Categories
BINFA BINFAE CINFAI GDAAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: FAB celebra os 77 anos da Infantaria da Aeronáutica

A Infantaria da Aeronáutica foi criada em 1941, mesmo ano em que se institucionalizou o Ministério da Aeronáutica

A Infantaria da Aeronáutica celebrou 77 anos de criação, nesta segunda-feira (10), com cerimônia militar realizada na Primeira Brigada de Defesa Antiaérea, em Brasília (DF). A solenidade foi presidida pelo Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral, e contou com a presença de diversas autoridades militares.

“Infantes de ontem, de hoje e de sempre! Não se deixem iludir pelo cenário de paz e tranquilidade que vivenciamos em nosso continente, nem pela necessidade de participarmos em ações subsidiárias em prol da sociedade brasileira. Não obstante essa realidade e independentemente das restrições orçamentárias vigentes, estarmos prontos para a Guerra constitui a razão de existirmos”, ressaltou o Oficial-General na Ordem do Dia.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=b7-byk0TfUo[/embedyt]

Durante a cerimônia, ocorreu uma homenagem aos Brigadeiros de Infantaria da reserva Agostinho Shibata, José Roberto Durans Amorim e Rodolfo Freire de Rezende. “Fico muito grato por essa homenagem e tenho certeza de que essa nova geração está conduzindo corretamente o rumo da Infantaria”, disse o Brigadeiro Shibata.

Em seguida, militares da Infantaria da reserva entraram em forma juntamente com militares da atualidade, formando um dos grupamentos da tropa que contou ainda com a Banda de Música da Ala 1, Grupamento Operacional, Comandante da Tropa e seu Estado-Maior, Bandeira Nacional e sua Guarda, Companhia Cerimonial Santos-Dumont, Primeira Brigada de Defesa Antiaérea e de Operação de Controle de Distúrbios.

Na sequência, também, desfilaram as viaturas operacionais utilizadas nas missões de Polícia de Aeronáutica, patrulhamento tático móvel e rondas ostensivas; viaturas do Terceiro Grupo de Defesa Antiaérea, com uma Unidade de tiro do míssil Igla-S, responsável por prover a defesa antiaérea; e o caminhão utilizado para o transporte de tropas, com capacidade de 20 homens e carga máxima de cinco toneladas.

Exposição

A homenagem à Infantaria, também, contou com uma exposição com materiais utilizados pela tropa da Defesa Antiaérea, como rádios de comunicação, material de escalada e de uso individual do militar, além do Radar Saber M-60.

“A gente faz a cobertura radar em zonas de sombra, como atrás de morros, para visualizar as aeronaves que estão se aproximando do ponto sensível”, explicou o Sargento Sandro Campos da Fonseca, do Serviço de Guarda e Segurança do Terceiro Grupo de Defesa Antiaérea, localizado em Anápolis (GO).

História

A Infantaria da Aeronáutica foi criada durante a Segunda Guerra Mundial, em 1941, mesmo ano em que se institucionalizou o Ministério da Aeronáutica, quando foram ativadas as primeiras Companhias de Infantaria de Guarda.

Já em 1982, o então Ministro da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Délio Jardim de Mattos, determinou que oficiais passassem a ser formados pela Academia da Força Aérea, adestrados para assumirem atividades inerentes à Autodefesa de Superfície, Defesa Antiaérea e Operações Especiais.

Em 2012, a Doutrina Básica da Força Aérea Brasileira definiu novos papéis para a Infantaria da Aeronáutica, exigindo transformações estruturais e organizacionais, resultando na ativação dos Grupos, Esquadrões, Esquadrilhas e Elementos de Segurança e Defesa, responsáveis pela proteção permanente do Comando da Aeronáutica e empregadas em diversas missões reais, das quais se destacam as operações para a Garantia da Lei e da Ordem.

“Desde o início, a Força Aérea compreendeu a importância de se ter uma proteção das suas bases, instalações e recursos no solo, então, enquanto a Força Aérea estiver que se preparar para o combate a presença da Infantaria será inestimável”, concluiu o Comandante da Primeira Brigada de Defesa Antiaérea, Brigadeiro de Infantaria Luiz Marcelo Sivero Mayworm.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=tAYtwUnRaWM[/embedyt]

Categories
BINFA BINFAE CINFAI Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Infantaria da Força Aérea participa de Operação de Garantia da Lei e da Ordem em Angra dos Reis (RJ)

Militares provêm segurança e guarda do Aeródromo de Angra dos Reis

A Força Aérea Brasileira (FAB) participa das medidas implementadas pelo Comando Conjunto, em apoio à Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, deflagradas na madrugada desta quinta-feira (13), no município de Angra dos Reis (RJ). Cerca de 2.230 militares das Forças Armadas, sendo 60 da FAB, participam da ação. Outros 160 policiais militares e 70 policiais civis, com o apoio de meios blindados e aeronaves, estão envolvidos.

A Operação de Garantia da Lei e da Ordem  (GLO) ocorre nas Comunidades de Parque Belém, Areal, Sapinhatuba (I, II e III), Lambicada, Camorim Grande e Camorim Pequeno, com realização de cerco, estabilização dinâmica das áreas e remoção de barricadas. Os militares realizam também revistas de pessoas e de veículos e  checagem de antecedentes criminais. Além disso, agentes policiais verificam denúncias de atividades criminosas, em especial as ligadas ao tráfico de drogas.

De acordo com o Chefe da Célula de Operações Aeroespaciais do Comando Conjunto da Intervenção Federal, Coronel Aviador Luiz Henrique Velasco Braga, cabe à FAB, durante a operação, o controle dos setores do espaço aéreo com restrições dinâmicas para aeronaves civis. “Delimitamos uma área do aeroporto de Angra dos Reis momentaneamente. Estão proibidas a circulação de aeronaves não envolvidas na operação com o objetivo de evitar danos colaterais”, explicou.

Além da guarda e segurança do Aeródromo de Angra dos Reis, a FAB está provendo apoio às aeronaves engajadas na operação e também às ações de transporte aéreo logístico, alerta para realização das ações de Evacuação Aeromédica (EVAM) e busca e salvamento.

Segundo o Coronel Velasco, além da segurança do aeroporto, a FAB está utilizando o emprego doutrinário da Força. “É uma ótima oportunidade para realizarmos o adestramento da tropa, contribuindo, desta forma, para o planejamento operacional”, finalizou.

Fonte: FAB

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Grupo de Segurança e Defesa da Ala 8 garante o exercício de cidadania aos amazonenses

Durante a operação foram envolvidos 307 militares, em 55 locais de votação

Força Aérea apoiou 2° turno das eleições suplementares do Amazonas

A Força Aérea Brasileira (FAB) apoiou o segundo turno das eleições suplementares para governador do Estado do Amazonas no dia 27 de agosto. A Guarnição de Aeronáutica de Manaus ficou responsável pela Operação de Garantia da Votação e Apuração (GVA) no município de Manacapuru, distante cerca de 100 km da capital amazonense.

Para essa etapa da eleição, a Aeronáutica atuou com 307 militares, em 55 locais de votação. Na zona urbana, foram 26 locais; na zona rural ribeirinha, 22 pontos; e na zona rural terrestre, sete. A equipe envolvida na missão chegou a Manacapuru na sexta-feira (25/08) e retornou na segunda-feira (28/08).

307 militares participaram de missão das eleições suplementares do AM

De acordo com o Comandante do Grupo de Segurança e Defesa da Ala 8, Tenente-Coronel de Infantaria José Paulino Sobrinho Júnior, as áreas de atuação envolveram trabalho complexo. “Esses pontos realmente eram de difícil acesso, onde o comando e o controle é difícil e a logística mais ainda. Contudo, devido à experiência adquirida no primeiro turno, já que esta missão foi uma atuação inédita para a Força Aérea aqui no Amazonas, nós pudemos aperfeiçoar ainda mais nossas ações”, explicou.

As eleições no Estado do Amazonas envolveram 62 municípios. A Força Aérea atuou nos dois turnos do pleito em parceria com diversas agências de segurança pública. O Presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Desembargador Yedo Simões, falou sobre a integração das Organizações. “Foi um sucesso absoluto. Neste momento, nós temos uma unidade de todas essas forças de segurança do País aqui envolvidas, tanto Exército, Aeronáutica, Marinha, Policia Federal, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Então, a união resultante inibiu muitas condutas, que contrariavam a legislação eleitoral, e eu penso que esse é um modelo de futuro. É um modelo que vai servir para as futuras eleições no Estado”, disse.

Força Aérea apoiou os dois turnos das eleições suplementares do Amazonas

O Comandante da Ala 8, Major-Brigadeiro do Ar Waldeísio Ferreira Campos, fez um balanço da participação da Força Aérea nas eleições suplementares. “A vontade de atuar, a capacidade, que é traduzida pelo treinamento e pela pronta resposta não apenas de pessoal, mas de utilização dos meios colocados à disposição, o compromisso com a responsabilidade e a consciência de cumprir com a nossa destinação constitucional mostram que a participação da Força Aérea foi mais uma vez decisiva, considerando as dificuldades logísticas do Estado do Amazonas. As ocorrências foram mínimas e a tropa, outra vez, mostrou o seu valor, o valor da Força Aérea, não apenas realizando transporte aéreo logístico, mas também atuando na garantia da votação e da apuração, guarnecendo os locais de votação e protegendo o direito do cidadão de executar o seu ato cívico de votar com tranquilidade”, falou.

Fonte: FAB

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Infantaria da Aeronáutica na Operação de Garantia da Lei e da Ordem no Rio de Janeiro

A Operação Furacão 1 colocou nas ruas da cidade do Rio de Janeiro, cerca de 10 mil homens das Forças Armadas, Força Nacional, Polícia Rodoviária Federal e forças de segurança locais em apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública, fase Rio de Janeiro.

A Força Aérea participou das ações de interoperabilidade empregando homens dos batalhões de infantaria e aeronaves. O efetivo da FAB é composto por integrantes dos Batalhões de Infantaria da Aeronáutica Especial do Galeão (BINFAE-GL), Afonsos (BINFAE-AF) e Rio de Janeiro (BINFAE-RJ). 

Entre as ações desenvolvidas estão o policiamento ostensivo, a pé e motorizado, que tem como principal objetivo garantir segurança à população

Nesta primeira fase as Forças Armadas atuaram em ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) com ações de reconhecimento, ambientação do terreno e obtenção de dados que serão úteis para as operações futuras, que trabalharão com o efeito surpresa baseado em dados de inteligência.

O Presidente da República Michel Temer citou que o decreto autoriza o emprego de 8.500 homens das Forças Armadas, por meio da GLO, até 31 de dezembro de 2017, podendo ser prorrogado até o final do ano de 2018.

Categories
BINFA BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Unidades de Infantaria formam novos soldados em MG, SP e RJ

O Soldado cumpre um ano de trabalho na Organização Militar, podendo, após análise comportamental, ser engajado ao efetivo

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou a formatura de novos soldados em unidades militares do sudeste do País.

O Curso de Formação de Soldados (CFSD 1º/2017) teve duração de 4 meses e foi dividido por meio de disciplinas e instruções como: campos do conhecimento, conduta militar, ordem unida, armamento, munição e tiro, segurança militar, hinos e canções, atividade de campanha, treinamento físico, entre outras.

Uma das etapas que colocou os, então, recrutas à prova ao longo do curso foi o Exercício de Campanha, no qual os soldados permaneceram acampados, com a finalidade de aprender técnicas de sobrevivência, maneabilidade, progressão no terreno e marchas.

Veja como foi a formatura:

São Paulo

A Ala 13, localizada em São Paulo (SP), realizou, na última quinta-feira (06/07), a Cerimônia Militar alusiva ao compromisso à Bandeira Nacional pelos 133 Recrutas da FAB, componentes da 1ª Turma do CFSD de 2017. Os jovens ingressaram na Ala 13 para cumprir o Serviço Militar Obrigatório, em que participaram do Curso de Formação de Soldados (CFSD), no período de 01/03 a 06/07.

“O Serviço Militar Obrigatório tem instruções divididas entre a parte militar e a cidadania, o que tem contribuído além da formação militar, para que o jovem volte à sociedade mais consciente de seus direitos e deveres, exercendo plenamente seu papel de cidadão. Os próprios pais dos alunos nos informam sobre as mudanças positivas de comportamento de seus filhos dentro dos lares”, ressaltou o Chefe da Seção de Instrução do 13° Grupo de Segurança e Defesa (BINFA-14 Batalhão Bandeirante) da Ala 13, Tenente François Paiva de Almeida.

Após os quarto meses, o Soldado cumpre um ano de trabalho na Organização Militar, podendo, após análise comportamental, ser engajado ao efetivo. Os jovens não aproveitados seguem para a Reserva não Remunerada, na qual estarão sujeitos a acionamentos em caso de mobilização.

“O curso foi muito importante pra mim, mudei bastante, passei a refletir mais sobre tudo e dar valor a coisas simples; agora me importo e ajudo mais as pessoas, agreguei à minha vida o valor do espírito de equipe. Esse Curso deveria ser feito por todos!”, afirmou o Soldado Vinícius Marquetti de Melo, escolhido Destaque Militar pela turma.

A formatura contou com a participação de autoridades militares e civis, e familiares dos formandos, marcando o fim da formação básica do combatente da Força Aérea.

“Essa foi uma experiência única em minha vida. Assim que iniciei o curso comecei a ser visto de forma diferente pelos meus familiares. E aqui ficamos diferentes realmente, nosso caráter é forjado. Aprendemos a respeitar o superior não só pela patente que ele ocupa, e sim pela história que ele passou para chegar onde está. Entrei aqui para dar o meu melhor, não esperava, mas consegui ser o 01 da turma. Quero continuar na FAB para sempre!”, especificou o Soldado Caio Luiz Santos da Silva, 1º colocado do CFSD.

Rio de Janeiro

Já no Rio e Janeiro (RJ), a FAB incorporou às suas fileiras 285 novos soldados, em cerimônia de compromisso à Bandeira Nacional realizada no pátio do Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR), na última quarta-feira (05/07). Os soldados da primeira turma de 2017 foram recrutados pelo Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial do Rio de Janeiro (BINFAE-RJ – Batalhão Santos Dumont), e atuarão na segurança e defesa das unidades no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

A formatura foi presidida pelo Comandante do Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR), Brigadeiro do Ar Saulo Valadares do Amaral, e contou com a presença de oficiais superiores da Unidade.

“A partir deste momento, ao concluírem com êxito o Curso de Formação de Soldados, estão habilitados a conduzir todas as atividades que lhes forem delegadas, mas a melhor ferramenta que pode ser utilizada é o comprometimento com a Aeronáutica, pois agora são conhecedores de nossas tradições, normas e regulamentos, os quais, por livre e espontânea vontade, decidiram por assumir como diretrizes em suas vidas pessoais e profissionais”, afirmou o Brigadeiro Valadares.

Além do primeiro colocado da turma, soldado Jhonatan Ribeiro, no decorrer dos 4 meses de curso, destacaram-se: o soldado Alyson Henrique Ramos Pereira, eleito pelos companheiros de turma e instrutores como padrão, pela sua exemplar conduta militar e espírito de corpo; e o soldado Alex Oliveira Gonçalves de Matos, destaque operacional no Exercício de Campanha.

“Não existe uma palavra que defina os dias de treinamento. Tiveram dias árduos, outros mais tranquilos, mas foram, sim, dias de muito ensinamento. Cada dia, cada hora, cada minuto foi muito importante pra que incorporássemos a doutrina dos princípios ensinados. O aprendizado e as amizades com os irmãos de arma são coisas que vamos levar pra vida”, detalhou o soldado Jhonatan.

Barbacena (MG)

Em Barbacena (MG), a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) formou, na última sexta-feira (07/07), 62 novos Soldados de Segunda Classe, integrantes da primeira turma de 2017, do Curso de Formação de Soldados do BINFA63. A cerimônia militar, presidida pelo Chefe da Divisão de Ensino da EPCAR, Coronel Aviador José Mauro Carvalho da Costa, foi prestigiada por familiares e amigos dos formandos.

Durante a solenidade, os soldados Gustavo Anderson Mozer da Silva e Brayan Augusto Silva Barbosa, respectivamente primeiro colocado com a média 8,99 e soldado padrão do curso, receberam diplomas em reconhecimento ao mérito alcançado. O primeiro colocado ficou muito feliz e realizado com o resultado. “Chegar ao final do curso como 01 era meu sonho. Foi difícil, mas com muita determinação e força de Deus eu consegui”, comemorou.

Após o juramento de compromisso ao Pavilhão Nacional, os militares da turma “Carcaju” receberam de seus pais e padrinhos os distintivos que os caracterizam como soldados da FAB e desfilaram em continência à Bandeira Nacional.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=WOsHg3OM3kc[/embedyt]

Fonte: FAB

Edição Pé de Poeira

Categories
BINFA BINFAE CINFAI Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Unidades de infantaria formam novos soldados da Força Aérea Brasileira

 

A Força Aérea Brasileira (FAB) formou novos recrutas, na última sexta-feira (30/06), em diversas Organizações Militares do País. A cerimônia ocorreu nas seguintes localidades: Ala 2, em Anápolis (GO); Ala 12, em Santa Cruz (RJ); Ala 3, em Canoas (RS); Ala 5, em Campo Grande (MS); CLA, em Alcântara (MA); Ala 8, em Manaus (AM); e Ala 10, em Natal (RN).

O Curso de Formação de Soldados é o primeiro realizado pelos jovens incorporados por meio do serviço militar obrigatório. O objetivo é a preparação dos jovens civis recrutados para o Serviço Militar Inicial, formando Soldados de Segunda Classe da Aeronáutica e capacitando-os para o desempenho das atividades inerentes ao Grupamento do Serviço Militar do Quadro de Soldados (QSD).

A instrução ocorre uma vez a cada semestre e tem a duração de quatro meses. Durante o curso os jovens têm atividades nos campos do conhecimento, conduta militar, ordem unida, armamento, munição e tiro, segurança militar, hinos e canções, atividade de campanha, treinamento físico, entre outras atividades.

Confira como foram as formaturas:

Ala 2

 A Ala 2 Através do BINFA 36 Batalhão Cerrado  formou 113 novos soldados da primeira turma de 2017. Durante o curso, destacaram-se João Vitor Costa, primeiro colocado da turma, e Elvis Rodrigues de Paula, escolhido como Soldado Padrão. “Foi um dos momentos mais emocionantes pra mim, mas hoje foi o melhor de todos, o mais esperado”, disse.

Diante de seus familiares, os novos soldados fizeram o juramento e desfilaram em continência à Bandeira Nacional, receberam a insígnia de Soldados de Segunda Classe e incorporaram à tropa, simbolizando seu ingresso às fileiras da FAB.

O Comandante da Ala 2, Coronel Aviador Francisco Bento Antunes Neto, aproveitou para agradecer aos familiares dos militares. “Tenham certeza de que estes soldados que foram integrados ao Comando da Aeronáutica serão tratados com respeito e dignidade, mas também serão cobrados com relação aos valores da Força Aérea”, ressaltou.

Ala 12

Já na Ala 12, 193 soldados da turma “Aurum” do BINFA 43 – Batalhão Santa Cruz prestaram compromisso à Bandeira Nacional. Durante a solenidade de formatura, três militares que se destacaram durante o curso foram homenageados: o 1º colocado da turma, o soldado padrão e o destaque operacional. Os prêmios foram entregues por meio de uma demonstração de rapel com a aeronave H-36 Caracal.

O Comandante da Ala, Coronel Carlos Roberto Ronconi Junior, parabenizou a atuação dos instrutores e dos recém-formados. “Esses novos homens de guerra foram treinados para juntarem-se a outros 1.300 militares da Guarnição de Aeronáutica de Santa Cruz. A partir de agora, irão unir-se a seus pares para defender e zelar por esta Organização Militar e por sua missão mais nobre: Manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional, com vistas à defesa da pátria”, disse.

Ala 3

 Na Ala 3, a cerimônia foi presidida pelo Comandante, Major-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, e contou com a presença dos Comandantes das Unidades Sediadas e Jurisdicionadas.

No curso de formação, destacaram-se os seguintes militares, que foram homenageados durante a cerimônia, com a entrega de uma lembrança pelas mãos do Comandante do Grupamento de Segurança e Defesa (BINFAE-CO – Batalhão Cruzeiro do Sul), Major de Infantaria Evandro Silva de Oliveira. São eles: Victor Zaneli Clave Silveira, primeiro colocado da turma com a média 9,28; Allan Brito de Oliveira, melhor aproveitamento no tiro militar básico; Willian Neckel Tomkelski, melhor aproveitamento no teste de aptidão de condicionamento físico com a média 9,12; e Robson Severo Ribeiro, eleito pelos instrutores, monitores e companheiros de turma como destaque militar, pela sua irrepreensível conduta militar, zelo, responsabilidade e elevado espírito de corpo, demonstrados durante todo o curso. Os pais dos quatro soldados destaques da turma 2017, também foram homenageados e convidados a assistir a solenidade na Tribuna de Honra, ao lado das autoridades da Guarnição de Aeronáutica de Porto Alegre.

Os 153 formandos, comandados pelo Primeiro-Tenente de Infantaria Daniel Alberto Bauer Pereira, emocionaram os mais de 750 convidados ao formarem o dispositivo do Sabre Alado, símbolo da Força Aérea Brasileira, durante a imposição de insígnias, realizada pelos padrinhos e madrinhas.

Em seu discurso, o Comandante do GSD, Major de Infantaria Evandro, parabenizou os familiares pela vitória e superação dos seus filhos, que, a partir de agora, integram o novo quadro de soldados da FAB. “Saibam que é pelo povo Brasileiro que seus filhos se formam hoje. Como soldados da Força Aérea Brasileira, eles trabalharão arduamente para cumprir suas atribuições diárias, serviços de escalas, treinamentos e missões, pois nos próximos meses, estas atividades farão parte de suas rotinas”, especificou.

Após o juramento, os formandos desfilaram em continência à Bandeira Nacional e, na sequência, incorporaram à tropa da Ala 3, composta por mais de 350 militares, desfilando em continência ao Comandante, ao som da Canção da Infantaria da Aeronáutica e da Canção do Expedicionário.

Ala 5

O BINFA 34 Batalhão Pantanal formou 100 soldados da primeira turma de 2017 realizaram o Compromisso à Bandeira Nacional, numa solenidade presidida pelo Comandante da Ala 5, Coronel Aviador Daniel Cavalcanti de Mendonça.

Durante a cerimônia foram homenageados os soldados Abnner Ferreira Barbosa e Luiz Fernando Polizelli Pereira, como soldado padrão e primeiro colocado da turma, respectivamente, por terem se destacado durante o período de curso.

Após o juramento de compromisso ao Pavilhão Nacional, os militares receberam de seus pais e padrinhos os distintivos que os caracterizam como soldados da Força Aérea Brasileira.

O Comandante da Ala 5, em seu discurso, incentivou os novos soldados a guardarem os valores do militarismo e o respeito à Instituição. “O juramento que ora professaram é cheio de significado. Nunca se esqueçam destas palavras, pois o verdadeiro soldado é dotado de coragem, moral e profundo senso de dever”, ressaltou o Coronel Daniel.

No final da cerimônia, o grupamento dos formandos uniu-se à tropa para o desfile em continência ao Comandante da Ala 5.

CLA

 Os novos Soldados de Segunda Classe da Força Aérea Brasileira (FAB) passam a integrar o efetivo militar do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), unidade responsável pelo lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais. Amigos e familiares dos novos soldados participaram da cerimônia realizada na Companhia de Infantaria da Aeronáutica Isolada (CINFAI), em Alcântara.

Durante a cerimônia, a turma “Guerreiros Camuflados”, composta por 94 novos militares, foi apresentada ao Diretor do CLA, Coronel Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti, que presidiu a solenidade. O Soldado Sidiney Alves Andrade e o Soldado Apoenan dos Santos Silva, respectivamente primeiro colocado com a média 7,82 e soldado padrão do Curso de Formação de Soldados do primeiro semestre de 2017 (CFSD 1ª/ 2017), receberam diplomas em reconhecimento ao mérito alcançado.

Os amigos e familiares dos novos soldados da FAB realizaram a fixação de distintivos da primeira graduação na carreira militar. Na sequência, os formandos desfilaram em continência à Bandeira Nacional. Após o desfile militar com a tropa do CLA, os novos soldados foram apresentados ao Diretor do CLA e receberam autorização para o fora de forma. “Possibilitamos a esses jovens e familiares uma nova perspectiva de vida por meio do serviço militar, um passo inicial na carreira profissional de muitos brasileiros. Tudo isso representa um grande impacto no município de Alcântara, dinamizando a economia local”, comenta o Coronel Luciano, Diretor do CLA.

Ala 8

O Grupo de Segurança e Defesa da Ala 8 (BINFAE-MN Batalhão  Uiruuetê) formou 197 novos soldados. A cerimônia militar foi realizada no pátio operacional da Ala 8, reunindo autoridades militares e mais de 500 familiares dos formandos. 

O primeiro colocado da turma, Soldado de Segunda-Classe Victor Maia Pontes, falou sobre o porquê de ter entrado na Aeronáutica. “Sempre foi um sonho, desde criança, servir à Força Aérea. Quando eu completei os 18 anos, eu decidi ingressar na Aeronáutica. Sempre achei que contribuiria de alguma forma com o País” explicou.

Concluída a formação, os soldados vão atuar em diferentes atividades no GSD 8. “De acordo com a classificação deles e de acordo com os voluntários, eles farão provas específicas, físicas e escrita para o Esquadrão de Polícia da Aeronáutica e o Esquadrão de Autodefesa de Superfície ou ficarão no Esquadrão de Segurança das Instalações”, explicouo Comandante da Companhia e Doutrina dos Soldados, Tenente de Infantaria David Schültz Gomes.

Ala  10

Apesar do mal tempo, a solenidade militar foi realizada no hangar do 1º Esquadrão do 11º Grupo de aviação. Durante a formatura, os 189 formandos do BINFA 22 Batalhão Pitimbu  apresentaram marcialidade, vibração e disciplina nas evoluções e no compromisso à Bandeira Nacional, diante dos cerca de mil familiares, amigos e autoridades que prestigiaram o evento.

 

Em discurso, o Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic, ressaltou a simbologia que reveste a solenidade de formatura, em que o juramento proferido deve ser a certificação de que os ensinamentos absorvidos durante o curso de formação representam a real mudança de comportamento, permitindo que possam ser intitulados militares da FAB.

“Desejamos que esse seja o primeiro passo de uma caminhada que os leve em busca de uma carreira de sucesso”, finalizou o Brigadeiro Farcic.

Para o primeiro colocado da turma, Soldado de Segunda Classe José Leonardo Dias Diógenes Filho, passar pelo curso de formação com louvor representa o bom cumprimento da primeira missão como militar. “Chegar ao final do curso como 01 é o reconhecimento pelo esforço”, finalizou o Soldado Dias, que recebeu o certificado de primeiro colocado das mãos das mãos do Comandante da Ala.

Fonte: FAB

Edição Pé de Poeira

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Cães de guerra da Força Aérea Brasileira participam de missão em presídio de Rio Branco

Cães da Força Aérea em Manaus participam de faro em presídio do Acre

Três cães da Força Aérea Brasileira (FAB), juntamente com seus condutores, participaram de missão envolvendo faro no Complexo Penitenciário Francisco d´Oliveira Conde, localizado em Rio Branco (AC), entre os dias 26 de maio e 1° de junho. Na operação, foram encontrados equipamentos cortantes, uma pistola, munição, maconha e cocaína.

Os cachorros Thauros, Bolt e Hanna são das raças pastor alemão, belga malinois e holandês e pertencem ao Pelotão de Cães de Guerra do Grupo de Segurança e Defesa (GSD 8) da Ala 8 ((BINFAEMN Batalhão  Uiruuetê) . Durante a missão, Thauros foi utilizado para o faro de explosivos, e Bolt e Hanna atuaram na busca de entorpecentes.

Cães da FAB participam de missão em Rio Branco, no Acre

A operação no presídio foi realizada de forma conjunta entre a FAB, a Marinha e o Exército. Antes da missão na capital acriana, as equipes da Força Aérea realizaram atividades de faro em dois presídios de Manaus (AM), um de Boa Vista (RR) e dois de Porto Velho (RO).

De acordo com a responsável pelo canil do GSD 8, Tenente Veterinária Raquel Tomé, após as atividades, os cachorros passam por uma avaliação médica. “Verificamos se é necessário algum cuidado ou intervenção, ocasionados pelo esforço físico, estresse ou até mesmo algum acidente que possa ter ocorrido. Depois da avaliação, os cães passam por um período de descanso para que, posteriormente, possam retornar às atividades diárias do canil”, explicou.

A 2º Tenente Veterinária Raquel Tomé do BINFAE MN com o cão Bolt.

 O Pelotão de Cães de Guerra do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Manaus conta com 3 Pastores Alemães (o Mac, o Bolt e a Pandora), 2 Pastores Belga de Malinois a Hanna, 1 Labrador Ratrivier (chamado Zeus) e 1 Pastor Holandês (o Thauros). Eles atuam realizando missões de faro de explosivos, faro de entorpecentes, além de cumprirem atividades de guarda e proteção.

Fonte: FAB

Edição Pé de Poeira

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Recrutas do BINFAE-RJ participam de palestras de conscientização

PALESTRA POLICIA FEDERAL

O Serviço Social do Grupamento de Apoio do Rio de Janeiro realizou o projeto de atenção integral aos recrutas do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial do Rio de Janeiro – BINFAE-RJ, com o tema “Se liga no bizu: recruta bom é recruta consciente”. O objetivo é promover a valorização e a conscientização dos 285 jovens que estão ingressando na Força Aérea Brasileira.

Visando a contribuir para a formação cívico-militar dos recrutas, o projeto promoveu palestras que tangenciaram temas como prevenção ao uso de álcool e outras drogas, trânsito seguro, paternidade responsável, educação financeira, dentre outros assuntos.

PALESTRA LEI SECA
PALESTRA POLICIA FEDERAL

Polícia Federal que enviou agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes para apresentar a palestra “Operação Lei Seca”, que focou na prevenção de acidentes de trânsito, com depoimentos de voluntários cadeirantes.

Os jovens também acompanharam palestra sobre “DST/AIDS” ministrada por especialista do Hospital Geral do Exército Brasileiro, que despertou muito interesse e grande participação dos recrutas.

Segundo o Tenente-Coronel Intendente Douglas Souza Duarte, Vice-Chefe do GAP-RJ, o evento tem importância uma vez que contribui para o cumprimento da missão de Apoio ao Homem, no âmbito do Comando da Aeronáutica.

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA Uncategorized

FAB PÉ DE POEIRA: Grupo de Segurança e Defesa da ALA 11 comemora seu décimo segundo aniversário.

O Grupo de Segurança e Defesa, que corresponde ao antigo Batalhão de Infantaria Especial do Galeão. , criado pela portaria reservada nº 26 GC, de 5 de janeiro de 2005, com a missão de executar ações defensivas, ofensivas, especiais e de proteção, a fim de contribuir para o cumprimento da missão militar atribuída ao comando da Aeronáutica, preservando seus equipamentos, instalações e pessoal, comemorou, no último dia 28, seu décimo segundo aniversário.

A Solenidade foi presidida pelo Maj Brig Ar Antônio Ricardo Pinheiro Vieira, Diretor da DIRMAB, e contou com a presença do Comandante da ALA 11, Brig Ar Mozart de Oliveira Farias e demais militares desta OM.

Em seu 12º Aniversário, o Grupo de Segurança e Defesa homenageou os amigos do Batalhão, com uma placa comemorativa. Destacaram-se os seguintes militares: Maj Brig Ar VIEIRA, Brig Ar MOZART, Cel Av MADUREIRA, Cel Inf FUMIAKI, Cel Av VEIGA, Cel Int MAURO, Cel Int MARCONI, Cel Av LEONARDO, Ten Cel Inf ALMAGRO, Maj Inf MONTEIRO, Maj Inf M. AUGUSTO, Maj Av ALVES, Cap Int JURANDIR e 1S BMA M. EUARDO, e na esfera civil: o Juiz Auditor CARLOS HENRIQUE.

Após o canto da Canção do BINFAE-GL, letra do SO SGS MAGNO FERNANDES e música do SO MUS JOSÉ WELLINGTON DE SOUZA, entoado por todos os participantes, houve o desfile Militar com demonstração Operacional do GSD 11.

 Fonte: GSD

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA Uncategorized

FAB PÉ DE POEIRA: Taurus realiza Competição de Tiro no BINFAE-CO

Com a presença de cerca de 100 participantes, o evento voltado aos Militares da Força Aérea Brasileira, contou com a participação de autoridades, dentre elas o Instrutor de Tiro Jardim, o Brigadeiro Domingues, o Coronel Aldemarion e o Tenente Coronel Salvi.

Além do Campeonato, foram realizadas demonstrações de produtos e a apresentação da nova fase da Taurus Armas. Como objetivo principal de auxiliar e informar nosso público sobre os cuidados necessários no momento de manusear uma arma de fogo, a Equipe Taurus apresentou, também, dicas de manutenção e limpeza do armamento.   

As submetralhadoras TAURUS SMT9 são armas leves, de fácil manejo e de cômoda utilização. Utilizam carregadores em aço, com capacidade de 30 cartuchos.

O seletor de tiro/segurança e o retém do ferrolho possuem teclas ambidestras, assegurando versatilidade no seu uso.

As submetralhadoras TAURUS SMT9 são dotadas de trilho, padrão MIL STD 1913 (Picatinny), na parte superior da caixa da culatra e o projeto destas armas também permite a colocação de trilhos adicionais nas duas laterais e na parte inferior do guardamão. Com isso, as SMT permitem o acoplamento de vários tipos de acessórios.

A Pistola 809 da Taurus é produzida com armação em polímero, possui sistema de disparo com cão, ação simples e dupla e miras noturnas com trítio (opcional).

 

 

Fonte: Taurus

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA Uncategorized

FAB PÉ DE POEIRA: Valores da FAB – Cabo Roque

A Força Aérea Brasileira (FAB) possui um efetivo total de 78 mil pessoas, incluindo militares e civis. Dentro deste universo existem várias histórias de vida e de dedicação à FAB, as quais foram construídas baseadas em valores sólidos. Valores que permeiam tanto as famílias dessas pessoas, quanto das Unidades de toda a Força.
Descubra como foi a experiência do Cabo Roque e o que ele aprendeu enquanto atuou na segurança do país mais pobre das Américas: o Haiti.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=iZxgQ5uhrhs[/embedyt]

Categories
BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Pelotão de cães da Força Aérea realiza faro em presídios da região Norte

Missão solicitada pelo Ministério da Defesa foi cumprida por militares da Ala 8

Militares do Grupo de Segurança e Defesa da Ala 8 ( Batalhão de Infantaria de Aeronáutica Especial de Manaus BINFAEMN – Uiruuetê) realizaram, entre os dias 17 e 21 de fevereiro, uma missão de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Casa de Detenção José Mário Alves da Silva – mais conhecida como Urso Branco -, localizada em Porto Velho (RO). O objetivo da atividade foi detectar a existência de materiais ilícitos dentro dos presídios, como armas brancas, drogas, celulares, entre outros. A missão foi solicitada pelo Ministério da Defesa.

A equipe contou com três cachorros do Pelotão de Cães de Guerra com seus respectivos condutores. Esse animais são treinados para o faro e, de acordo com a Tenente Veterinária Raquel Tomé, estão sempre prontos para acionamentos. “Nossos cães vivem em condições de atuar em qualquer missão de faro de entorpecentes ou explosivos, devido aos treinamentos realizados diariamente no Grupo de Segurança e Defesa. Para missões específicas são realizados, dias antes da operação, treinamentos em conjunto com todas as equipes que estarão atuando, como Polícia Militar, Exército, Bombeiros, Polícia Civil, entre outros”, explicou a oficial.

A 2º Tenente Veterinária Raquel Tomé do BINFAE MN com o cão Bolt.

Este ano já foram realizadas outras operações dessa mesma natureza em outras penitenciárias. Uma delas ocorreu na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, situada em Boa Vista (RR). Na ocasião, foram utilizados três cães de faro de entorpecentes e um cão de faro de explosivos. Em outra missão, foi realizada a varredura na cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, sediada em Manaus (AM). Nesta, a equipe contou com dois cachorros, um para farejar drogas e outro para explosivos.

Durante as ações, foram encontradas substâncias entorpecentes e explosivos. As atividades vêm sendo realizadas de forma integrada com o Ministério Público, Exército Brasileiro, Polícias Civil e Militar, Secretarias de Estado de Justiça (SEJUS) e Bombeiros.

Fonte: FAB

Edição Pé de Poeira