Defesa & Geopolítica

Egito assinou um contrato para a compra de caças Su-35

Posted by

 Tradução e adaptação-E.M.Pinto

Sugestão- Rustam Moscou

O periódico Russo “Kommersant”, informou que a Rússia assinou um contrato com o Egito para o fornecimento de várias dúzias de caças multifuncionais pesados Su-35. O Kommersant destacou ainda que juntamente com os caças médios MiG-29M / M2 fornecidos ao Egito, eles devem aumentar significativamente o potencial de combate da Força Aérea Egípcia nos próximos anos.

Em nota o “Kommersant”, cita o trecho de uma entrevista a dois altos executivos de empresas do setor de defesa. Segundo eles, o acordo relevante, que implica o fornecimento de “mais de duas dúzias de aeronaves” e suporte para material de aviação ultrapassa o valor de cerca de US $ 2 bilhões, e este entrou em vigor no final de 2018 e podem começar a ser recebidos entre 2020–2021.

Os interlocutores do “Kommersant” se recusaram a divulgar o custo do contrato, mas observaram que este garante a utilização da capacidade do fabricante da aeronave, a Planta de Aviação Komsomolsk-on-Amur, por vários anos mais.

Um dos interlocutores do “Kommersant” salientou que as capacidades de produção da linha da fábrica permitem que a empresa produza cerca de 20 dessas aeronaves para as necessidades das forças aeroespaciais russas sem problemas entre 2019-2020.

Porém a Rosoboronexport absteve-se de comentar sobre este fato.

Nos últimos anos, o Egito tem sido um dos maiores compradores de uma ampla gama de armas e equipamentos militares russos. Esta atividade está diretamente relacionada com a figura do presidente Abdel-Fattah al-Sisi, que chegou ao poder no Egito durante o golpe de Estado em 2013

Segundo fontes militares, o ex-ministro da Defesa al-Sisi, que substituiu Mohammed Morsi como chefe do Estado, percebeu rapidamente a real necessidade do exército de um rearmamento maciço.

Já em 2014, Moscou e Cairo assinaram um pacote de contratos de armas, implicando o fornecimento de vários sistemas de defesa aérea tais como sistemas antimísseis Antey-2500 e Buk-M2E, artilharia, armas leves e outras armas no valor de US $ 3,5 bilhões.

Assinado então o pacote de fato de contratos tornou-se o primeiro exemplo real da renovação da cooperação técnico-militar entre Cairo e Moscou desde 1972, quando conselheiros militares soviéticos deixaram o país a pedido do presidente egípcio Anwar Sadat. Posteriormente, vários contratos de armas icônicos foram concluídos como o acordo para o fornecimento de 46 caças MIG-29M / M2 (cerca de US $ 2 bilhões) e 46 helicópteros de combate Ka-52 (que custam mais de US $ 1 bilhão), ambos atualmente em andamento.

 

Fonte: kommersant

3 Comments

shared on wplocker.com