Categories
Aviação Brasil Defesa

FAB transporta 16 toneladas de medicamentos para minimizar desabastecimento

Remédios foram transportados de Minas Gerais para Pernambuco
Publicado: 28/05/2018 21:25
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Emília Maria
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Gabrielli – Revisão: Cap Oliveira

Duas aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram, na tarde desta segunda-feira (28) do Galeão (RJ), para transportar 16 toneladas de remédios de Montes Claros (MG) para Recife (PE). A missão acontece em apoio ao Ministério da Saúde, com objetivo de minimizar os efeitos do desabastecimento provocado pelas manifestações em todo o país. A primeira aeronave chegou à cidade mineira por volta de 18h25 e militares do 55º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro ajudaram no carregamento do avião. O pouso em Recife (PE) aconteceu por volta das 4h desta terça-feira (29).

O Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte  (1º/1º GT) – Esquadrão Gordo – foi acionado para a missão que, segundo nota do Ministério da Saúde, visa a “dar continuidade aos atendimentos de urgência e emergência, hospitais, transporte sanitário, rede de hemoderivados e insumos, rede assistencial, entre outros, durante paralisação dos caminhoneiros”.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, todos os estados estão sendo acompanhados e as demandas, mapeadas para atendimento das necessidades com o apoio das forças federais, estaduais e municipais.

Operações Integradas

O transporte de medicamentos pela FAB faz parte da Operação São Cristóvão, criada pelo Ministério da Defesa (MD) por meio da Diretriz Ministerial nº 6/2018. As ações em relação a esta operação são emanadas do Gabinete de Operações Integradas, coordenado pelo MD e com a participação de outros ministérios e agências governamentais.

Fotos: Cabo Henrique Moraes Alexandrino / CINDACTA III

Militares do Exército ajudaram na logística com os medicamentos

Aeronave Hércules sendo descarregada em Recife

5 replies on “FAB transporta 16 toneladas de medicamentos para minimizar desabastecimento”

BLUE EYES, NA RESISTÊNCIAsays:

A FAB fazendo a sua parte…

marcio costasays:

Agora o Governo faz esse circo, colaca a fab para transportar medicamentos.
Mas a muitas pessoas morrendo em todo território brasileiro por falta de medicamento, todos os dias.
É brincadeira… essa é a nação de m… que merecemos.

Dizem por ai..rsrsrsr .. que até papel higiênico vai faltar … É !! ……não ficarei surpreso se no futuro bem próximo…rsrsr … muitos braZleiros retribuirão a visita que os venezuelanos fazem ao braZil …parece que a maldição que os catimbozeiros do golpe vai se concretizando aos poucos ” o braZil vai ficar venezuelano ” … MEUS PARABÉNS…estão conseguindo .

Mundo Velho Não Tem Jeito

Onde é que nós estamos oh meu Deus tem dó da gente, mundo velho já deu

Flor carunchou toda a semente, virou um rolo de cobra serpente engole

Serpente, quem vive lesando a pátria dando pulo de contente e o pobre

Trabalhador é o escravo na corrente.

Estão matando e roubando é conflito permanente, um bandido entrou num

Banco armado até os dentes, chorou no colo da mãe a criancinha inocente,

Mas ele achou que a criança perturbava o ambiente, assassinou a mãe e filha

Foi um quadro comovente.

Tem família num bagaço, fingindo viver contente, a alegria é só por fora

Mas por dentro é diferente, é filha desmiolada que casou com delinquente, é

Um genro pé-de-cana, que não gosta do batente, onde tem ovelha negra,

Desmorona um lar decente.

O mundo virou um vulcão, e cada vez fica mais quente, não há nada que

Esfrie, quero ver quem me desmente, um grande estoque de bombas,

Crescendo diariamente, quando estourar todas as bombas ninguém fica pra

Semente, mundo velho não tem jeito, vira cinzas brevemente.

O mundo já está encardido e não adianta detergente, a sujeira desafia até

Soda e água quente, num lugar morre de sede e no outro morre de enchente

Oh mestre lá nas alturas, meu meu senhor onipotente, seu poder é infinito,
Protegei a nossa gente.”.

Tião Carreiro

O Mundo Velho Não Tem Jeito

Onde é que nós estamos Óh meu Deus tem dó da gente
Mundo velho já deu flor carunchou toda a semente
virou um rolo de cobra serpente engole serpente
quem vive lesando a pátria dando pulo de contente, o pobre trabalhador….. é o escravo na corrente

Estão matando e roubando é conflito permanente
um bandido entrou no banco armado até os dentes
chorou no colo da mãe a criancinha inocente
mas ele achou que a criança perturbava o ambiente, assassinou a mãe e filha… foi um quadro comovente

Tem família num bagaço fingindo viver contente
a alegria é só por fora mas por dentro é diferente
é filha desmiolada que casou com delinqüente
é um genro pé-de-cana que não gosta do batente, onde tem ovelha negra…. desmorona um lar descente

O mundo virou um vulcão e cada vez fica mais quente
não há nada que esfrie quero ver quem me desmente
um grande estoque de bombas crescendo diariamente
quando estourar todas as bombas ninguém fica pra semente
mundo velho não tem jeito… vira cinza brevemente

O mundo já está encardido e não adianta detergente
a sujeira desafia até soda e água quente
num lugar morre de sede e no outro morre de enchente
ó mestre lá nas alturas meu senhor onipotente, seu poder é infinito….. protegei a nossa gente”…

Tião Carreiro

Comments are closed.