Defesa & Geopolítica

Soldado Kozel Filho – 50 anos

Posted by

Jun 2018

Este é um encontro de soldados. Um encontro para reverenciar uma vida interrompida, em circunstância brutal, na fase mais rica da sua juventude.

A morte do Soldado Mário Kozel Filho, em 1968, foi consequência do ambiente da guerra fria que se refletia no mundo e penetrava no Brasil. Um período de entusiasmos artificializados,  de intolerâncias incitadas  e  de paixões extremadas que faziam os brasileiros míopes para a realidade civilizada.   Foi um tempo que nos dividiu,  que fragmentou a sociedade  e nos tornou conflitivos.

A fratura da sociedade é uma experiência para ser lembrada.  Nos deixou ensinamentos que não podem ser esquecidos ou negligenciados. 

Aquele incidente com o Soldado Kozel, vitima inocente do terrorismo, nos obriga a exercitar o maior ativo humano – a capacidade de aprender.

Agora é um momento que nos aconselha, aos brasileiros e às instituições, a prudência nos ânimos, que pede sabedoria para iluminar o futuro e, principalmente, exige a união dos esforços para construí-lo.

O momento em que vivemos aconselha a interrupção dos fracionamentos induzidos pelas politicas identitárias trazidas no bojo das ideologias contemporâneas, é necessário que as instituições cumpram os papéis que lhes são destinados e impõe a submissão das querelas pessoais e institucionais subordinando-as aos interesses da nação de forma a colocar o Brasil acima de tudo.

Este é o legado do soldado Kozel.

7 Comments

  1. Capa Preta says:

    Belíssima iniciativa em memoria deste mártir do exercito brasileiro. Serve para mostrar muito bem quem são os verdadeiros inimigos e que medidas devemos tomar quanto a eles.

  2. jnpnhr says:

    Soldado Mário Kozel Filho, seu sacrifício não foi e nunca será em vão. Estaremos sempre atentos para a oportunidade de cortar a cabeça da cobra terrorista covarde que se disfarça na política atual. Obrigado pelos seus serviços. Brasil acima de tudo. Aço!

  3. EXILADO says:

    E pensar que uma das autoras desse crime bárbaro em tempo de paz, ou seja, TERRORISTA, foi eleita para o cargo maior destepaís !!!… isso prova muita coisa… prova que NÓS, brasileiros, não temos VERGONHA NA CARA !!!…

  4. Marco says:

    Parabéns ao Exército Brasileiro pela justa homenagem a um verdadeiro herói brasileiro, que tombou vítima de CRIMINOSOS.

    Estes criminosos primeiro tentaram posar de democratas para chegar ao poder, depois posaram de vítimas para receber polpudas indenizações.

    Mas o tempo passou e quando o sujeito é podre não se pode disfarçar por muito tempo. Voltaram a fazer, no poder, o que sabem de melhor COMETER CRIMES.

    Porque a tal corte de direitos humanos culpou o Brasil pela morte do comunista Herzog e nunca falou nada sobre o assassinato do 3º SGT KOZEL?

    Salve a mémória do 3 SGT KOZEL – Herói do povo brasileiro
    Salve 31 de março de 1964.
    ABAIXO O FORO DE SÃO PAULO

    • EXILADO says:

      AD SUMUS…

  5. HMS TIRELESS says:

    Tal como o Estudante Edson Luiz de Lima Souto, assassinado no Restaurante Calabouço no mesmo ano, mais uma vítima de uma guerra inútil.

    • Retrovirus says:

      Guerra inútil e enganadora de uma geração toda que entregou a própria vida para uma tolice que, se pudessem observar o futuro, não dariam a menor bola… foram enganados pelo demônio vermelho a se alinharem em uma luta fratricida que causou sofrimento de ambos os lados para que meia dúzia de espertos se dessem bem no poder…

shared on wplocker.com