Defesa & Geopolítica

Primeiras imagens do das aeronaves JL-10 da Marinha do PLA

Posted by

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

(Fotos: JFMaverick)

Há pouco mais de um ano o site East Pendulum apresentou um artigo no qual relatou a introdução do treinador avançado JL-10 às unidades de treinamento da Marinha Chinesa. A análise de um vídeo publicado no início do ano também confirmou que o primeiro avião se juntou ào PLA Navy Air Academy.

Confirmando estas alegações, o East Pendulum divulgou as primeiras imagens da aeronave.

A PLAN tornou-se o terceiro cliente desta aeronave depois das Forças Aéreas do PLA e da Zâmbia. Com a chegada da versão marinha, o número de  JL-10 deve agora exceder as 100 aeronaves.

Ainda não está claro qual a configuração que as forças navais chinesas escolheram para a sua nova aeronave de treinamento avançado, mas a priori, não é a variante do ataque ao solo, denominada L-15B na versão de exportação, esta identificação visual fica latente porque não é possível observar as tradicionais cinco antenas IFF.

Visualmente, há uma antena adicional na parte traseira do avião em comparação com a versão da Força Aérea. Esta poderia ser uma antena de Data Link.

O bocal do motor também sugere que o JL-10 naval ainda não está equipado com um motor provido de pós-combustão e, de sistemas para aterragem em porta aviões sugere que trata-se de uma aeronave de treinamento com base em terra, tal como o JL-9G destinado à formação dos aviadores da Força Aérea da Marinha Chinesa.

Quanto à versão da aeronave para futuros pilotos em porta-aviões, sabe-se que o desenvolvimento ainda está em andamento, ambos na Guizhou Aircraft Industry Corporation (GAIC) e segue com as duas aeronaves JL-9 e JL-10. Um ou outro teria que se adaptar à decolagem no skyjump, tanto para os porta-aviões chineses STOBAR, como para os futuros porta-aviões CATOBAR com catapulta atualmente em desenvolvimento.

De acordo com a nossa estimativa, a marinha chinesa deve treinar pelo menos 100 pilotos adicionais, a partir de agora, se quiser completar os grupos aéreos para seus três Porta aviões atuais e futuros lá por volta de 2023-24 (vide gráfico).

Este é um objetivo quase impossível se o treinamento for feito apenas com o número (muito) limitado do J-15 que hoje circunda as 24 aeronaves, então é lógico assumir que o número de aeronaves JL- 9G e JL-10 continuarão a crescer rapidamente nos próximos anos.

Fonte: East Pendulum

Les premières photos du JL-10 « marine »

shared on wplocker.com