Defesa & Geopolítica

Dez policiais se formam no Curso de Operações Táticas Especiais 2017

Posted by

Sugestão Carlos Augusto

Dez alunos do Curso de Operações Táticas Especiais (Cote) 2017, ministrado pela primeira vez pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), formaram-se na manhã desta sexta-feira (12/12). A cerimônia de encerramento foi realizada na sede do Cope e contou com a presença do delegado-geral da Polícia Civil, Júlio Cezar dos Reis.

O curso teve como objetivo o aperfeiçoamento técnico e tático para os servidores no âmbito da Segurança Pública, com duração de aproximadamente 50 dias, com mais 700 horas/aula – dia e noite.


A turma inicial contava com 23 alunos de diversas regiões do Brasil, entretanto apenas dez concluíram o curso. Entre os formandos estão cinco policiais do Cope, sendo um delegado, dois policiais civis de Santa Catarina (SC), um de São Paulo (SP) e dois servidores da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Durante o curso os servidores participaram de operações na fronteira do Estado, Litoral do Paraná e na Capital, além de passaram uma semana no base da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) do Rio de Janeiro (RJ), onde puderam participar de duas operações reais em morros cariocas junto com o Exército Brasileiro.


Os alunos tiveram treinamento com todos os tipos de armamento possível dentro da atividade policial. Cada aluno realizou ao menos três mil disparos de arma de fogo dos mais variados calibres durante os 50 dias de curso. Além de aperfeiçoar técnicas de abordagens e buscas, instrução com explosivos, operações aéreas, entre outros.

Os servidores também tiveram a oportunidade de passar por um treinamento exclusivo, no qual foi realizado uma simulação de ataque a uma agência bancária, e os alunos tiveram que colocar todo conhecimento adquirido em prática a fim de conter a ação. E tiveram sucesso na atividade.


Para o delegado-geral da Polícia Civil, Júlio Cezar dos Reis, é um imenso orgulho participar da solenidade de encerramento desse curso. “Quero saudar a todos, aos 23 guerreiros que iniciaram essa etapa, e em especial, aos dez que concluíram. Quanto mais capacitado um policial estiver, melhor preparado ele estará para lidar com as mais variadas situações de risco e proporcionar segurança à população”, afirma Reis.

O delegado-titular do Cope, Rodrigo Brown, ressalta que é uma satisfação imensa concluir o primeiro Cote, realizado pelo Cope, e faz um retrospecto de 2017. “Foi um ano de intensos trabalhos, operações, prisões e uma redução expressiva na redução de crimes contra explosões de caixa eletrônico, enfim, o ano de 2017 foi de grandes realizações para a unidade e fechá-lo com o encerramento de um curso de importância nacional é muito gratificante”, finaliza Brown.

O aluno Henrique Augusto Lopes, do Departamento de Investigações Criminais (Deic) do Estado de São Paulo (SP), falou que além de realizar um sonho, foi uma experiência incrível participar do Cote/Cope. “O curso é de um nível elevadíssimo com os melhores instrutores do país. A gente passa por etapas realmente difíceis para chegar até aqui, mas é nesses momentos que é necessário superar a si mesmo. A importância disso tudo, além do conhecimento adquirido, é aprender a raciocinar na dificuldade, é isso que fará a diferença na atividade policial”, completa.

 

Fonte: Policia Civil do Paraná

shared on wplocker.com