Defesa & Geopolítica

Ilustre Visita: NDM Bahia nas comemorações do feriado de 7 de Setembro…..

Posted by

 

Imagens e relatos: José Carlos Viana Cinquini para o Plano Brasil

Texto e adaptação: E.M.Pinto

Numa colaboração especial ao Plano Brasil, nosso amigo e companheiro de assuntos militares José Carlos Viana Cinquini, enviou-nos uma série de fotografias e suas impressões sobre a sua visita recente à um dos mais modernos navios da Marinha do Brasil, o Navio Doca Multipropósito G-40 “Bahia”, que pode ser visitado pelo público de Santos- SP entre o sábado 09/09 e Domingo 10/09.

Nas palavras de Cinquini:

O Bahia ainda tem um “Q” de Siroco… muitas placas e indicadores ainda estão em francês…O navio chama a atenção pelo espantoso espaço interno externo. Nota-se que comporta claramente uma destacável componente aérea e pode facilmente abrigar helicópteros com fácil acesso ao exterior que facilita o embarque e desembarque de cargas.

A embarcação que participou das comemorações pelo dia da Independência do Brasil e pelo aniversário de 170 anos da Capitania dos Portos de São Paulo, atracou no cais da cidade do Litoral Paulista nesta última quarta feira e deve suspender para o Rio de Janeiro nesta segunda dia 11/09.

O autor ressalta que a sua visita foi pouco divulgada pela imprensa local, porém o público presente teve uma recepção  descomplicada e facilitada pelos tripulantes, que muito atentos respondiam a todas as indagações.

O navio cujo nome homenageia o Estado da Bahia, foi Lançado ao mar em 1998, serviu até então à Marinha Nacional Francesa sobre a designação TCD (Transport de chalands de débarquement) denominado Siroco e, foi projetado para transportar tropas, veículos, helicópteros, munição e provisões.

A doca interna é realmente grande  e facilita o transporte e desembarque de tropas, veículos e equipamentos de combate diretamente da seção de operações. Destaca-se que o navio é plenamente capacitado para operações de embarque e desembarque por Mar e por Ar.

 

O Navio Doca Multipropósito (NDM) como é designado pela nossa marinha foi adquirido, no segundo semestre de 2015.

Cinquini reforça que a aquisição do Navio pela Marinha do Brasil, foi muito acertada. Após um longo processo de discussões e negociações até poder adquirir o navio, a Marinha só concretizou a aquisição após as desistências do Chile e Portugal.

O Navio está muito perfeito estado, “cheira a novo” o seu sistema de ventilação funciona perfeitamente, não tem cheiro de navio e olha que já visitei muitos… A primeira vista nota-se que se trata de uma embarcação nova, com corredores amplos espaçosos, é limpo e acessível…  foi uma excelente oportunidade para a Marinha, deveríamos adquirir o outro o Foudre, estes navios são muito bons e estão em perfeito estado. O Navio é fascinante, eu acredito que o Brasil deveria ter um segundo navio destes… independentemente se ele vier a possuir um porta aviões ou porta helicópteros.

Destaca-se que no deck de operações aéreas havia uma novíssima aeronave UH-15A, helicóptero destinado especialmente às missões C-SAR a qual certamente acompanhava a unidade de mergulhadores de combate GRUMEC que recepcionavam os visitantes do Navio.

A aeronave é muito moderna e composta dos mais modernos sistemas, já vi vários modelos embarcados e mesmo em exposições como a LAAD, mas em nenhuma eu vi tanto s sistemas eletrônicos e de apoio às operações especiais de salvameneto incursão e resgate….

O helicóptero é equipado com sistema EWS (Eletronic Warfare System), bem como, de dispositivos auxiliares de defesa, como sensores de alerta de ameaças de radares (RWR -Radar Warning Receiver) e de emissãões laser (LWS -Laser Warning Subsystem), chama a tenção que o modelo também é equipado com sistemas de alerta de mísseis hostis (MWS -Missile Warning Subsystem).

Segundo informações da tripulação a aeronave possui um equipamento que é exclusivamente locado apenas nas unidades de Combat-SAR , o PLS (Personnel Locator System), o qual permite localizar de forma precisa, as tripulações aquando do resgate em ambiente hostil, fazendo uso de sistemas de troca de informações criptografadas as quais propiciam a segurança no cumprimento da missão.

Além dos sensores a aeronave é equipada com guincho, farol de busca, chaff, flares e “queixo” para instalação de FLIR o qual não constava na aeronave.

O Bahia desloca 12 kton e acomoda quatro helicópteros tais como o UH-15A ou SH-16  da Marinha do Brasil, além disso o navio que pode servir de posto de comando e de navio de operações de apoio à calamidades pode transportar um efetivo de fuzileiros de cerca de 900 tropas em casos especiais.

O Plano Brasil Agradece o amigo e companheiro Cinquini pela gentil colaboração e pela matéria. Agradecemos também a Marinha do Brasil e a Capitania dos Portos de Santos pela oportunidade da visita e registro da matéria.

E.M.Pinto

Nota: O conteúdo deste artigo é de total responsabilidade dos seus autores e não representa necessariamente a opinião do site.

15 Comments

shared on wplocker.com