Categories
Aviação Defesa Sistemas Navais Traduções-Plano Brasil

Marines encomendam 12 CH-53K num contrato avaliado em US $ 1,3 bilhão

 

O Comando de Sistemas Aéreo Navais dos EUA concedeu à Sikorsky um contrato de US $ 1,3 bilhão para a construção e entrega de 12 helicópteros CH-53K King Stallion para o US Marine Corps.

Tradução e adaptação-E.M.Pinto

O helicóptero mais potente do Departamento de Defesa, o CH-53K King Stallion, é um helicóptero de projeto e construção totalmente nova que expandirá a capacidade da frota de movimentar mais material e com mais rapidez .

O CH-53K fornecerá ao Corpo de Fuzileiros Navais a capacidade de transporte pesado necessária para atender aos requisitos operacionais futuros das missões de helitransporte pesado.

“O Corpo de Fuzileiros Navais está muito agradecido pelos esforços da Marinha e de nossos parceiros industriais para poderem conceder o contrato LRIP 2/3.Esta é uma vitória para o Corpo de Fuzileiros Navais que garantirá a capacidade de transporte pesado que precisamos para atender aos requisitos operacionais futuros e apoiar a Estratégia Nacional de Defesa”. Declarou o tenente-general Steven Rudder, vice-comandante da Aviação dos Marines.

Com uma capacidade de deslocamento e içamento projetada e demonstrada de quase 14 toneladas em um raio de missão de 203 km, em ambientes elevados e  quentes o CH-53K triplica a capacidade de transporte e  elevação comparado ao CH-53E .

O CH-53K provou a capacidade de levantar até 16329 kg através do gancho de carga externo. De acordo com a Marinha, o CH-53K terá uma capacidade logística equivalente com menores custos operacionais por aeronave e menos horas de manutenção direta por hora de vôo.

“Este  contrato reflete uma estreita cooperação e compartilhamento de riscos entre o governo e as equipes da indústria para fornecer recursos essenciais para o Corpo de Fuzileiros Navais”. Trabalhando com nossos parceiros do setor, a equipe garantiu que as soluções para desafios técnicos fossem incorporadas a essas aeronaves de produção. Isso reflete a urgência de garantir que fornecemos os recursos necessários para apoiar o Corpo de Fuzileiros Navais e a missão do Departamento de Marinha, ao mesmo tempo em que continuamos a impulsionar acessibilidade e responsabilidade no programa ”. Relatou James Geurts, Secretário Assistente da Marinha para Pesquisa, Desenvolvimento e Aquisição.

Até o momento, o helicóptero demonstrou voos em elevadas altitudes, temperatura quente e ambientes com capacidades visuais degradadas, carga máxima de um ponto de gancho de carga 16.329 kg a velocidade de vôo para a frente de mais de 200 nós, com Ângulo de 60 graus de curvas; altitude de 18.500 pés; Desembarques e decolagens em declive de 12 graus; ejeção de carga externa  e testes de fogo.

 

Fonte: Naval Today

Categories
Aviação Rússia Sistemas de Armas Tecnologia Traduções-Plano Brasil

ROSTEC espera assinar contrato para novos helicópteros Mi-26T2V em 2019

Tradução e adaptação- E.M.Pinto

ASTANA, 25 de maio / TASS /. 

A empresa Helicopters of Russia (afiliada da Rostec) espera concluir um contrato com o Ministério da Defesa para fornecer o primeiro lote de helicópteros de transporte Mi-26T2V atualizados em 2019. Foi o que informou o vice-presidente da companhia para comercialização de equipamento militar, Vladislav Saveliev, à TASS durante entrevista nos bastidores do show KADEX-2018.

“A empresa holding Helicopters of Russia está desenvolvendo o Mi-26T2V como uma amostra experimental. Quando seus testes forem concluídos, o Ministério da Defesa pedirá um lote. Acredito que isso será feito em 2019”, disse ele.

O helicóptero experimental está sendo desenvolvido por conta própria.

No âmbito do programa estatal (obrigado pela correção Cláudio) de 2018-2027 para armamentos, as forças armadas obterão precisamente esse modelo pesado de helicóptero. Em contraste com o Mi-26T2, ele terá uma tripulação reduzida, recursos funcionais de navegação e equipamento embarcados além de novos sistemas de comunicação.

Saveliev disse que o Mi26T2V continua sendo o maior helicóptero de transporte e não carrega nenhuma arma, mas está equipado com sistemas para embarque de armas laterais pra a sua proteção tal como metralhadoras automáticas.

A configuração “V” do helicóptero está sendo criada com base no Mi-26T2 – uma versão atualizada do Mi-26T com novos aviônicos. A série T2 começou a ser produzida em lotes em maio de 2015. No outono de 2016, houve relatos de que o Ministério da Defesa havia encomendado uma configuração militar especial do helicóptero Mi-26T2V, capaz de pousar e decolar de locais despreparados. O Mi-26T2V é destinado ao transporte de equipamentos , cargas de grande porte e pára-quedistas.

Relatos anteriores afirmaram que o protótipo do Mi-26T2V fará o primeiro vôo em julho deste ano.

Fonte: Tass