Categories
Uncategorized

MINUSTAH: Histórias do Brasil no Haiti – “O Dia do Terremoto”

O penúltimo episódio da série “Histórias do Brasil no Haiti” fala do dia do terremoto, 12 de janeiro de 2010, pelos relatos do Coronel Azevedo, um dos sobreviventes do desabamento da sede da ONU, e do Brigadeiro Mozart, piloto escalado para conduzir a tropa brasileira num voo que acabou não chegando à capital haitiana.

https://youtu.be/guxzVMT0r34?list=PLnkYkTv4HbMZu8-S1Zkn6775WObkSTBnj

Categories
Uncategorized

Taurus doa armas e munições para a Guarda de São Leopoldo

Na última sexta-feira, 06 de outubro, a fábrica da Taurus em São Leopoldo (RS) recebeu a visita do prefeito da cidade, Ary José Vanazzi, do Secretário de segurança, Carlos Roberto Sant´Ana da Rosa e do Comandante da Guarda Municipal, Wagner Olmair Pires, para uma cerimônia que oficializou a doação de 25 pistolas e 14 mil cartuchos para a prefeitura de São Leopoldo.

As armas do modelo PT 59 e munições do tipo .38 SPL para revólveres e .380 ACP para pistolas vão reforçar o arsenal da Guarda Municipal da cidade.

“São Leopoldo é a nossa casa e temos a responsabilidade de colaborar com a segurança da nossa comunidade”, afirmou Salesio Nuhs, vice-presidente da Taurus. Ainda segundo o executivo, os guardas municipais terão acesso a armas de última geração para exercerem suas atividades com segurança e tranquilidade.

Além da cerimônia, a comitiva da prefeitura conheceu o portfólio de produtos da companhia, incluindo as armas da nova plataforma T Series.

Fonte: Taurus

Categories
Uncategorized

Governo corta sete generais do Exército para economizar R$ 2,3 milhões

Por IAN FERRAZ

Número de oficiais-generais vai passar de 154 para 147. Formação de oficiais também será afetada e efetivo total cairá 10% em curto prazo

O Governo Federal decidiu reduzir o número de oficiais-generais do Exército Brasileiro em 2018. A diminuição de 154 para 147 profissionais, sete a menos do que em 2017, vai gerar uma economia de R$ 2,3 milhões por ano aos cofres do governo. A informação foi obtida com exclusividade pelo Metrópoles. A contenção diz respeito apenas às despesas com salários.

Segundo o Exército, haverá redução também no quantitativo de ingresso nas escolas de formação, caindo de 500 para 440 alunos na preparação de oficiais e de 1.400 para 1.100 na de sargentos. Em curto prazo, a queda total do efetivo do exército será de 10%.

A reportagem apurou que cortes semelhantes na Marinha e na Aeronáutica estão sendo estudados. O efetivo dos generais é distribuído por determinação. O Decreto nº 9.001, de 8 de março de 2017, previu a quantia de 154. O novo documento reduzirá para 147.

Navalha
Em meio à discussão da mudança da meta fiscal e de corte de gastos, as Forças Armadas pressionam pela recomposição no Orçamento, que, nos últimos cinco anos, sofreu redução de 44,5%. Desde 2012, os chamados recursos “discricionários” caíram de R$ 17,5 bilhões para R$ 9,7 bilhões. Os valores não incluem gastos obrigatórios com alimentação, salários e saúde dos militares.

Segundo o comando das forças, neste ano, contingenciou-se 40%, e o recurso basta para cobrir gastos até setembro. Se não houver liberação de mais verba, o plano é reduzir expediente e antecipar a baixa dos recrutas. Atualmente, há substituição do quadro de efetivos por temporários para abrandar o custo previdenciário. Integrantes do Alto Comando do Exército, Marinha e Aeronáutica avaliam que há risco de “colapso”.

Fonte: Metrópoles

 

Nota do Editor por Carcará do Cerrado:

Inferindo pela matéria de que a economia de R$ 2,3 milhões seja somente pelo corte de 7 oficiais generais do corpo da Força, o que temos é um número relativamente baixo por General se comparado à um deputado por exemplo, porém é importante ressaltar que o número total da quantidade de oficiais Generais presentes no Exército Brasileiro talvez não venha a condizer com a realidade do País e da Força.

Em tempos em que se comenta e condena tanto a corrupção e a má gestão de recursos públicos os gestores públicos de uma forma em geral devem ser alvo de crítica e devem sim repensar suas práticas e modelos, os oficiais generais acabam se tornando (de uma maneira ou de outra) gestores públicos e as Forças Armadas por operarem com recursos públicos devem zelar pelo seu bom uso.

O recente caso de condenação de Coronel do Exército e Coronéis da Força Aérea em razão de casos de corrupção, juntamente com essa “quantidade” de oficiais generais do Exército (e aqui se fala somente do Exército e não das demais Forças) nos faz colocar sob perspectiva máximas como as do General de Exército Antônio Hamilton Mourão, sobre uma eventual “intervenção”. Seria realmente um quadro de intervenção aquele que viria a sanear as contas e resolver os problemas de gestão e de corrupção? Ou somente teríamos uma troca de rumos, processos e fins?

Categories
Conflitos Defesa Geopolítica Geopolitica Inteligência

Coreia do Norte prepara teste de míssil de longo alcance, diz agência de notícias russa

MOSCOU (Reuters) – A Coreia do Norte está se preparando para testar um míssil de longo alcance que acredita poder atingir a costa oeste dos Estados Unidos, disse um parlamentar russo nesta sexta-feira, segundo a agência de notícias RIA.

Anton Morozov, membro do comitê de relações internacionais da Duma, e dois outros parlamentares russos visitaram Pyongyang do dia 2 a 6 de outubro, relatou a RIA.

“Eles estão se preparando para novos testes de um míssil de longo alcance. Eles até nos deram cálculos matemáticos que eles acreditam que provam que o míssil pode atingir a costa oeste dos Estados Unidos”, disse Morozov, segundo a RIA.

“Até onde sabemos, eles pretendem lançar mais um míssil de longo alcance no futuro próximo. E, no geral, o humor deles é bem beligerante.”

Reportagem de Jack Stubbs

Fonte: Reuters

Categories
PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Primeiro Grupo de Defesa Antiaérea (1º GDAAE – Grupo Laçador) encerra atualização do Plano de Defesa Antiaérea da Ala 3

O Primeiro Grupo de Defesa Antiaérea (1º GDAAE), conhecido como Grupo Laçador, mobilizou parte de seu efetivo operacional de julho a setembro para a execução de atividades de campo, com a finalidade de realizar Reconhecimento e Escolha para Ocupação de Posições (REOP), com vistas à atualização do Plano de Defesa Antiaérea (PLANDAAE) da Ala 3, localizada em Canoas (RS).

O REOP validou os locais na Ala 3, onde serão instalados os meios antiaéreos necessários para o cumprimento da missão de Defesa Antiaérea do ponto sensível defendido, no caso de ativação do PLANDAAE. Nas posições foram realizados testes de enlace de comunicações, utilizando o rádio Harris Falcon III, bem como executadas as medidas de levantamento no terreno necessárias à verificação da existência dos requisitos operacionais para eventual ocupação.

A atividade teve dupla aplicabilidade: preparo e emprego. Como parte do Programa de Instrução e Manutenção Operacional da Unidade, serviu como adestramento para as equipagens operacionais, por meio da execução das tarefas de levantamento no terreno, orientação e comunicações. Por outro lado, o PLANDAAE é confeccionado visando ao emprego real: sua atualização é imprescindível para que se garanta a pronta resposta, em caso de acionamento da Defesa Antiaérea pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE).

Para o Sargento Émerson de Medeiros Silveira, a execução do REOP é de extrema importância para a confecção do PLANDAAE. “Podemos constatar, in loco, as adversidades apresentadas no terreno, as quais, em alguns casos, levam até a necessidade de se escolher outra posição”, concluiu.

Fotos: Capitão Renato Nagata

Edição plano Brasil

Imagens meramente ilustrativas