Defesa & Geopolítica

ADSUMUS: Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE) completa 61 anos

Posted by

Militares desfilam em continência ao Comandante da Marinha

No dia 8 de Fevereiro, foi realizada a cerimônia alusiva ao 61° aniversário da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE), presidida pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira.
A ordem do dia, lida pelo Comandante da Força dos Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante, fuzileiro naval, Cesar Lopes Loureiro, destacou a história da FFE e o importante papel da Força ao longo dos seus 61 anos: “A criação da Força de Fuzileiros da Esquadra, em 1957, foi o resultado concreto da modernização das forças operativas de fuzileiros navais, previstas no regulamento de 1950, rompendo os paradigmas até então existentes, estabelecendo, de maneira definitiva, a vocação anfíbia dos fuzileiros navais.
Ao longo dos últimos 61 anos, mercê de constante evolução impulsionada por gerações de combatentes anfíbios, a FFE passou a ser conhecida no cenário nacional e internacional por suas atuações, dentre elas: na República Dominicana, de maio de 1965 a setembro de 1966, integrando a Faibrás; em Angola, de 1995 até agosto de 1997, contribuindo com quatro contingentes, integrando a Unavem III; e no Haiti, de maio de 2004 a 2017, integrando a Minustah, contribuindo decisivamente para o sucesso da missão naquele país.
Referente ao cenário interno, a FFE exerceu importante papel nos grandes eventos ocorridos no país, como: Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, em 1992; a Jornada Mundial da Juventude, em 2013; nas Copas das Confederações em 2013 e do mundo, em 2014; e nos jogos olímpicos e paralímpicos em 2016, contribuindo decisivamente para o êxito do País na realização desses grandes eventos. A FFE participa também ativamente de operações de garantia da lei e da ordem em todo o território nacional, em apoio aos órgãos de segurança pública estaduais.
A FFE também está apta a realizar operações humanitárias, quando atuou em apoio às populações do Chile, afetadas por um terremoto de grandes proporções em 2010, e nas enchentes que devastaram a região serrana fluminense, em 2011. A capacidade de operar nos mais variados espectros de conflitos, organizada em grupamentos operativos de fuzileiros navais, dimensionados para as características e peculiaridades de cada missão, tornam a Força de Fuzileiros da Esquadra uma Força expedicionária por natureza, com grande poder de combate e permanência nas ações.”
A cerimônia foi encerrada após o desfile da tropa em continência ao Comandante da Marinha.

Cerimônia alusiva ao aniversário da FFE

Comments are closed.

shared on wplocker.com