaptação-E.M.Pinto

MOSCOU, 17 de março. / TASS /. O Northern Design Bureau (PKB) iniciou o desenvolvimento de documentação de projeto para as fragatas atualizadas Project 22350M, que transportará até 48 mísseis de cruzeiro Caliber. Isso foi anunciado no domingo pela TASS no complexo militar-industrial.

A fonte acrescentou que mísseis “zircon” hipersônicos também serão incluídos no arsenal destes navios.

O interlocutor disse que as novas fragatas receberão um sistema de controle de fogo universal e automatizado para todos os tipos de armamento – ataque a superfície, artilharia, míssil antiaéreo,  anti-navio e anti-submarino, anti-navio. “Isso aumentará significativamente suas capacidades de combate”, ressaltou a fonte.

Atualmente, a principal fragata do projeto base 22350 “Almirante Gorshkov” faz parte da estrutura de combate da Marinha Russa. A primeira fragata serial 22350 “Almirante Kasaton” está passando por testes no mar. O deslocamento desses navios é muito menor do que o previsto para o projeto 22350M e é de 4,5 mil toneladas, cada fragata pode transportar até 16 mísseis de cruzeiro “Kalibr”.

Fonte: TASS

Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Sistemas Navais Traduções-Plano Brasil

Severnaya Verf deu início aos trabalhos de desenvolvimento da nova fragata Project  22350M Super Gorshkov

 

Tradução e adaptação – E.M.Pinto

Segundo noticiou a TASS, o escritório de projetos desenvolvimento e pesquisa Northern Design Bureau que atua conjuntamente ao estaleiro do Norte (Severnaya Verf), deu oficialmente início aos trabalhos de desenvolvimento da nova geração de fragata do Project 22350M ( Super Gorshkov).

A informação foi divulgada oficialmente pelo CEO da Severnaya Verf, Igor Ponomaryov, em uma entrevista à TASS.

“Nós participamos deste trabalho em conjunto com o Northern Design Bureau, mas os parâmetros da fragata e seu número serão determinados pelo Ministério da Defesa. O trabalho está em andamento. Eu não acredito que quatro navios serão suficientes para a Marinha, que precisa do substituição de seus navios de águas azuis “, disse ele Ponomaryov.

Anteriormente o próprio Ponomaryov  havia afirmado que as fragatas atualizadas do projeto 22350M seriam equipadas com armas mais modernas e poderosas, o que  as capacitariam a operar em substituição aos Destroyers de mísseis guiados.

O comandante-chefe da Marinha, Almirante Vladimir Korolyov, disse que a Marinha espera adquirir até quatro fragatas do projeto até 22350M até 2020. Depois disso, o projeto será atualizado. Segundo o chefe da United Shipbuilding Corporation, Alexey Rakhmanov, esses navios carregam mais armas e mais efetivos que o atual Project 22350. O vice-comandante-em-chefe de armamentos da Marinha, o vice-almirante Viktor Bursuk disse que a Marinha gostaria de ter a primeira fragata atualizada Project 22350M já em 2026.

Em contraste com os Destroyers, as fragatas têm menor deslocamento e armas menos poderosas. Embora as tarefas dessas duas classes de navios sejam em grande parte idênticas, os Destroyers têm melhores armas e equipamentos de rádio-eletrônica para operações de combate independentes. Além disso, os Destroyers podem ser usados ​​como líderes de grupos de ataque.

Fonte: TASS