Defesa & Geopolítica

Austrália: Transferência de tecnologia para veículos blindados AMV35 8×8

Posted by

Tradução e adaptação- Ghost Plano Brasil

A BAE Systems e Patria selecionaram a RUAG para produzir um sistema de proteção avançada de alto nível para o seu veículo de reconhecimento de combate AMV35 (CRV), A transferência de tecnologia será feita da RUAG Suíça para a RUAG Austrália. O acordo aumenta substancialmente a capacidade da Austrália na área de soluções avançadas de proteção e significa o desenvolvimento de armadura balística para o veículo de combate AMV35 8×8 que será fabricado na Austrália por australianos.

A BAE Systems está juntando-se à RUAG para oferecer o seu veículo de reconhecimento de combate AMV35 8×8 (CRV) às forças australianas que desejam equipar-se com 225 veículos de reconhecimento e combate de nova geração. Se a oferta da BAE Systems Australia for selecionada pela Canberra, a RUAG fornecerá a armadura externa do futuro veículo australiano. O convite à apresentação das propostas para a fase 2 do programa Land 400 coloca os britânicos na concorrência com os alemães da Rheinmetall e, no campo da comunicação, podemos dizer que a vantagem é da BAE. Através de sua subsidiária australiana, a BAE promete construir 225 unidades no estado de Victoria.

Vários ministros de estado australianos também foram à sede da RUAG Austrália em 20 de fevereiro para apoiar a parceria entre os dois fabricantes europeus. Os alemães prometem construir o mesmo número do modelo Boxer, no estado de Queensland. O diretor-gerente da RUAG Austrália, John Yeager, disse que o projeto Land 400 criaria potencial para futuras oportunidades de exportação. Se o AMV35 for selecionado pela Austrália, a subsidiária da RUAG poderá oferecer sua tecnologia, desenvolvida e produzida na Austrália, para as forças do país, bem como para clientes estrangeiros, oferecendo benefícios econômicos para o Estado de Victoria. Yeager indicou com razão que a armadura foi desenvolvida pela empresa-mãe, RUAG Defence Switzerland e que já equipou outros exércitos ocidentais.

A empresa-mãe transferirá para a Austrália o know-how necessário para dominar a tecnologia da blindagem que seria a primeira na indústria de defesa do país. Na semana passada, a BAE Systems anunciou a assinatura de um Memorando de Entendimento com a Universidade de Melbourne, oferecendo aos seus alunos a oportunidade de concluir estágios e treinamento de aprendizado no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da BAE Systems. Fishermans Bend. Uma campanha final do governo de Victoria também foi lançada para a oferta da BAE Systems, com o Partido Trabalhista, colocando outdoors em Canberra para defender a indústria de defesa na região.

No âmbito do projeto, avaliado em US $ 5 bilhões (4 bilhões de euros), devem ser criados 2.000 empregos. Os fabricantes franceses também querem sua participação no bolo da Land 400 e para isso, a Safran e a MBDA juntaram forças em novembro de 2017 para oferecer a tecnologia MMP (míssil de médio alcance / anti-tanque) ao vencedor da Fase 2. A armadura balística selecionada para o AMV35 é um sistema de proteção multi-material que é testado em combate e comprovado.

O AMV35 é um veículo de reconhecimento de combate 8×8 desenvolvido conjuntamente pelas empresas de defesa Patria e pela BAE Systems. Essas empresas apresentaram uma oferta para o programa do Veículo de Recuperação de Combate do Exército Australiano (CRV), 225 veículos de sete variantes para as mais variadas funções serão baseadas em uma única plataforma equipada com sistema de armas comprovadas em combate.

 

Com informações de Armyrecognation

7 Comments

  1. Pingback: Austrália: Transferência de tecnologia para veículos blindados AMV35 8×8 | DFNS.net em Português

  2. GripenBR says:

    O Patria é excelente, mas transferência de tecnologia de mim para mim mesmo! Rsrsrs

    • TEREU says:

      não é a mesma coisa com a helibras…subsidiaria da airbus…

      • GripenBR says:

        Oh! Se é! E tem mais nessa lista ai.

  3. TEREU says:

    acho q é igual ao guarani…
    o patria diferencia-se dos outros blindados por causa da sua proteção.. que é de altissima de qualidade….foi testada em combate ,,,,com louvor…

    • Também acho que um cópia do outro, ou pelo menos um se esmera noutro, e dá para nós termos uma noção como fica o Guarani 8×8, que está caindo de maduro, para oferecimento de outra versão do Guarani.

    • Gabriel says:

      Não é igual não! O Guarani é uma viatura barata projetada para equipar o EB em grande quantidade com manutenção de baixo custo e bem menos proteção para a tropa.

shared on wplocker.com