Defesa & Geopolítica

LAAD 2017: Cerimônia de abertura

Posted by

Foi declarado oficialmente o início da edição 2017 da LAAD Defence & Security, evento que ocorre no Rio Centro, Rio de Janeiro entre os dias 4 e 7 de Abril.

Na abertura do evento feita pelo Diretor da Clarion Eventos, Sergio Figueiredo Jardim, destacou-se a envergadura do evento no âmbito mundial e que atinge a sua 11ª edição. Jardim destacou a importância da LAAD  para os negócios e inovação reforçando que feira já se consagrou como um dos maiores eventos de defesa do mundo, sendo a maior feira do gênero no hemisfério sul.

Carlos Frederico Queiroz Aguiar, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Defesa, enfatizou a importância da segurança pública e da criação pela ABIMD de uma comissão especial direcionada as soluções em Segurança Pública, composta por especialistas da indústria e meio acadêmico.

O Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, Roberto Sá reforçou a questão da associação das empresas de defesa e os orgasmos para a coordenada para ações de Segurança Pública no combate ao crime, o avanço da violência e necessidade de novas tecnologias.

Num dos mais esperados pronunciamentos desta manhã, Raul Julgmman, Ministro da Defesa, relembrou em tom melancólico o atual status do programa espacial brasileiro, especificamente quanto ao atraso no lançamento dos satélites nacionais.

Porém, Julgmam fez importantes declarações a cerca dos trabalhos do Ministério da Defesa que vê desenvolvendo estratégias para coordenar ações de aquisições  e apoio a indústria de base de Defesa.  O Ministro da Defesa reforçou que o MD possui atualmente diversos projetos em andamento e destacou a importância do produto de defesa que segundo suas palavras, é apenas a “ponta do iceberg” de uma intrincada cadeia de serviços e de produção que atinge vários setores da indústria nacional. Citou a questão industrial e a importância da BID em números para a retomada do crescimento econômico. No ponto alto de sua fala, Julgmman informou o lançamento de uma nova linha de credito junto ao BNDS que se destina ao setor, para venda de equipamentos militares, o qual será anunciado em coletiva com presidente do BNDES e Ministro da Fazenda. Segundo Julgmman, esta nova linha se destina a criar condições para que as indústrias possam concorrer em pé de igualdade em um mercado assimétrico.

Para o Ministro, o objetivo é criar uma estrutura de exportação sustentável, com um grupo de trabalho do MD amparando as indústrias do setor que enfrentam inúmeras dificuldades internas e externas. Para ele, estas ações coordenadas entre setor produtivo e o estado brasileiro ampliarão das linhas produtivas.

Julgmmam declarou a ciência do MD em relação as dificuldades enfrentadas pelos industriais especialmente quanto a realidade fiscal, mas ressaltou que o MD vem traçando estratégias sobre o impacto econômico dos projetos em andamento.

Comments are closed.

shared on wplocker.com