Categories
Defesa Sistemas Navais Traduções-Plano Brasil

Estaleiro Sevmash dá início a construção de duas fragatas Project 22350 " Almirante Gorshkov"

Tradução e adaptação-E.M.Pinto


ST. PETERSBURGO, 23 de abril / TASS /. O presidente russo, Vladimir Putin, participou da cerimônia de lançamento de duas fragatas da série Project 22350 no Estaleiro Sevmash, no norte da Rússia.

Putin instalou uma placa de quilha da primeira fragata. A cerimônia de instalação de uma placa de quilha da segunda fragata contou com a participação do vice-primeiro-ministro Yuri Borisov, do ministro da Defesa, Sergei Shoigu, e do ministro da Indústria e Comércio, Denis Manturov.

O almirante Nikolai Amelko contribuiu considerável durante seu serviço militar ao desenvolvimento da Marinha e participou ativamente da defesa de Leningrado durante a Grande Guerra Patriótica da União Soviética contra a Alemanha nazista em 1941-1945.

O almirante Vasily Chichagov (1726-1809) era um comandante naval russo e um pesquisador polar. Durante a guerra com a Suécia, ele conquistou vitórias notáveis ​​como o comandante da Marinha na Batalha de Öland, a Batalha de Reval e a Batalha de Vyborg.

Fonte: TASS

Categories
Defesa Meios Navais Rússia Sistemas de Armas Sistemas Navais Traduções-Plano Brasil

Almirante Kasatonov conclui os primeiros testes de mar

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

A mais nova fragata do Project 22350 Almirante Kasatonov, construída para a Marinha da Rússia na empresa “Severnaya Verf”, completou com sucesso a primeira fase de testes de  Mar no Mar Báltico e retornou a São Petersburgo.
Durante a primeira fase de testes, em que participou a equipe de aceitação do fabricante e da tripulação da fragata, vários sistemas de suporte, sobrevivência, energia, operação autônoma de equipamentos de rádio, comunicações, ventilação e ar condicionado, bem como indicadores de velocidade, manobrabilidade e estabilidade do navio foram testados.
Os testes continuarão após a melhoria da situação do gelo no Golfo da Finlândia.
Anteriormente, a tripulação do navio passou por um treinamento abrangente no Centro de Treinamento Conjunto da Marinha e estava pronta para conduzir todas as fases do programa de testes.

Fonte: Seawaves

Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Sistemas Navais Traduções-Plano Brasil

Severnaya Verf deu início aos trabalhos de desenvolvimento da nova fragata Project  22350M Super Gorshkov

 

Tradução e adaptação – E.M.Pinto

Segundo noticiou a TASS, o escritório de projetos desenvolvimento e pesquisa Northern Design Bureau que atua conjuntamente ao estaleiro do Norte (Severnaya Verf), deu oficialmente início aos trabalhos de desenvolvimento da nova geração de fragata do Project 22350M ( Super Gorshkov).

A informação foi divulgada oficialmente pelo CEO da Severnaya Verf, Igor Ponomaryov, em uma entrevista à TASS.

“Nós participamos deste trabalho em conjunto com o Northern Design Bureau, mas os parâmetros da fragata e seu número serão determinados pelo Ministério da Defesa. O trabalho está em andamento. Eu não acredito que quatro navios serão suficientes para a Marinha, que precisa do substituição de seus navios de águas azuis “, disse ele Ponomaryov.

Anteriormente o próprio Ponomaryov  havia afirmado que as fragatas atualizadas do projeto 22350M seriam equipadas com armas mais modernas e poderosas, o que  as capacitariam a operar em substituição aos Destroyers de mísseis guiados.

O comandante-chefe da Marinha, Almirante Vladimir Korolyov, disse que a Marinha espera adquirir até quatro fragatas do projeto até 22350M até 2020. Depois disso, o projeto será atualizado. Segundo o chefe da United Shipbuilding Corporation, Alexey Rakhmanov, esses navios carregam mais armas e mais efetivos que o atual Project 22350. O vice-comandante-em-chefe de armamentos da Marinha, o vice-almirante Viktor Bursuk disse que a Marinha gostaria de ter a primeira fragata atualizada Project 22350M já em 2026.

Em contraste com os Destroyers, as fragatas têm menor deslocamento e armas menos poderosas. Embora as tarefas dessas duas classes de navios sejam em grande parte idênticas, os Destroyers têm melhores armas e equipamentos de rádio-eletrônica para operações de combate independentes. Além disso, os Destroyers podem ser usados ​​como líderes de grupos de ataque.

Fonte: TASS

Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Defesa EDITORIAL Rússia Sistemas Navais Tecnologia

EDITORIAL: PRIMEIRA FRAGATA PROJECT 22350 ALMIRANTE GORSHKOV SE JUNTA À FROTA DA MARINHA RÚSSIA


 

Autor:

E.M.Pinto – Plano Brasil 


 

 

Segundo noticiou a imprensa local, foi oficialmente entregue a Marinha Russa em 28 de julho em São Petersburg, a primeira fragata Project 22350, Almirante Gorshkov, o mais atual navio escolta das forças de superfície russas. A cerimônia do hasteamento da bandeira que contou com a presença do vice-comandante-em-chefe da Marinha para o Armamento, Viktor Bursuk, ocorreu após 12 anos do batimento da quilha do navio. Segundo a ordem de pedidos da Marinha russa, outros quatro navios semelhantes serão entregues.

 

https://www.youtube.com/watch?v=aNUKfHPBrxc

As fragatas da classe Almirante Gorshkov, Project 22350, foram projetadas pelo escritório de projetos navais Severnaye Design Bureau de São Petersburgo, os navios foram planejados para serem as sucessoras das fragatas classe Krivak, porém, contrariando a filosofia que imperava da era soviética, estes navios foram planejados para executarem múltiplas funções, tais como, ataques à superfície de longo alcance, guerra antisubmarina e escolta aos comboios e grupos de porta aviões.

As “Gorshkov” são planejadas para substituir os Destroyers Project 956 (Sovremenny), as fragatas Project 1135 (Burevestnik- Krivak) e Project 11540 (Neustrashimy ) nas quatro frotas da Marinha Russa.

Recentemenete a Marinha Russa estabeleceu inicialmente um requisito para cerca de 20 a 30 navios desta classe, o plano de longo prazo almeja substituir totalmente os Destroyers mais antigos Project 956 (Sovremenny) bem como as fragatas Project 1135 fragatas de classe (Burevestnik- Krivak) e Project 11540 (Neustrashimy ) nas quatro frotas da Marinha Russa.

Após enfrentar um longo e desafiante caminho até entrar em produção o projeto passou por inúmeros altos e baixos, com a primeira chapa cortada em 2006, o navio foi lançado na água em 2010, porém, só foi submetido aos testes em novembro de 2014. A etapa final das provas de avaliação só foram iniciadas em março de 2017.

A Primeira fragata da série a Almirante Gorshkov teve a sua “chapa cortada” em fevereiro de 2006 no estaleiro Severnaya Verf, em São Petersburgo e no final de outubro de 2008, o vice-primeiro ministro russo, Sergei Ivanov, anunciou que o primeiro navio da classe estaria pronto em 2011.

Os dois primeiros navios da classe foram equipados com turbinas a gás ucranianas Zorya-Mashproekt e como esperado após a crise da Crimeia em 2014 , os ucranianos se recusaram a fornecer tecnologia militar à Rússia e, por isso, a NPO Saturn foi contratada para projetar novos motores, porém os problemas coma ucrânia haviam produzido atrasos no projetos três anos antes  o que justificou as pendências do programa até então.

A United Shipbilding Corporation previu que esses novos motores estariam disponíveis entre 2017 e 2018 fato que veio a se confirmar e que agora  finalmente permitem a produção seriada das fragatas e seus comissionamentos a partir de 2020.

De acordo com o presidente da United Shipbuilding Corporation (USC), a classe almirante Gorshkov será o primeiro navio russo a receber as novas turbina a gás fabricados pela NPO Saturn.

Nome Construtor Corte da Chapa Lançamento Comissionamento Frota Status
Alm.Gorshkov Severnaya Verf , Fev. 2006 Out. 2010 28 de julho de 2018 Norte Ativa
Alm.Kasatonov Severnaya Verf, Nov 2009 Dez 2014 Expectativa -2019 Norte Em preparação
Alm.Golovko Severnaya Verf, Fev 2012 2018 Norte Em construção
Alm.Isakov] Severnaya Verf, Nov 2013 Norte Em construção
A Administração do Severnaya Verf declarou que os pedidos das Marinha russa serão entre e oito e quinze navios a serem construídos em suas instalações porém atualmente conta com um pedido para mais seis unidades.

As “Gorshkov” deslocam 4500 toneladas e podem navegar à velocidade de até 29,5 nós. Elas são extremamente armadas tendo em seu arsenal os mísseis de cruzeiro Oniks e Kalibr além dos sistemas de mísseis superfície-ar Poliment-Redut.

Ficha técnica

Classe Almirante Gorshkov
Construtor: Severnaya Verf , São Petersburg
Operadores:
Marinha Russa
Tipo: Fragata multipropósito
Deslocamento / ton: ·Padrão :4.500, Máximo: 5.400
Comprimento/m: 135
Boca /m 16
Calado /m 4,5
Propulsão: ·2 eixos CODAG
·2 motores a diesel para deslocamento em cruzeiro 10D49 5,200 shp e 3.900 kW.·2 turbinas a gás M90FR 27.500 shp e 20.500 kW.·Total: 65.400 shp e 48.800 kW
Velocidade/ km/h 54,6
Alcance: 8,980 km à 26 km / h
Resistência: 30 dias
Tripulação: 210 integrantes
Sistemas Eletrônicos Radar de busca aérea (S): Furke-4 5P-27 radar principal para detecção, rastreamento e direcionamento de alvos aéreos e superficiais 5P-20K 4 radar de busca, rastreamento e orientação / gerenciamento.

Radar de busca de superfície Monolit 34K1, ASHM e radar de alvos de artilharia adicional.

Sistema de controle de fogo de radar de artilharia principal: Puma 5P-10

·Sonar: Zarya M sonar, Vinyetka sonar rebocado,

Navegação: 3 × radares Pal-N

·Outros : 2 × iluminadores alvo na superestrutura traseira para o sisetma Palash CIWS

Comunicações : Vigstar Centaurus-NM

Sistemas Eletro-Ópticos : 2 × MTK-201M e 2 × 5P-520

Sistema de combate : Sigma / Sigma 22350

Guerra eletrônica ·Suíte EW: Prosvet-M,·Contramedidas:·2 × PU KT-308,·8 × PU KT-216
Armamento: Arma naval 1 × 130 mm Ametista / A-192M com taxa de fogo de 45 tiros/min;

16 (2 × 8) células UKSK VLS equipadas com P-800 Oniks (SS-N-26) e / ou sistema de mísseis Kalibr(SS-N-27)

32 (4 × 8) Redut  VLS  para mísseis 9M96, 9M96M, 9M96D / 9M96DM (M2) da família de mísseis e / ou 4x 9M100 mísseis de curto alcance

2 × CIWS (Palash)

2 × 4 330mm torpedo tubes Paket-NK anti-torpedo/anti-submarino

·Metralhadoras de suporte de 2 × 14.5mm MTPU

Aeronave transportada: 1 × helicóptero da série Ka-27
Instalações de aviação: Heliporto e hangar para um helicóptero
Por enquanto não há interessados, mas tanto o escritório de projetos quanto os estaleiros de São Petersburg apostam nas exportações de uma variante das “Gorshkov”.

O programa se desenvolveu por muitos anos e melhorias foram introduzidas bem como ajustes no projeto a partir dos requisitos da própria Marinha Russa de modo que um novo modelo que atende por Project 22350M, uma versão modernizada para a Marinha Russa a qual possui novos mastros, radares, equipamentos de rádio eletrônico, sensores e um deslocamento bem superior, atingindo 8.000 toneladas pode vir a ser proposto para breve completando a frota.

A variante Project 22350M é apresentada como uma alternativa mais armada e com maior persitência que as “Gorshkov” e atende aos requisitos atuais da marinha Russa que pode vir a operar um mix destes dois modelos de fragatas.

Além disso, outra variante denominada Project 22356 foi proposta para exportação, mas que ainda não possui interessados.

Leia Também

http://www.planobrazil.com/almirante-gorshkov-executa-testes-de-mar/

http://www.planobrazil.com/programa-das-fragatas-furtivas-almirante-gorshkhov-enfrenta-novos-atrasos/

http://www.planobrazil.com/o-renascimento-da-marinha-russa/

http://www.planobrazil.com/video-no-mar-com-a-fragata-russa-almirante-gorshkov/

 

 

 

 


Sobre  o Autor:

E.M. Pinto é Físico, Mestre em Física Aplicada e Doutor em Engenharia e Ciências dos Materiais, Professor Universitário editor do site Plano Brasil e de Revistas científicas  internacionais.