Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Defesa EDITORIAL Meios Navais Negócios e serviços Sistemas de Armas

INS define Boeing e Dassault como concorrentes finais para o programa de aquisição de 57 caças navais

Imagem – Aviatia.net

 

Autor:

E. M. Pinto – Plano Brasil 

 

A Marinha Indiana (INS) iniciou oficialmente as discussões com a Boeing Defense e a Dassault Aviation para o mais ambicioso programa da aviação naval da atualidade.

A INS lançará o requisito para  por 57 caças multifuncionais para os seus porta aviões. Em 2017 a INS recebeu a proposta de quatro construtores internacionais, entretanto, apenas a Boeing e a Dassault foram confirmadas e estão sendo consideradas. Aparentemente, foram excluídas da lista a SAAB defence que apresentava a proposta do Sea Gripen indiano e a UAC MIG que apresentou o MIG 29K.

O programa denominado Multirole Carrier Borne Fighter (MRCBF), caça multifuncional embarcado em porta aviões, terá na solicitação de proposta (RFP) a condição de que os 57 caças navais a sejam amparados pelo modelo de Parceria Estratégica ainda em 2018. A INS ainda está refinando os requisitos antes de lançar o RFP.

Os caças foram definidos para o lançamento por catapulta (CATOBAR), o que pode confirmar as configurações dos futuros porta-aviões da Índia que atendem pela sigla IAC-2 cuja incorporação é planejada para correr em meados da próxima década.

Sobre  o Autor:

E.M. Pinto é Físico, Mestre em Física Aplicada e Doutor em Engenharia e Ciências dos Materiais, Professor Universitário editor do site Plano Brasil e de Revistas científicas  internacionais.

 

 

3 replies on “INS define Boeing e Dassault como concorrentes finais para o programa de aquisição de 57 caças navais”

Porradariasays:

Só uma dúvida: O MiG-29K está preparado para ser arremessado por catapultas a vapor ou eletromagnéticas?

César A. Ferreirasays:

Nope.

Comments are closed.