Defesa & Geopolítica

Irã inicia produção em massa de um “novo” míssil ar-ar

Posted by

Tradução e adaptação-E.M.Pinto

O ministro da Defesa do Irã, o Brigadeiro-General Amir Hatami, que esteve presente na cerimônia disse à emissora de tTV estatal Iraniana IRNN, que o “novo” míssil foi desenvolvido com base nas necessidades operacionais e em cooperação com a Força Aérea do Exército da República Islâmica. Ele acrescentou que o míssil melhorará as capacidades de combate da força aérea do exército iraniano.

Denominado “Fakour-90”, o “novo míssil é classificado como uma arma ar-ar de médio alcance (BVR), projetado e fabricado com base nas mais recentes tecnologias do mundo, disse o ministro. O míssil foi revelado e testado com sucesso em 2017, acrescentou.

Vídeo- Sugestão- Praefectus

O Fakour-90, que é baseado no AIM-54 Phoenix o qual é usado no F-14 Tomcat para interceptar e destruir alvos ar-ar.

O míssil foi criado pelo Exército Iraniano, pelo Ministério da Defesa e pela divisão de Logística das Forças Armadas e pela Força Aérea.

Os meios de comunicação iranianos relatam que a República Islâmica fez grandes conquistas neste setor de defesa e alcançou a autossuficiência na produção de equipamentos e sistemas militares essenciais nos últimos anos.

No passado o Irã encomendou um total de 714 mísseis AIM-54A para uso nos seus 80 F-14 encomendados. No entanto apenas 284 mísseis operacionais e cerca de dez inertes para missões de treino foram entregues, os restantes foram embargados devido a  eclosão da revolução Islâmica. Ao abandonaram o país, os técnicos americanos ainda haviam conseguido sabotar 16 mísseis. Especulava-se que em 1996 já não havia mais nenhum AIM-54A operacional.

O AIm-54 foi alegadamente empregue pela Força Aérea Irania no conflito Iran Iraque, a mesma atesta que a arma teria logrado cerca de 25 vitórias. Algumas fontes atestam que os resultados teriam sido ligeiramente inferiores.

Teerã estabeleceu um programa de desenvolvimento de armas durante a guerra Irã-Iraque na década de 1980, para combater o embargo de armas imposto a ele pelos EUA e seus aliados ocidentais. Desde 1992, o Irã fabrica seus próprios carros de combete, veículos blindados, mísseis, radares, barcos, submarinos e aviões de combate. O Irã também revelou seu primeiro veículo aéreo não tripulado (UAV) de longo alcance em 2010.

 

Fonte: Defence Az

32 Comments

shared on wplocker.com