Categories
Uncategorized

Ex-capitão do Bope Paulo Storani critica Pezão e afirma: “não vai resolver em dez meses um cenário de décadas”

O ex-capitão do Bope Paulo Storani afirmou, em entrevista exclusiva à Jovem Pan, que a intervenção no Rio de Janeiro é, na verdade, uma intercessão do governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, e não da segurança pública. De acordo com ele, a ação ocorre devido à “incapacidade e incompetência já demonstrada”.

Storani disse ainda que não acredita que a intervenção federal vai surtir efeito na segurança do Rio de Janeiro. De acordo com ele, “não vai resolver em dez meses um cenário construído ao longo de décadas”.

“Nós temos uma legislação permissiva, voltada para proteger bandidos e fazer com que ele continue sendo bandidos. Pode chegar, depois de dez meses de intervenção, à conclusão que vários foram presos e colocados em liberdade para responder pelo crime para o qual foram presos e que sequer retornaram para dar continuidade ao processo”, afirmou o ex-capitão do Bope.

Storani defendeu ações sociais para resolver, em longo prazo, o problema da criminalidade do Rio de Janeiro.

“Não pode se limitar a ação de polícia. Tem que ser acompanhado de ações pra atender àquela população local, que são as famosas ações sociais, pelo menos pra intervir esse círculo vicioso que alimenta o crime no Rio de Janeiro. É o jovem ter o crime como opção, não ter outra oportunidade. É a falta de tratamento ou criação de oportunidade não só pro jovem, mas para aquelas pessoas que estão desempregadas nas comunidades. É a gente pensar em outras formas de agir e não em contenção policial, que é o que tem sido feito nos últimos 30 anos e estamos agora provando que não é a solução”, explicou.

Carnaval

O Rio de Janeiro registrou diversas ocorrências de assalto, roubos, furtos, entre outros crimes durante as festas de carnaval na cidade. De acordo com o ex-capitão do Bope, Pezão foi informado de uma ação que poderia ter reduzido os casos de violência, mas não considerou a ação.

“Antes do carnaval, houve uma reunião com a cúpula da segurança pública e o governador, e uma recomendação de desmobilização de boa parte das UPPs e redistribuição dos efetivos das UPPs para os batalhões da Polícia Militar, inclusive, para reforçar a atividade rotineira, que é o policiamento ostensivo, é o policial na rua, inclusive se preparando para o carnaval. Foi negado pelo governador do Estado”, revelou Storani.

Durante o feriado, Pezão e Crivella, prefeito do Rio de Janeiro, viajaram. O governador estava em outra cidade do estado, já o segundo, estava na Europa buscando “soluções tecnológicas” para a segurança. Após o carnaval, Pezão admitiu que o Rio não estava preparado para receber o carnaval no que diz respeito à segurança.

Fonte: Jovem Pan

     

    20 replies on “Ex-capitão do Bope Paulo Storani critica Pezão e afirma: “não vai resolver em dez meses um cenário de décadas””

    ………….o ex-capitão tem toda razão…as leis e sua porta-voz a “justiça” são extremamente débeis e só mantem a função de criar mais bandidagem….aplicação de “tornozeleira eletrônica”, “pena de pagamento de cestas básicas”, “pena reduzida por bom comportamento”, “visita de advogado “pombo-correio” a detentos de alta periculosidade nas ditas ‘prisões de segurança máxima’, “pagamento de fiança pra traficante” é um cortejo de pulhas e balelas pra enganar o povão que acredita piamente…talvez o Exército consiga manter paz durante algum tempo porém pra acabar VERDADEIRAMENTE, teriam que existir só duas medidas drásticas: trabalhos forçados ou pena de morte…quando o Exército sair das ruas a canalha voltará com fôrça redobrada….Ministério da Segurança Pública???….mais um cabide de emprêgo pra cair nas costas do contribuinte…….lastimável……

    Ele está corretissimo! Não vai resolver absolutamente nada….operação de guerra é uma coisa muito diferente de operação policial. O Exército não tem formação nem experiência em operações policiais…assumiram com poderes inferiores aos de um secretário convencional.

    Quanto ao ministério , eu até sou a favor , mas que seja conduzido por gente que seja da área e não milico.

    O Rio que cheira é o Rio que chora, simples assim.

    Já falei e volto a repetir, helicóptero com meia tonelada de pó não da nada e o pau canta no lombo de pobre. Quem lava o dinheiro do trafico ? Quem ganha com o trafico ? Não venham me dizer que aquele pessoal da comunidade ganha milhões vendendo pó pra ficar desfilando com um AK-47 vestindo uma bermuda e chinelo de dedo, me conta outra. Se o dinheiro que o trafico rende ficasse na favela aquele lugar era melhor que o Leblon.
    * em São Paulo o crime é bem mais organizado, em 2006 teve aquele feriadão em 12 de maio e ninguém mais ouviu falar e não houve necessidade de outro feriadão. Manda que pode e obedece quem tem juízo.
    ** o motivo mais forte para se acabar com a CPMF foi o da lavagem de dinheiro, ela dificultava em muito esse processo.

    Sds

    Mais é craro kkkkkk falou uma obviedade! Isso ai é pra acalmar a Globo! Hoje mostraram imagens dos blocos no Rio. Lotados, e as pessoas me pareciam bem preocupadas com a violência nas favelas. É muito confete pra pouca ação efetividade.

    Espero que o exercito nao se deixe usar pelo lixo da Globo, e depois ser jogado na lixeira dela.

    cabeça de Jarrosays:

    É preciso ter justiça social

    A ordem economica financeira mundial tem sido sustentado pelo trafico de narcotico desde os meado do seculo XVIII. A maioria dos pobres que traficam morrem ou sao presos,mas poucos sobrevivem e se tornam senhores respeitados da alta sociedade. Essa e a historia social da Inglaterra, o Opio, que fez a fortunas de muitos de seus grandes bancos, da Franca, que nos ultimos 200 anos serviu-se to trafico de Opio dos paises asiaticos localizados no Sul da Russia, via Libano e Siria, para financiar suas Forcas Armadas e campanhas militar no exterior, a historia dos kurdos, turcos, armenios e acima de tudo dos judeus. Estes sempre ocuparam o ponto mais alto na piramede constituido de traficantes de narcoticos. Nos EUA criou-seo vinculo entre a Mafia Cosa Nostra, a Mafia judia e a Mob,organizacoe criminais constituidos de norte americanos anglo saxonicos, irlandes e Negros e as Forcas Armadas e os diversos Servicos de Inteligencia, nao so a CIA, para o trafico de narcoticos e armamentos, trafico esse que envolve o FBI, o DEA, politicos, snadores, governadore e mesmo presidente da Republica Desnas de livros e centenas de artigos foram publicados sobre o assunto. Eu mesmo possuo uma boa biblioteca sobre o assunto. Colombia, Argentina, Bolivia. Paraguai, Chile, Peru, sao paises cujaboa part das suas classes sociais da alta, a burguesia, estao envolvidos no trafico de cocaina e mesmo heroina. No Brasil foi famoso na Europa o caso do Delegado do DOPS Sergio Fleury, que trabalhava para a a Mafia de Corsiga, sediada em Buenos Aires e Assuncao, que servia-se de cidades como Rio Janeiro e Sao Paulo, para traficar heroina vindo da Asia, via Europa para os EUA. E a famosa Conexao francesa,que foi tema de um filme em 1970. Podem soltar uma mini bomba atomica nos morros daa favelas e reduzilas em cinza, favelados, mas o trafico de narcotico continuara, porque o entorpecimnto mental das populacoes foi a maneira pela qual o sistema capitalista em decadencia, que nao consegue oferecer trabalho util para a maioria da populacao, consegue manter a populacao calma, apatica, obediente que cantando e dancando e narcotizado marcha rumo a escravidao. So um adendo, a, Agenda 21, formulados pelas Elites das Elites mundial, planeja reduzir populacao mundial para menos de um bilhao de pessoas.

    Eu poderia acrescentar as palavras de um General do EB, criticando a Globo, como agente a servicos dessa Elite das Elites mundial, agindo bpara destruicao dos valores tradicionais que formam as bases da ordem social brasileira. Infelizmente eu nao tomei notado nome desse General, mas eu o ouvi no Youtube.Essa propagacao atraves a Midia, do consumerismo, hedonismo, relaxamento da moralidade, do egoismo, as novelas, musica e dancas populares, que fazem uma boa parcela da populacao brasleira consumidores de narcoticos.

    Rapaz, já ouvi dizer que há diferença até entre a reportagem no jornal Nacional e o jornal, tbm global, da Globonews. Como o povão ~que tem tv paga não curte ver Discovery’s da vida pra adquirir conhecimento muito menos canais de jornalismo. Trágico!!!

    A Máquina Trollsays:

    e olha lá porque até a programação da tv paga tá começando a ficar do mesmo jeito viu…é só programa de formato “reality show”….tá uma verdadeira praga….rs…

    A Máquina Trollsays:

    Reparem como estes arrastões generalizados de bandidos ocorrem em um estado e depois de um tempo nós vemos ocorrer em outro…Espírito do Santo, RN e agora RJ…presta atenção…e ai paladinamente aparece o governo com a “força nacional” pra decretar “intervenção na segurança pública e salvar a sociedade do caos”…senhores…tudo isso dai não passa de mais um circo montado por este governo pilantra para instaurarem um Estado Policial no pais…pra evitar acontecer aqui as mesmas revoltas e manifestações que estão havendo lá em Honduras agora…pois as eleições do pais foram fraudadas na cara dura…é o mesmo que intentam implementar aqui…

    Lula só não foi preso ainda porque temem uma revolta geral da maioria do povo deste pais…ou prenderão e cassarão os direitos políticos dele e do seu partido ou então fraudarão as eleições como fizeram lá em Honduras…e em ambas circunstâncias eles esperam e se preparem por uma eclosão de distúrbios e conflitos no pais para controla-la…

    estão usando facções criminosas com ramificações por todo o pais para realizar estas ações e assim fabricar pretextos ou justificativas para implementarem um Estado Policial no pais…pois como já é bem manjado neste pais essa gente tem envolvimento com o crime organizado e o trafico…é notório o envolvimento de grande parte de juízes e do alto escalão do judiciário neste pais com facções criminosas, principalmente no sudeste…é comum e notório juízes que atuam a serviço do crime organizado ou que vendam sentença pra bandido ficar solto…

    na classe política não é diferente…os grandes tubarões do trafico de drogas deste pais são a maior parte políticos…a maior parte é envolvida com o crime organizado e com trafico principalmente os ligados aos partidos ditos de ‘direta’ ou ‘neoliberais’…seja por serem tubarões ou por buscarem curral eleitoral nas periferias…pois através das organizações criminosas que controlam as favelas eles conseguem angariar votos para suas campanhas eleitorais…vemos no pais ministros do STF ligados a facções criminosas e até candidatos a presidência envolvidos com o trafico de drogas e assassinatos encomendados…

    E La Vou Eu :

    https://www.youtube.com/watch?v=EZlVjT9GdQk

    A Máquina Trollsays:

    Não é preciso nenhum especialista para notar o envolvimento da classe dirigente deste pais com o crime organizado….Olha como as polícias são intencionalmente sucateadas, as leis brandas, infratores com inúmeras passagens e soltos a reviria…

    E porque o Bop top de merda não resolveu ?

    Vc não entendeu direito o que o capitão falou, desabafou…
    A Justiça brasileira é frouxa. A polícia prende e a lei solta.
    O BOP quase nada pode fazer nesse esquema a favor dos bandidos.

    Mas o maior culpado por toda essa bandidagem monstruosa é o POVO consumidor de centenas de toneladas mensais de drogas pelo país. No momento que a sociedade ACORDAR e parar de consumir essas porcarias, todo esse inferno social brasileiro vai praticamente acabar… Teremos a volta dos simples batedores de carteira.
    Ou será que nossos políticos e juristas vão acordar primeiro?
    Duvido! Muitos estão até o pescoço envolvidos.
    Só o povo mesmo para salvar o Brasil.

    A questão,tbm, é que ao parar de punir,advertir, os usuários, passou a simplesmente tratar todos como coitadinhos e liberou geral. Hoje se vê gente usar isso até na porta da casa da gente em plena luz do dia. Se há demanda a oferta aumenta uai e por isso o tráfico aumentou tanto. E como comentado acima pelo VIventtBR, o povo tem culpa total direta ou indiretamente.

    Comments are closed.