Defesa & Geopolítica

Sistema de mísseis terra-ar de última geração S-500 – ‘O “Prometeu” russo’

Posted by

Sistema russo de radares de alerta precoce

A Força Aeroespacial russa começará a receber sistemas de defesa antiaérea S-500 em 2020. A nova arma será muito mais sofisticada do que o S-400, que já está em serviço nas Forças Armadas do país.

“A principal diferença do S-500 reside em ter um sistema de ataque separadamente para alvos balísticos e aerodinâmicos. Podemos dizer que o S-400 é um sistema de defesa antiaérea que destrói alvos na atmosfera, isto é, a uma altitude de até 100 quilômetros. O S-500, por sua vez, é capaz de alcançar o espaço”

O analista militar Viktor Baranets, um dos que “monitoram os testes do novo sistema diz que o S-500 é adequado para aniquilar mísseis balísticos intercontinentais do inimigo a uma altitude de até 600 quilômetros”.

Ele esclarece que a arma russa pode até neutralizar alvos hipersónicos, ou seja, voando a uma velocidade cinco vezes superior à do som. Além disso, o “Prometeu russo” será capaz de destruir satélites inimigos em órbita baixa.

“O sistema tem um apelido muito bom, ‘Prometeu’. O Exército russo esperava por este sistema há muito tempo”, disse Viktor Baranets.

Segundo informou o comandante-adjunto da Força Aeroespacial russa, tenente-general Viktor Gumenny, a Força Aeroespacial russa começará a incorporar a nova arma de defesa antiaérea S-500 em 2020.

O S-500 pertence aos sistemas de mísseis terra-ar de nova geração e será capaz de interceptar mísseis balísticos, alvos aerodinâmicos (aviões e helicópteros) e mísseis de cruzeiro.

Fonte: Sputnik

Edição: Plano Brasil

 

 

shared on wplocker.com