Defesa & Geopolítica

Após sucesso na Síria governo russo encomenda nova versão do Sukhoi Su-25, o Su-25SM3

Posted by

Após sucesso de operações na Síria, Forças Aeroespaciais da Rússia encomendaram novo modelo da aeronave Su-25.
A nova versão modernizada do avião de apoio às tropas terrestres Su-25SM3 Grach (gralha-calva, em russo) teve sucesso nos testes em combate.

Durante a operação militar na Síria, os Su-25SM3 realizaram tarefas militares junto com os bombardeiros Su-34 e caças Su-35S contra o Estado Islâmico.

“Se for preciso transportar uma carga pequena, é mais lógico usar um carro em vez de um caminhão militar. A mesma coisa acontece no exército: às vezes um pequeno esquadrão de caças pequenos é muito mais eficaz do que bombardeiros grandes com toneladas de bombas contra terroristas escondidos em bunkers”, diz o analista militar do jornal Izvêstia, Dmitri Litóvkin.

O novo Su-25SM3 deveria ter sido entregue às Forças Aeroespaciais russas no ano passado, mas o fabricante e o Exército decidiram realizar testes em condições de combate antes de encomendar novos aviões e modernizar todos os 200 Su-25 existentes.

Novos sistemas

O avião recebeu o novo sistema de segmentação SVP-24 Gefest, que aumenta a precisão das bombas não guiadas.

“Na prática, com esse sistema as bombas não guiadas se tornam muito mais precisas e a sua eficácia pode ser comparada à das bombas guiadas. Os sistemas SVP-24 podem ser integrados a qualquer Su-25 existente”, diz Litóvkin.

Além disso, o Su-25SM3 recebeu o sistema ótico-eletrônico SOLT-25 que melhora navegação do avião e permite realizar missões em todas as condições climáticas durante o dia e a noite.

“O avião recebeu um sistema de imagem térmica, bem como um localizador de alcance a laser. Esse sistema ótico-eletrônico é capaz de encontrar e seguir alvos (pessoas, veículos blindados, tanques, fortificações etc.) mesmo com nevoeiro ou chuva forte. O piloto só tem que pressionar um botão e o sistema encontra e destrói o alvo automaticamente”, explica Vadím Kozúlin, professor da Academia das Ciências Militares da Rússia.

O novo Su-25SM3 também recebeu o sistema de guerra eletrônica Vitebsk, que já está integrado em várias aeronaves de guerra russas, incluindo os helicópteros de combate Mi-28 e Ka-52.

De acordo com Kozúlin, esses três sistemas serão instalados em todos os aviões Su-25 existentes, e os dez primeiros aviões modernizados serão fornecidos às Forças Aeroespaciais russas até o final de 2017.

NIKOLAI LITÔVKIN

Fonte: RUSSIA BEYOND

Edição: Plano Brasil

Voou o primeiro dos cinco SU 25 SM3 modernizados até dezembro de 2016

17 Comments

  1. Pingback: Após sucesso na Síria governo russo encomenda nova versão do Sukhoi Su-25, o Su-25SM3 | DFNS.net em Português

  2. Gripen BR says:

    O Su-25 por hora será substituído pelo novo Su-25.

  3. Alvez8O says:

    Falando em projetos desenvolvidos na era soviética, como é o caso do SU-25…
    Topei com um artigo interessante para os curiosos sobre o assunto:

    -Tradução Google-
    https://translate.google.com/translate?sl=ru&tl=pt&js=y&u=http%3A%2F%2Frussian7.ru%2Fpost%2Fatomnye-puli-samyy-opasnyy-sovetskiy%2F

    -Link original-
    http://russian7.ru/post/atomnye-puli-samyy-opasnyy-sovetskiy/

  4. Alvez8O says:

    O SU-25 em suas versões atualizadas, continua sendo de grande utilidade, como provou seu desempenho na Síria,
    conjugando bem o famoso binômio, “custo/benefício”…

  5. ………….alguns aviões mesmo “antigos” quando modernizados e atualizados podem ter um desempenho muito bom….o MIG- 21 é um exemplo como o caça que mais se produziu de todos os tempos, desde 14 de fevereiro de 1955 na então União Soviética até 30 de março de 2017 em sua última versão chinesa Chengdu F-7….. é um modelo ainda operante em muitas forças aéreas………

    • sergio ribamar ferreira says:

      Concordo com o Sr. Dílson.

  6. Sanney says:

    Feliz eh o Peru que tem essa maquina de guerra voando e ja atuou na guerra da paquisha e senepá. Agora qual será o substituto real desse caça bombardeiro.

  7. Dudu says:

    O AMX é o nosso Su-25. Temos que modernizar os A-1 para que voem até 2040.

  8. BrunoFN says:

    Aki temos o AMX num mesmo patamar … a FAB poderia manter o A-1 … e tb tentar a aquisição dos AMX italianos …. mantendo assim ao menos 40 AMX por pelo menos mais 20 anos … Imaginar a FAB com 108 Gripens + 40 AMX + 95 ST .. estaria de bom tamanho

    • tomcat3.7 says:

      Eu penso o mesmo Bruno.
      Só por curiosidade, vc é fuzileiro naval da ativa???

      • BrunoFN says:

        sou sim .. a AMX modernizado ainda tem mt lenha pra queimar .. pega os italianos e deixa parte da nossa frota pra reposição de peças …..entre peças e caças os italianos devem ter em estoques +- 36 aparelhos ,q inclusive ja foi cogitado pra aquisição tanto no Iraque quanto no Afeganistão

  9. sergio ribamar ferreira says:

    Concordo com os Srs. Dudu, Bruno e tomcat3.7. AM seria excelente sua modernização. Gostaria que existisse uma versão naval. Há projetos? Obrigado

  10. sergio ribamar ferreira says:

    Errata: AMX…Obrigado a todos.

  11. sergio ribamar ferreira says:

    Excelente reportagem. site Plano Brasil de parabéns.

shared on wplocker.com