Defesa & Geopolítica

Índia próxima de assinar contrato de produção de fuzis de assalto russos AK-103

Posted by


O Exército Indiano decidiu adquirir um novo fuzil automático para substituir seus obsoletos fuzis de assalto INSAS ( Indian Small Arms System ) 5,56 × 45 mm de projeto indiano. De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Defesa indiano o governo selecionou o fuzil de origem russa Kalashnikov AK-103 7.62×39mm.

O Exército Indiano está analisando uma proposta tecno-econômica apresentada pela Rosoboronexport que concederia  uma licença de fabricação do fuzil de assalto Kalashnikov  AK-103  7.62 x 39 mm através de uma linha de produção instalada na Índia sob a iniciativa “Make in India”  a um custo estimado de US $ 1,9 bilhão.  A produção do AK-103 deve cobrir as exigências do exército indiano para a aquisição de 768.496 fuzis automáticos para o exército. Outros 50 mil fuzis compõem as necessidades da Força Aérea e da Marinha Indiana.

Segundo o Ministério da Defesa indiano, a mesma recorrerá à importação direta de 150.000 unidades do AK-103 que serão adquiridos diretamente do fabricante para cobrir as necessidades mais urgentes da Força. Além da linha de montagem dos fuzis também seria instalada uma nova linha de produção para munições 7.62 x39.

Fontes da indústria de defesa indiana disseram que uma delegação de funcionários do Ministério da Defesa e da OFB (Ordnance Factory Board ) devem fazer uma viagem à Rússia neste mês, para visitar as instalações da Kalashnikov em Izhevsk e finalizar o acordo.

A proposta para a compra de fuzis AK-103, aprovada pelo exército, foi o resultado de negociações detalhadas entre representantes da Rosoboronexport  e a ministra da Defesa indiana, Nirmala Sitharaman, durante sua visita a Moscou no começo de abril. A Rússia ofereceu o AK-103 a Índia em 2017, quando o governo de Nova Deli  emitiu um pedido de informações ( RFI – Request for Information ) para a aquisição de um novo Fuzil de Assalto para substituir o INSAS.

O Ministério da Defesa da Índia propõe a fabricação dos fuzis de assalto AK-103 em duas instalações especiais construídas pela Kalashnikov em cooperação com a OFB em Tiruchirapalli, no sul da Índia, e na Rifle Factory Ishapore, em Ishapur, no leste da Índia.

Com Informações de Vishal Karpe, IDRW.ORG e Defense News

23 Comments

shared on wplocker.com