Brasil – Petrobras na era Temer: estrangeiras avançam na nova divisão do poder do pré-sal

Representante de empresa confirma lance em leilão do pré-sal DIVULGAÇÃO

DANIEL HAIDAR

As petrolíferas estrangeiras se movimentaram nesta sexta-feira para garantir um lugar na nova divisão de poder do pré-sal após as mudanças nas regras para a exploração da maior reserva de petróleo do país. Nos primeiros dois leilões para exploração dos campos do pré-sal sem presença obrigatória da estatal Petrobras em todos os blocos ofertados, as gigantes mundiais do setor esquentaram a disputa, especialmente nas áreas que tiveram sinalização prévia de interesse da empresa brasileira. Foram arrecadados 6,15 bilhões de reais com as duas rodadas de licitação nesta sexta, cerca de 80% da pretensão inicial do Governo. Para duas das oito áreas em negociação não houve lances. O Governo federal e a Agência Nacional do Petróleo (ANP) comemoraram o resultado. “Esse leilão representa a retomada dos investimentos no setor”, afirmou Décio Oddone, presidente da ANP.

Os consórcios liderados pela Petrobras, com a participação de estrangeiras, venceram em três dos oito campos em disputa, incluindo o bloco de Peroba, na Bacia de Santos, que tinha as estimativas de petróleo mais generosas, de 5,3 bilhões de barris (leia detalhes abaixo). A segunda maior vencedora do certame foi a anglo-holandesa Shell, que lidera o consórcio que arrematou dois blocos. Já a norueguesa Statoil levou o último campo negociado nesta sexta. Tanto a Shell com a Statoil já operavam no pré-sal, mesmo sob as regras anteriores, mas o leilão marcou a volta de empresas ao mercado brasileiro, como a gigante norte-americana ExxonMobil, que ficou 40% da área arrematada pela companhia norueguesa.

Para levar um campo, o consórcio tinha que fazer a oferta mais generosa à União em termos de “óleo lucro”, ou seja, quanto da fatia do volume de petróleo que sobra após os custos de produção e investimento iria oferecer ao Estado brasileiro. Os consórcios com participação da Petrobras puxaram para cima as ofertas, ampliando o potencial arrecadatório da União do futuro. “O desenho anterior de leilão nunca geraria competição. Dessa vez, pelo menos algumas empresas disputaram áreas”, afirma o economista Helder Queiroz, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e ex-diretor da Agência Nacional de Petróleo (ANP). “O modelo anterior engessava muito a Petrobras. O resultado de agora confirma que ela está cada vez mais seletiva, com foco bem específico no pré-sal.”

Além de não exigir a participação obrigatória da Petrobras em todos os blocos do pré-sal, os leilões desta sexta-feira também exigiram menor percentual de conteúdo local na produção dos campos ofertados. Isto é, diminuiu o valor gasto com empresas brasileiras em serviços e projetos durante a exploração e a produção dessas áreas, o que, para o mercado, é considerado um alívio nos custos operacionais. Essas novas regras do pré-sal foram um atrativo para as petrolíferas estrangeiras, avalia Carlos Assis, sócio líder do Centro de Energia e Recursos Naturais da EY no Brasil e América do Sul. “Ninguém gosta de tomar decisão de investimento com algo compulsório colocado (a operação da Petrobras). Conseguir a operação é importante, permite criar diferenciais”, afirmou. Para o consultor, também há maior incentivo à concorrência e à inovação com novas regras. “A diversificação de empresas, pensando no desenvolvimento da cadeia, é muito importante. Não se afunila tudo em um só grande operador. Desenvolvem-se novos fornecedores, novas formas de fazer negócios e mais inovação”, afirmou.

Guerra jurídica e partilha

Os novos leilões do pré-sal sob o Governo Michel Temer (PMDB) marcaram uma nova era no setor petroleiro do Brasil, atravessado por ferrenha disputa política e ideológica. Nesta sexta, uma liminar da Justiça do Amazonas chegou a impedir a realização do certame até que o Governo conseguiu derrubar a medida. Movida pelo Sindicato dos Petroleiros do Amazonas, a ação contra os leilões protestava contra a não obrigatoriedade de participação da Petrobras.

A resistência dos sindicatos petroleiros ecoa a visão vigente nos Governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, quando a presença compulsória da Petrobras no pré-sal, descoberto em 2007, era defendida como um componente essencial para o crescimento do país. De lá para cá, a Petrobras passou por um furacão, incluindo os abalos provocados pela Operação Lava Jato. Com a empresa sem fôlego com o excesso de investimentos e o desequilíbrio nos preços da gasolina, o próprio Governo Dilma acabaria capitulando e negociando o fim da obrigatoriedade de participação da estatal na exploração da megareserva.

A volta das estrangeiras com força também marca o fim do sonho das grandes empresas nacionais privadas no setor. Uma das grandes apostas, o empresário Eike Batista turbinado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), está arruinado – Eike responde a ações penais em prisão domiciliar, mas perdeu seu império empresarial após uma série de apostas fracassadas e prejuízos milionários. Nos leilões desta sexta-feira, só uma empresa nacional estava inscrita, a Ouro Preto Óleo e Gás, do empresário Rodolfo Landim, ex-funcionário de Eike e ex-presidente da BR Distribuidora. Mas a empresa de Landim saiu derrotada no único lance que fez.

A CONFIGURAÇÃO NAS ÁREAS DO PRÉ-SAL LICITADAS NESTA SEXTA

No bloco de Peroba, na Bacia de Santos, que tinha as estimativas de petróleo mais generosas (5,3 bilhões de barris), o grupo liderado pela estatal brasileira saiu vencedor, com 40% de participação da Petrobras, 20% da chinesa CNODC e 40% da britânica BP Energy. O consórcio da Petrobras venceu com uma oferta em óleo excedente de 76,96%, ou seja, saiu vitorioso porque se comprometeu a entregar a maior parcela do petróleo produzido no campo à União, depois de descontados gastos de produção (esse volume é o chamado “lucro em óleo”).

Os consórcios da Petrobras também fizeram as ofertas mais elevadas nos outros dois campos em que a estatal também tinha manifestado preferência – neste caso, pelas regras em vigor, mesmo em caso de derrota, a Petrobras teria garantido 30% de participação na exploração das áreas. Na briga pelo bloco Alto de Cabo Frio Central, a Petrobras venceu com a BP que tinha também 50% de participação e uma oferta de lucro em óleo de 75,86%. No campo Entorno de Sapinhoá, a Petrobrás venceu com 45% de participação, divididos com a anglo-holandesa Shell (30%) e a sino-espanhola Repsol Sinopec (25%), com oferta de 80% de lucro em óleo. Esses foram os campos mais disputados e tiveram as maiores ofertas de lucro em óleo, puxadas pela estatal brasileira.

Entre as estrangeiras, a Shell liderou e consagrou-se operadora de dois campos. No bloco Sul de Gato do Mato, a Shell ficou com 80% de participação e a francesa Total com 20%, com 11,53% de oferta de lucro em óleo, o mínimo aceito na licitação. No campo Alto de Cabo Frio Oeste, a Shell garantiu 50% de participação, com 20% da chinesa CNOOC e 25% da QPI, do Catar, com uma oferta de lucro em óleo de 22,87%, também o percentual mínimo exigido. Já a norueguesa Statoil arrematou o campo Norte de Carcará, do qual será operadora com 40% de participação, divididos com a portuguesa Petrogal (20%) e a americana ExxonMobil (40%) com uma oferta de lucro em óleo de 67,12%.

Fonte: El País

 

 

 

53 Comentários

      • Você que fala de cartel ..rssr … deve está se referindo ao Estado de São Paulo, terra do presidente dos golpistas, onde os tucanos estão no poder por mais de 20 anos e que até a santa VAZAJATO não entra lá .

      • Estou falando da OrCrim que você venera e defende, e que ironicamente nasceu em SP,e do seu respectivo Aiatolá, Réu em 7 processos e já condenado em um deles……

    • É isso mesmo, o presidente dos golpistas o famigerado Michel Temer, para se safar das denuncias de corrupção que cai sobre ele, está vendendo o braZil a preço de banana para grupos sionistas mafiosos .. e isso é com o propósito para encher as malas dos políticos corruptos conservadores oligárquicos patrimonialistas … e fazendo com que o braZil regrida para época da escravidão .. é isso meso … para a época da … E S C R A V I D Ã O … e olha que isso … não é só uma força de expressão não viu .. deve ser por isso que os filhotes do golpe estejam tão envergonhado quando se fala mal do seu presidente miché

      • Mais uma coisa .. segundo as informações …, o presidente dos golpistas, o Michel temer …. em coluio com o congresso conservador patrimonialista de corruptos .. eles os golpistas … não ficarão só nisso .. a sacanagem contra o povão braSileiro …tem mais , lembrando que a entregação do pé-sal foi entorno de SEIS BILHÕES DE REAIS .. bem menor que se gastou para dar o golpe e encher as malas dos políticos golpistas … os sacanas golpistas irão vender para os sionistas mafiosos muita coisa a preço de banana , se não vejamos;
        .
        PRETROBRAX,ELEROBRAX,BRAZIL BANK,FEDERAL ECONIMIC BOX,BRAZIL POST … e se bobear iremos pagar impostos para os sionistas saxões … é o que mais sonham os sabujos tupiniquins e o pesadelo daqueles que ousaram em sonhar em um país soberano e independente .. triste fim de uma nação soberana chamado por Brasil….VALEU COXINHAS

      • Quem sonhou com um Brasil “soberano e independente”? A OrCrim do ABC? O Aiatolá de São Bernardo? Tá vendo como você é o idiota útil?

    • Enquanto isso o exército se preocupa com a Rocinha e com o Morro do Alemão. É brincadeira, as forças armadas trabalhando para elas próprias se tornarem meras polícias..

  1. “Onda de privatizações mira em belezas naturais do Brasil

    AFP 27 de setembro de 2017

    A onda de privatizações no Brasil se direciona para um enorme relicário de belezas naturais nas mãos do Estado, um filão inexplorado de centenas de ilhas, praias e parques naturais intocados para o turismo.

    O plano ambicioso é tocado pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão, que, na última terça-feira, recebeu a AFP em seu gabinete e afirmou estar convencido de que o Brasil deve reduzir a presença estatal na economia e acelerar as negociações para a chegada de grandes companhias aéreas e cadeias hoteleiras.

    “O Brasil tem centenas de áreas que são patrimônio da União e que não têm nada instalado e têm um grande potencial turístico”, afirmou Beltrão na entrevista.

    “Nosso objetivo é identificar essas áreas e transformar elas em áreas especiais de interesse turístico e lançar em concessão com a iniciativa privada. Ou seja, fazer um planejamento, onde vai ter bar, restaurante, shopping, hotel, resort, tudo aquilo que possa construir naquela área e com essas concessões. O governo vai arrecadar de áreas que estavam ali praticamente só servindo de paisagem”, completou. ”

    Apenas o militares poderiam acabar com tudo isso e impedir todo este desmantelamento e arrastão que estão fazendo com nossa nação…mas infelizmente estão em conluio com estes grupelhos e bandos criminosamente organizados…esta tudo nas escutas do Jucá…tudo isso só esta acontecendo porque estão dando apoio e cobertura…porque permitiram e apoiaram…as forças armadas estão tomadas de “Zé Cariocas”…estão completamente aparelhadas…patriotas e nacionalistas são minoria…

    em países como os EUA, o Nacionalismo e o Patriotismo são importantes e enaltecidos…em todos os países grandes estes sentimentos são ensinados e fomentados na sociedade pois para uma nação ser grande antes de mais nada o povo dela deve se respeitar e se valorizar…valorizar sua nação e identidade…mas aqui a mentalidade da maioria dos militares é de que o que é bom para os eua é bom para o brazil…é de entreguismo, vassalagem, submissão e subserviência a estrangeiros…

    O Brasil acabou senhores!!!…Não vejo futuro…O Estado está tomado por criminosos nas três esferas do Poder sendo impossível o Estado de Direito os enfrentar…Acreditava nas Forças Armadas mas ao que parece seus oficiais estão mesmo em conluio com tudo isso…Sem solução…Os que puderem deixar o pais serão os felizardos!…Desejo a todos Boa sorte e que consigam se manter…

    General Mourão- um lesa- pátria entreguista!! Defende submissão do Brasil as grandes potências! :

    https://www.youtube.com/watch?v=HmrrYkBaz0c

    • O papel dos militares, nesse episódio de entrega tudo, é infundir medo aos movimentos sociais para que o povo não tenha coragem de sair as ruas protestar contra esse entreguismo.
      É para isso que o Brasil manter suas forças armadas? para garantir a rapinagem dos estrangeiros?

  2. Oh! poderoso Pato Amarelo… guia-nos novamente ao Paraíso…onde existia uma multidão vestida de amarelo com o símbolo sagrado da CBF no peito…empunhando panelas e cantarolando marchinhas contra uma senhora que gostava de pedalar…..

    Reflita – Lobista da Shell orienta Relator antes de Comissão do Petróleo :

    https://www.youtube.com/watch?v=K7PpcroWETA

  3. Oh!! pato escondido em meio as panelas
    eu posso ver sua face amarela
    Nós não ouvimos mais as manifestações dos otários
    pois caiu a ficha e sabemos que não podemos tira – los
    Você não sabe o quanto eu sofro?
    assistindo minhas reservas acabando pouco a pouco,
    Estancaram a sangria e surgiu a podridão
    olho para direita e para esquerda e não vejo solução
    Resta apenas observar do alto de um planalto
    a galante figura de um PATO…

    Confira os prejuízos da privatização da Petrobras para os brasileiros :

    https://www.youtube.com/watch?v=4A0ljyqzOpI

  4. O atual golpe que impera no brazil é um dos mais desgraçados já surgidos na América Latina… todos desempenham seu papel dentro dos limites legais desde a tomada da presidência por esse Tumor Temer passando pelo moro e o ministro do STF….todas as canalhices atribuídas aos governos petistas são agora descaradamente praticadas pelos quadrilheiros que estão no poder e criminosamente sem nenhuma vergonha na cara dizem que querem “salvar” o país!…

    • Em um pais onde é cultural se levar vantagem a todo custo sempre vence quem financia governos corruptos…Quem pode com o domínio estrangeiro que para manter o controle e a influencia sobre o pais compram a tudo e a todos…de um jeito ou de outro…por bem ou por mal!..é por isso que o brazil é um pais que não tem inimigos externos…E nem precisa…O próprio brazileiro é inimigo…mais que suficiente…para o próprio pais…

      • Meu deus, como pode escreve tanta besteira…pelo seu pensamento vc deve ta usando um celular da Quantum, tenis da Topper, Notebook da CCE e andando de moto Kasinski…

      • Sim ele deve estar usando um celular da Sansung, porque o plano de desenvolvimento da indústria de chips no Brasil, no qual tive pequena participação, foi sabotado por pessoas, que como você defendem o entreguismo. Isso foi no final dos anos 1970, ainda no governo Figueiredo, quando então a USP e a UNICAMP se mostravam à frente das universidades coreanas na área de semicondutores, fibras óticas e lasers de AsGa/GaP.

      • Numa única geração a China se transformou de um país em grande parte agrário numa potência de fabricação e comércio global…A economia da China é 20 vezes maior do que era há duas décadas e está a caminho de superar os Estados Unidos tornando-se a maior do mundo…

        A Coreia do Sul bem menor que o brazil inunda o mundo com automóveis, televisores e celulares de alta qualidade….E neste pais só Clientelismo…Só compramos e pagamos…subversivamente nos doutrinam a adotar um cego e incondicional alinhamento a estrangeiros em detrimento de nossa nação e aos interesses dela…que nos conformemos em ser uma republiqueta de bananas capacha, submissa e subserviente de nações estrangeiras que não tem nenhuma outra intenção a não ser nos explorar e nos manter na correia…

      • Na China as forças armadas estão a serviço do estado chinês e dão pleno apoio ao governo nacionalista. Aqui os militares sofrem da paranoia anti-Petista e são, em sua grande maioria, pró-USA. Tem deles que até bate continência para a bandeira norte-americana.
        Enquanto a mentalidade dos militares brasileiros não mudar esse quadro de penúria no Brasil não muda.

  5. Os piores cegos são aqueles que não querem ver. Precisamos de um projeto Nacional genuíno. É ridículo ir aos EUA bater continência a bandeira americana, tratar essa relação como um culto, prometer a imediata entrega de Alcântara, dentre outras empresas execiais e valorizar mais o que vem de exterior. Devemos nos projetar como uma nova França ou inglaterra e não como uma República Dominicana, obrigando bovinamente o seu senhor. Enxergando de maneira pejorativa qualquer iniciativa do estado. Como se empresários dos Gs e outros não corrompessem para atingir seus fins, emparelhado o sistema com pessoas escusas, solicitando ao próprio presidente tais indicações, e exigindo uma fatia de tudo. Como a Eletrobrás e outras empresas na alça de mira. Fico impressionado com certo personagem digníssimo prefeito, que se diz grande empresário, só voa de jatinho, não tem indústria, não produz um prego sequer, não tem comércio e não planta uma roça de feijão. Hora, é evidente que a atividade deste “grande” empresário não é outra se não juntar político com empresário, lobby, para atingir o erário em benefício próprio e alheio. Há sim, dentre os muitos postulantes quem adote um discurso realmente Nacional, consciente das nossas históricas deficiências e nosso grande potencial, inclusive guardando especial posição às FAs. Más não há espaço na mídia para quem o faça, denigrem quando possível, esse não atende ao the establishment. Mas a simplificação demagógica resume problemas complexos a 2 ou 3 frases prontas. A idéia de que o melhor é quem o mercado apontar, a eleição deveria então ocorrer na bolsa e não nas urnas. Imaginar que o balizador das relações trabalhistas atual é a bancada ruralista, da indústria e a bancada evangélica por indicação do próprio Edir. Há mesmo real animus evolutivo dessas fontes em temas tão sensíveis a qualquer projeto viável de um futuro melhor é não pior? Até nas FAs há uma intoxicação, suprimindo o projeto Nacional e subserviência. Penso que não é ideologia mas verdadeiro envenamento no qual os indivíduos realmente acreditam no próprio discurso autodestrutivo.

  6. “obrigando bovinamente” -> orbitando bovinamente
    “projeto Nacional e subserviência” -> projeto Nacional “à” subserviência

  7. Vende tudo mesmo Temer, EU APOIO !

    de qualquer forma iríamos ser roubado pelos corruptos traidores daqui de dentro, e depois colocariam o dinheiro desviado no traseiro dos gringos lá fora, então dá na mesma !

    PRIVATIZA tudo !!

    • Não esqueceste ninguém da família? Porque o que apoias vender também me pertence, pois pertence ao Estado e eu não fui sequer consultado!

      • e nem será consultado, quem é amante do Estado esquecestes que eles não consulta o povo ? Vc é apenas uma propriedade deles

        quem manda apoiar esse tipo de regime, sifu…. rsrs…

  8. Ah e tem mais, essa Petrobras não me dá lucro algum, aliás nenhuma estatal dá retorno ao cidadão brasileiro, apenas servem como cabides de empregos partidários, e com isso mais aumento nos impostos pra gente ficar pagando os altos salários desses vagabundos, só esses corruptos lucram com ela, então to cagand# para essas empresas

    VENDE TUDO !!

  9. “Arc
    28 de outubro de 2017 at 9:05

    Conseguiram o que queriam, iniciaram a batalha e a ganharam…país de merda…”

    o que me deixa mais indignado não é só o fato de nos explorar predatoriamente e de nos ver e tratar como gentinha ralé e inferior…..mas ainda por cima nos fazer “adora-los” por isso…rs….

  10. não tem jeito senhores…os eua detém o controle e a influencia sobre este pais desde a era Vargas…todas as instituições estão tomadas e aparelhadas por esta gente…principalmente as forças armadas…o destino deste pais é terminar mesmo como aqueles países da África ….desmantelado e explorado até o bagaço…até o povo acabar na miséria e na desgraça total…

  11. Pelo obtuso, tacanho e ultrapassado sistema anterior do Pré-Sal ele acabaria caindo todo nas mãos do Estado Chinês com o beneplácito da OrCrim do ABC. Agora ao menos há mais competição, especialmente pela não obrigatoriedade da Petrobrás figurar em todos os campos.

  12. Mariano S Silva cara…vc esta perdendo seu tempo….esse pessoal é recrutado e pago justamente por esses pilantras responsáveis pelo o desmonte mostrado da matéria…prestem atenção e percebam como se prolifera hoje tantos perfis fakes fazendo lobismo, guerra de propaganda, doutrinagem ou algum tipo de militância pela internet…são o que chamam de “sockpuppets”…indivíduos recrutados para praticarem o chamado astroturfing…são sujeitos pagos para fazerem panfletagens, lobby ou guerra de informação pela internet…reparem como esse pessoal só comentam as mesmas coisas…não importe o assunto…o direcionamento dos comentários são sempre os mesmos…não importa o que argumentem ou apresentem…eles irão sempre ignorar e continuar desinformando, distorcendo e deturpando…pois são recrutados pra fazerem isso…são pagos pra fazerem estas coisas…pesquisem no Wikipedia sobre Astroturfing…lá explica bem detalhadamente…existe até empresas que são dedicadas a prestar este tipo de serviço…partidos políticos e corporações são os principais clientes…até serviços de inteligência de países se utilizam deste recurso…existem programas de computador que possibilitam vc criar e administrar vários perfis falsos ao mesmo tempo…é a ferramenta de trabalho que eles utilizam para prestarem esses serviços…o astroturfing é hoje o recurso de propaganda e panfletagem mais empregado pela internet que existe…

    • Tô careca de saber disso meu caro! O problema é que se deixarmos esses FDP falando sem contestação eles vão convencer gente honesta, pois é isso precisamente, que a mídia faz. Estou perdendo meu tempo de propósito, e justamente aqui, e não nos sites onde se percebe que a grande maioria já entende o que está se passando.

    • Vamos deixar evidente, para todos, que esses FDP não tem argumentos, que só se utilizam de rótulos publicitários.

  13. A pergunta é quem de vcs comentaristas seguidores do blog aprova a lei de pena de morte e confisco de todos os bens de funcionarios publicos envolvidos em super faturamento de obras desvios de verbas publicas corupcão e mais uma coisinha para lembrar a todos os seguidores o Brasil esta nesta cituacáo porque houve o envolvimento de todos os partidos e seus integrantes e para aqueles que vierem com o papo de que roubou mas tambem fez uma pergunta o eleito recebeu um milhão para salvar cem mil pessoas e super faturou os remedios e salvou dez mil a menos o outro com a mesma verba fez o mesmo superfaturou os remedios e salvou vinte mil a menos um terceiro usou toda a verba mas mas perdeu trinta mil vidas qual o mais merecedor de confiansa

  14. “Francisco
    28 de outubro de 2017 at 19:48

    O papel dos militares, nesse episódio de entrega tudo, é infundir medo aos movimentos sociais para que o povo não tenha coragem de sair as ruas protestar contra esse entreguismo.
    É para isso que o Brasil manter suas forças armadas? para garantir a rapinagem dos estrangeiros?

    General defende que insatisfeitos se manifestem nas ruas ‘ordeiramente’

    Posted by E.M.Pinto

    27 Setembro 2017 | 21h39”

    É a instauração/implantação do que chamam de “Estado policial”…Estado policial é o tipo de organização estatal fortemente baseada no controle da população (e, principalmente, de opositores e dissidentes) por meio da polícia política, das forças armadas e outros órgãos de controle ideológico e repressão política.

    Historicamente, o Estado de polícia é um tipo de Estado em que o soberano é isento de qualquer limite formal ou controle jurisdicional. Em decorrência disso, o campo de ação da polícia acaba por se estender por toda a administração pública, à exceção das forças armadas e nos assuntos financeiros.

    O conceito de Polizeistaat (em alemão, “Estado de polícia”) foi cunhado pela historiografia liberal alemã da segunda metade do século XIX, aludindo em particular à Prússia de Frederico II, o Grande (1712 – 1786). No século XVIII, o conceito tinha uma conotação positiva, como uma primeira forma de ordenamento constitucional personalista. À época, era geralmente aceito que os atos emanados da autoridade e voltados à manutenção da ordem e da segurança, estivessem acima do controle dos tribunais. Ampliou-se assim, tanto quanto possível, o campo de ação da polícia. O Estado policial representa uma evolução do típico estado absolutista monárquico, baseado no ius politiae (um direito calcado em alguns princípios jusnaturalistas), voltado à promoção do bem-estar dos súditos e à satisfação dos seus interesses, os quais eram, porém, determinados pela autoridade, “confundindo-se” então com os interesses do tipo patrimonial. Assim, o bem-estar dos súditos, a prosperidade do Estado e a ordem pública não seriam assegurados pela dinâmica das forças sociais mas por um rigoroso e correto controle administrativo, de caráter autoritário, vertical e paternalista.

    Segundo teóricos do absolutismo, como o filósofo prussiano Christian Wolff (1679-1754), a extensão dos poderes do Estado seria moralmente justificável por sua finalidade, que seria a de trazer bem-estar e felicidade aos indivíduos; e só o Estado absoluto poderia dispor do poder e dos meios necessários (inclusive a coação física) à realização de tal finalidade, por não estar sujeito às suas próprias leis. Tal concepção resulta em uma confusão entre fins (a felicidade dos súditos) e meios (o poder do Estado).

    É essa confusão que fundamenta o surgimento do Polizeistaat – o Estado de polícia ou Estado policial. Após a morte de Frederico II, em 1794, foi publicado um código (Allgemeines Landrecht für die Preussischen Staaten) que, pela primeira vez, no âmbito dos estados alemães, estabeleceu o princípio segundo o qual a lei obriga também aquele que a promulgou. Desta forma, ao Estado policial sucede o Estado de direito (Rechtstaat).

    Já no contexto das democracias constitucionais contemporâneas, o conceito assume uma conotação negativa – como um Estado marcado pelo uso intenso das forças da ordem ou de polícia secreta. A ideia de Estado policial aparece, então, ligada ao totalitarismo e sua ideologia.

  15. Esse entreguismo da direita só pode ser doença. A direita vende todo patrimonio do país a preço de banana sobe a desculpa de melhor gerenciamento de recurso e os trouxas caem como PATOS que são. Bando de safados tanto os que vendem o país a preço simbólico quando os que defendem.

  16. Só se ouve notícia Rui nesse país, país tão rico e tão lindo pena que nosso povo vive mergulhado na escuridão da ignorância, analisando um pouco da História do nosso país fica mais difícil ainda ter esperança no futuro… povo adestrado !

  17. LIQUIDAÇÃO, vende tudo e não deixa nada para os CORRUPTOS brasileiros.

    LEVE 2 e pague 1, na compra da petrobras leve de brinde a eletrobras e os parasitas que lá fingem que trabalham, e só servem para sugar o dinheiro público.

    capitalismo de mercado esse é o futuro, chega de viver do passado e sustentar esse sistemo mostrengo que vive as custas do povo.

    Temer VENDA TUDO, quero ver os socialistas de araque se descabelando rsrs..

    • Eventualmente tiramos de corruptos brasileiros e deixamos os saqueadores estrangeiros nos roubar mil ou milhões de vezes mais…Que exercício de lógica fantástico! A Bolívia era há quinhentos anos atrás uma das maiores províncias minerais da América do Sul, veja só o que restou!

      • 500 anos atrás era outro mundo, não dá pra comparar com o atual e ficar demonizando o tempo todo o NOVO, e ficar vivendo do passado com estatal que já provou que no Brasil não dá certo.

        Eu não ganho nada com o Estado, então quero é mais que se exploda esse tipo de regime político e VENDAM tudo !!

    • Doentes são os idiotas úteis de esquerda, que têm como divindade um sujeito que é réu sete vezes e que inclusive já foi condenado em um processo, e cuja primeira condenação está em vias de ser confirmada pelo TRF4….

  18. Quem assumir a Presidência da República em 2018 poderá rever todas essas novas regras de nova privatização e agenda não nacional, para tirar o poder da Petrobras na história… Se é possível rever regras constitucionais e leis federais em desfavor de contratados (empregados), de aposentados (proposta de reforma da previdência do Governo Temerário) e de acordos ambientais, nada impede de com um governo legítimo nascido das eleições com um projeto apresentado durante as eleições os contratos atuais serem rasgados.

    • O atual governo, ao contrário do que você aprende nos cursos de doutrinação ideológica do seu ParTido, é legítimo posto que o impeachment não apenas possui previsão constitucional como no caso que afastou a “mulher sapiens” seguiu fielmente o previsto no “livrinho” e também na Lei 1079/50. Ademais foi obedecida a linha sucessória constitucional visto que quem assumiu o poder foi o vice-presidente eleito na chapa majoritária.

      Quanto ao atual modelo de exploração do Pré-sal, veio corrigir o modelo anterior, obtuso e tacanho, cujo único objetivo além de agradar a um nacionalismo tosco e pueril, era permitir o mesmo esquema de roubalheira que assaltava a petrobrás além de entregar o grosso do óleo aos chineses.

  19. Espero não ver o dia em que o barril de petróleo volte a custar mais de 100 dólares, para quanto vai a gasolina aqui no Brasil certamente vamos pagar de 12 a 18 reais o litro a passagem de ônibus vai passar do 20 reais, é isso que poderá acontecer, já a Petrobras tem acionista internacionais e visa dar lucro aos bolsos dessa turma toda, infelizmente já foi o tempo em que a Petrobras era nossa e tinha por finalidade a diminuir e muito a dependência do Brasil do petróleo estrangeiro para que nosso País crescesse mais com um combustível mais barato. Daria para escrever um jornal aqui sobre esse tema mas seria muito massante e nada resolveria, fica só minha indignação desses governos que vendem tudo para tapar buraco da corrupção.

1 Trackback / Pingback

  1. Brasil: Petrobras na era Temer: estrangeiras avançam na nova divisão do poder do pré-sal | DFNS.net em Português

Comentários não permitidos.