Defesa & Geopolítica

Myanmar recebe os três primeiros treinadores Yak-130

Posted by

A única foto divulgada do treinador Yakovlev Yak-130 com as cores da Força Aérea da Myanmar. (Foto: Mena Defense.net)

Com informações do Defence Blog e Sputnik

A Força Aérea de Myanmar, país localizado no sudeste asiático, recebeu os primeiros treinadores a jato Yakovlev Yak-130 “Mitten” (no código da OTAN) em dezembro de 2016, com as primeiras fotos sendo divulgadas com as cores e insígnias nacionais.

O Ministerio da Defesa do país havia assinado um acordo de aquisição em Junho de 2015, após três anos de conversações, após o país asiático demonstrar interesse no modelo russo. Em novembro de 2016, o primeiro exemplar birmanês realiza seu voo inaugural na fábrica da Irkut em Irkutsk, no leste da Sibéria. O número total de jatos encomendados por Myanmar não foi divulgado até o presente momento.

o voo inaugural do Yak-130 birmaneses em novembro de 2016. (Foto:  A.Korshunov – Defence Blog)

Com a encomenda birmanesa, sobe para quatro o número de clientes do Yak-130, somando as forças aéreas da Argélia (com 16 exemplares), Bangladesh (16) e Bielo-Rússia (8), além de obviamente as Forças Aeroespaciais da Federação Russa com 89 exemplares operacionais até o presente de um total de 200 aeronaves encomendadas. Segundo informações fornecidas por Viktor Kladov, chefe do Departamento de Cooperação Internacional da Corporação Tecnológica Russa – Rostec, até o final de 2017, será estabelecido um centro de simulação digital em Myanmar, para melhor treinamento e capacitação de seus pilotos.

Um dos exemplares do Yak-130 exportados para Bangladesh (Foto: Flickr)

O Yak-130 é resultado de um requerimento das autoridades russas, no início dos anos 1990, para um novo treinador a jato para substituir sua antiga frota de aeronaves tchecoslovacas Aero L-29 “Delfin” e L-39 “Albatros” herdada dos tempos soviéticos, sendo capaz de simular sistemas de aeronaves de quarta e até quinta geração como o MiG-29, Su-35 e o futuro PAK FA. Após uma associação entre a Yakovlev e a Aermacchi italiana (logo depois dissolvida) o modelo fez seu primeiro voo em 1996 e teve sua introdução nas forças russas somente em 2010.

O “Mitten” possui sistemas avançados como visores e mira na altura do capacete, telas multifuncionais no cockpit, receptor GPS/GLONASS, além de outros sistemas de navegação e integração de armamentos, que o permite carregar uma considerável carga bélica de 3.300 kg incluindo mísseis ar-ar e ar-terra, bombas de queda livre, bombas guiadas e casulos de foguetes. O que confere ao modelo russo, uma notável capacidade de ataque ligeiro, o que é incomum na maioria dos principais treinadores da atualidade.

Com a aquisição do Yak-130, a Força Aérea de Myanmar ganha capacitação de seus pilotos para os jatos de quarta geração MiG-29A russos, e JF-17 sino-paquistaneses, no qual encomendou 31 e 16 exemplares respectivamente para compor seus principais esquadrões de caça e defesa aérea. Atualmente a frota de treinadores do país asiático compreendem quatro SOKO G-4 “Super Galeb” iugoslavos e alguns JL-8 “Hongdu” chineses de um total de 50 encomendados.

pilotos birmaneses frente a um MiG-29A adquirido da Rússia em 2011-2012.

Edição e Análise: Tito Lívio Barcellos Pereira.

Comments are closed.

shared on wplocker.com