Defesa & Geopolítica

Aviador Naval brasileiro finaliza curso na Marinha dos Estados Unidos

Posted by

Capitão-Tenente Raggio

Em dezembro de 2017, mais um oficial aluno do Curso de Aperfeiçoamento de Aviação para Oficiais (T-1/2013), o Capitão-Tenente Ricson Raggio Mello, concluiu o curso E2/C2 Pipeline, na Marinha dos Estados Unidos.
Na fase inicial, foi realizado o curso intermediário em aeronave multimotor (T-44) na cidade de Corpus Christi – Texas, onde o oficial obteve conhecimentos sobre a aviação de transporte. Na segunda fase, o capitão-tenente participou do curso avançado em aeronave a jato (T-45C), em Kingsville, Texas, tendo como objetivo final a realização de pouso em porta-aviões.
Entre os dias 6 e 14 de dezembro, próximo à costa de Key West, Flórida, o Capitão-Tenente Raggio obteve a maior média entre os alunos que buscavam a qualificação para pouso a bordo, conquistando assim o prêmio Top Hook. A missão foi realizada no Navio Aeródromo Nuclear “USS George H. W. Bush”.
Com a conclusão do curso, o piloto retornará ao Brasil, onde receberá a asa de aviador naval e irá compor o futuro EsqdVEC-1, voando as aeronaves que realizarão a missão de COD/AAR.
Fonte:MB

5 Comments

  1. Pingback: Aviador Naval brasileiro finaliza curso na Marinha dos Estados Unidos | DFNS.net em Português

  2. Cabo Bruno says:

    parabéns! falta agora arrumarmos um porta avões pra ele…

  3. Foxtrot says:

    O cara foi enviado ao E.U.A para voar em um avião semelhante ao Brasília nacional ? Kkkkkk
    Lógico que essa “parceria” é importante, pois não temos Nae e nem aeronaves como o C2 Greenhalgh.
    Mas os gastos com treinamento desses pilotos poderiam ser diminuídos, eliminando etapas do treinamento que podem ser realizadas no Brasil.
    Até hoje não entendo o porquê não é ministrado o treinamento básico inicial para pilotos navais brasileiros nas escolas da FAB?
    Deixando o treinamento específico e avançado, para ser realizado na Us Navy.
    Mas Brasil né? Dá para entender sim !

  4. ……antes eram “cursos” ocasionais ou seja bajulação ocasional…de algum tempo pra cá esses tais “cursos” foram se”institucionalizando”….. daí, devagarinho,a bajulação, a lacaiagem, o vira-latismo, o puxasaquismo para com os ‘EU’ voltou a toda carga apresentando fenômenos incríveis como esse aí………………Brasil….quando serás um país sério???…….

  5. JOJO says:

    Claro, na sua formaco, teve que se embebedar com sua turma, participar do ritual onde um oficial entra nu dentro de um caixao de defunto, quando orgia homosexual ocorre, fellatio e outras coisas para cimentar o vinculo entre eles, e dai bye bye Brasil, meu senhor e o Tio Sam. Lord Samael.

shared on wplocker.com