Defesa & Geopolítica

A chinesa Beihang revela novo UAV TYW-1 capaz de atacar

Posted by

Richard D Fisher Jr – IHS Jane’s Defense Weekly

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

15 de Novembro de 2017

A china Beihang tecnologia de sistema de aeronaves não tripuladas revelou em 13 de Novembro o seu mais novo veículo aéreo não tripulado de reconhecimento habilitado ao ataque TYW-1 e, o que pareceu ser uma nova versão do UAV BZK-005 multi-multi propósito de longa duração  (MALE). A apresentação foi feita na nova fábrica da empresa na cidade chinesa oriental de Taizhou.

O TYW-1, que tem uma envergadura de 18 m, possui o mesmo motor, twin-boom e estabilizador externo do BZK-005, o último dos quais se acredita estar em serviço no Exército de Libertação do Povo (PLA).

Contudo, o TYW-1 de 9,85 m de comprimento e 2,5 m de altura tem um peso máximo de descolagem de 1.500 kg em comparação com os 1.250 kg do BZK-005. De acordo com relatos da mídia chinesa, o TYW-1 pode carregar uma carga útil de 370 kg, possui quatro pontos duros inferiores, tem um teto de serviço de 7,5 km, uma autonomia de 40 horas e pode alcançar uma velocidade máxima de 200 km / h.

O UAV também está equipado com um sistema eletro-óptico que pode supostamente ler uma placa de carro a 50 km de uma altitude de 5.000 m. Ele também possui sistemas de navegação e controle de linha de visão e satélite.

A empresa também mostrou o que parecia ser uma nova versão do BZK-005 com um sistema montado sob o nariz do UAV que poderia ser medidas de suporte eletrônico (ESM), um radar ou um sistema de comunicação.

Revelado em um cartaz no  China Airshow 2004, acredita-se que o BZK-005 esteja em serviço com unidades da Força Aérea da Marinha do Exército de Libertação do Povo (PLANAF), bem como com um grupo especial subordinado ao Departamento de Pessoal Conjunto da Central Comissão Militar.

No início de Abril de 2016, o BZK-005 foi detectado na Ilha Woody no Mar da China Meridional e, em setembro de 2013, uma aeronave foi interceptada por um caça F-15J da força de auto Defesa do Japão,  voando perto das ilhas disputadas de Senkaku / Diaoyu.

Fonte: Jane’s

shared on wplocker.com