Categories
Uncategorized

Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) do Rio de Janeiro formou seus novos Caveiras.

Sugestão Carlos Augusto 

Nesta sexta-feira, 10/11, o BOPE realizou a formatura do Curso de Operações Especiais (COEsp) de 2017 – categorias B (tenentes e sargentos) e C (cabos e soldados). Dos 45 combatentes que iniciaram o curso em julho de 2017, apenas 14 conseguiram concluí-lo, entre eles 02 oficiais e 12 praças.
Entre os novos caveiras, 11 são da Polícia Militar do Rio, 01 da PM do Mato Grosso (tenente), 01 da PM do Acre (cabo) e 01 da PM do Maranhão (soldado).

 

O COEsp teve início 1978, onde através de instruções de alto padrão, busca colocar na vanguarda tecnológica e operacional policiais militares que irão atuar nas mais difíceis e arriscadas missões no campo da segurança pública. Possuindo uma carga horária de mais de 1.400 horas de instrução durante 18 semanas, o curso é elencado como o mais completo e o mais difícil dentre os cursos do mesmo gênero em todo o território nacional.
O BOPE formou em 39 anos, 404 Operações Especiais.

Fonte: Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da PMERJ via Facebook

14 replies on “Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) do Rio de Janeiro formou seus novos Caveiras.”

bravo zulu aos novos caveiras

1maluquinhosays:

Infelizmente com a crescente demanda da Segurança Publica do Estado foi necessario um efetivo maior na corporação que passou inclusive a atender outras cidades do Estado do Rio de Janeiro,o mesmo se passou com o Choque. Mas no caso do BOPE o acrescimo infelizmente introduziu desvio. Anteriormente jamais havia sido detectado nenhum desvio de conduta na corporação,muito seletiva e dedicada.
Hoje inclusive existe a intenção da criação de destacamentos do BOPE em algumas cidades do Estado.

Cláudio Severino da Silvasays:

Na última foto, vê-se uma soldado em uniforme preto. Ela também pertence ao BOPE? Existe mulher no BOPE?

1maluquinhosays:

Claudio o uniforme original do BOPE é o preto,os demais são posteriores e adequados.
Quanto a mulheres na fileira do BOPE ainda não vi ou ouvi falar ate que apareça a primeira guerreira que suportar o treinamento,pois inexiste alivio.
Ja ouvi dizer de mulheres de outras corporações participando de cursos expecificos lá.
Ate mesmo no Choque é dificil ter mulheres mas no BAC tem.

1maluquinhosays:

São burocraticas e da area de saude. Na linha de frente do BOPE e do Choque não tem nenhuma.Ate o treinamento delas foi diferenciado. Ainda não surgiu realmente a primeira Caveira.

Adriano Corrêasays:

Enquanto o Rio de Janeiro não voltar a formar mais professores, médicos, diplomatas, engenheiros, arquitetos, psicólogos, escritores, músicos… etc…etc…

Formar mais caveiras não vai adiantar muito!

Estão formando matadores, em vez de educadores.

1maluquinhosays:

Não fale asneiras Francisco. O BOPE inclusive exporta ate tecnicas de medicina em combate e realiza cursos para varias policias do Brasil e do mundo.
O BOPE do RJ é referencia em segurança publica no mundo.
Hoje nada se faz sem haver segurança. Hoje o primeiro quesito de tudo é segurança para que possa haver educação e saude inclusive.

economia do país destruída pelos corruPTos
limpa essa tua boca suja que quem destruiu a economia foi vocês seguindo o grande pato amarelo
a mando de aecio e cunha/temer

Deixa de ser trouxa seguidor fanático da OrCrim do ABC! O ParTido de vocês destruiu a economia ao institucionalizar a corrupção, transformar o BNDES em lugar de mamatas para empreiteiros e também ao interferir demais na economia (vide o setor elétrico)

a lavagem cerebral a nível de veja e globo acha que convence alguém com essa insistência de mula. vai se f….

Capa Pretasays:

Enquanto os professores, arquitetos, músicos, psicólogos, escritores não pararem de serem formados seguindo por exemplo as teorias de Marcuse, que diz que crime e ferramenta revolucionária vão ser necessários muitos caveiras ainda.

Malditos generais burros, positivistas cegos e analfabetos ideológicos que perderam a guerra cultural :/

Como o curso é da PM, acredito q esse seja o melhor que a instituição possa oferecer… Mas se quer professores, músicos, arquitetos, etc, etc… Não é aqui que vai encontrar, criticar e apontar o dedo é fácil, mas é demagogia falar q vai resolver o problema colocando estes no lugar daqueles… Cada um tem sua importância e papel na sociedade… “Estão formando matadores”… Pega os educadores que vivem apanhando nas escolas e coloca p subir o Morro… Tem muita gente que acredita em conto de fadas mesmo… Cada um atua na sua área… Se a muito tivessem investido na educação, não teríamos que investir tanto em segurança pública e privada…

Comments are closed.