Categories
Brasil Haiti

MINUSTAH: Companhia Brasileira de Engenharia de Força de Paz (BRAENGCOY) realiza obras para a devolução da Base La Borde

Uma Equipe de 14 militares da Companhia Brasileira de Engenharia de Força de Paz ( Brazilian Engineering Company – BRAENGCOY) , realizou no período de 30 de janeiro a 11 de fevereiro, obras de engenharia no interior da Base La Borde, localizada na cidade de Les Cayes no sudoeste do HAITI, visando sua devolução à população haitiana nas melhores condições possíveis.

A Base La Borde teve parte de sua estrutura danificada com a passagem do furacão MATHEW e foi ocupada por tropas brasileiras, servindo de ponto de apoio para a realização de ações humanitárias nas regiões mais afetadas pelo furacão.

Fonte: BRAENGCOY

Categories
Artigos Exclusivos do Plano Brasil Defesa Equipamentos Meios Navais Mísseis Rússia Sistemas de Armas Sistemas Navais Tecnologia

Ensaios de testes do Míssil hipersônico Russo 3M22 "Zircon" serão iniciados neste ano

E.M.Pinto

Segundo informações da indústria de defesa russa, nesta primavera de 2017 (na Rússia) serão iniciados os testes do míssil hipersônico 3M22 Zircon. Juntamente com os sistemas de arma Onyx o Zircon são projetados para implementar elementos do conceito de dissuasão estratégica não-nuclear.

Em declaração recente a imprensa o representante do Ministério da Defesa informou que sistema de armas será empregado no âmbito da estratégia global de dissuasão não-nuclear, não foram dadas informações sobre qual plataforma realizará os testes de lançamento entretanto acredita-se que seja lançado a partir de um submarino nuclear  Yasen-M.

O Zircon está sendo desenvolvido para os Yasen, mas também para os navios de superfície e para a nova classe de submarinos nucleares denominada Husky.

O míssil está sendo projetado no NPO em Reutov, região de Moscou e foi concebido para operar em velocidades hipersônicas de Mach 5 à 7.

A empresa também desenvolve ogivas avançadas para mísseis balísticos intercontinentais do conhecido sistema  “Object 4202.”

Algumas fontes afirmam que o alcance do míssil é estimado em 300 km entretanto, o NPO atesta que o míssil possuirá alcance superior à 500 km  e que a arma será do tipo multifunção podendo ser empregue a partir de navios, submarinos e baterias de defesa do litoral e aeronaves.

Categories
Aviação China Sistemas Navais Tecnologia

Maior aeronave Anfíbia do mundo está pronta para voar

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Leia também

China desenvolve a maior aeronave anfíbia do mundo o JL-600 (Jiaolong-600 / Dragão 600)

Vídeo: China apresenta seu hidroavião AG600 da AVIC – O maior do mundo

A AVIC realizou com êxito um teste de motores do novo avião anfíbio AG600. Um funcionário da AVIC disse que o primeiro vôo está planejado para o primeiro semestre de 2017 (provavelmente em março). Isto é, dois anos após o planejado originalmente 2015 devido aos atrasos no desenvolvimento da aeronave.

O AG600 é declaradamente o maior avião anfíbio atualmente em construção. A AVIC, que começou a trabalhar no protótipo AG600, anunciou que a aeronave terá um peso máximo de 53,500 kg e um alcance máximo de mais de 5.000 km.

A aeronave tem uma envergadura de 38,8 metros  e alimentado por quatro motores a turbopropulsores.

Fonte: Defence Blog

Categories
Uncategorized

MERCADO DE BLINDADOS: Azerbaijão apresenta seu veiculo tipo MRAP “TUFAN” 4X4

Com Informações de Defence Blog

O veiculo blindado do tipo MRAP (Mine-Resistant Ambush Protected ) Tufan” foi apresentado pela primeira vez em publico por engenheiros do Ministério da Industria de Defesa do Azerbaijão (Azerbaijani engineers of Ministry of Defense Industry MODIAR). O Tufan foi desenvolvido pela Agência Nacional de Aeronáutica (National Aerospace Agency NAA)  do Ministério da Indústria de Defesa e contou com a participação de representantes das forças armadas.

O Tufan e um veiculo do tipo MRAP com um peso 12,300 kg capacidade para transportar até 3000 kg de cargas. A tripulação e composta por dois militares e pode transportar outros oito militares totalmente equipados. Pelas dimensões o veiculo impressiona são 7,3 metros de comprimento, 2,4 metros de largura e 2,8 de altura. O veiculo e equipado com um motor KAMAZ Euro 2 com 230 CV com transmissão mecânica. Segundo o Diretor Geral da NAA, Alchin Shirinzadeh observou que o novo veículo difere dos outros modelos que atualmente estão em operação nas Forças Armadas.

O Tufan possui uma blindagem balística padrão STANAG 4569 Nível 3 resistente a impactos de munição 7,62 perfurante. Possui proteção anti minas também atendendo a norma STANAG 4569 nível 3 resistente a explosões de até 8 kg de explosivos sobre qualquer eixo. Estão previstas outras configurações para o veiculo como Ambulância, reconhecimento, posto de comando entre outros.

O veiculo foi apresentado com uma estação de armas remotamente controlada equipado com uma metralhadora NSVT de 12.7 x108 mm com lançadores de granadas fulminígeras. O tufan passará por diversos teste até entrar em serviço operacional nas Forças Armadas do Azerbaijão.

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=3djT5eB20zM[/embedyt]

Categories
Defesa Defesa Anti Aérea Destaques Equipamentos Mísseis Opinião Rússia Sistemas de Armas Tecnologia

O invisível escudo que blinda Moscou de ataques aéreos

Os radares estão localizados nas seguintes regiões da Rússia europeia

As tropas de defesa aérea russas que fornecem proteção a Moscou foram colocadas em alerta máximo na semana passada para repelir um ataque aéreo massivo simulado contra a cidade. A inspeção foi ordenada conforme um decreto do presidente Vladímir Pútin, com o objetivo de comprovar o nível de prontidão da Força Aérea.

Segundo o Ministério da Defesa, divisões dos sistemas antimísseis S-300, S-400 e Pantsir-S estacionadas nos arredores de Moscou também participaram dos exercícios.

Os especialistas consultados pela Gazeta Russa explicam, porém, que as unidades em ação representam apenas uma pequena parcela das forças militares que defendem os moradores de Moscou de um ataque aéreo.

Radar longe de Moscou

O sistema antiaéreo e antimíssil de Moscou tem início bem além dos limites da cidade, com radares para o sistema de alerta precoce de mísseis balísticos, explica Víktor Litóvkin, analista militar da agência TASS.

“Todos os radares e sistemas de comunicação reportam aos quartéis em Solnetchnogorsk e para o centro de controle Don-2N [ele próprio um radar gigantesco] em Friázevo, ambos na região de Moscou”, diz o analista, acrescentando que o sistema de vigilância espacial russo também se comunica com o centro.

Cem mísseis baseados na estação de Don-2N estão prontos para interceptar mísseis balísticos e de cruzeiro que voem em direção à capital. Os locais desses mísseis não são divulgados oficialmente.

“Qualquer sinal de alerta precoce é transmitido aos quartéis de defesa e para o radar Don-2N, e a decisão de como neutralizar os violares do espaço aéreo é produzida de  imediato”, diz Litóvkin.

Sistemas próximos à capital

Foto: Stanislav Krasilnikov / TASS

O sistema antimísseis de Moscou coopera estreitamente com a defesa aérea da região de Moscou, fundamentada nos sistemas S-400 S-300.

Esses sistemas são capazes de detectar alvos aéreos a uma distância entre 250 e 400 km e podem abatê-los quando estão entre 150 e 250 km de distância, mesmo que o alvo voe a uma velocidade de 2,5 km/s, isto é, sete vezes a velocidade do som.

Radares S-300 e S-400 pode detectar e rastrear até 36 alvos, e cada plataforma de lançamento tem a capacidade de gravar até 12 alvos simultaneamente.

Qualquer uma das unidades de S-400 ou S-300 pode detectar e rastrear até 36 alvos; cada lançador é capaz de registrar 12 alvos simultaneamente.

Os dados exatos sobre a quantidade total de oficiais e equipamentos são secretos. Acredita-se que o número de mísseis interceptores cheguem a várias centenas, assim como os radares de detecção e rastreamento.

De acordo com os planos do Ministério da Defesa, a capital será defendido por 12 regimentos equipados com S-400 até 2020.

“Os sistemas de artilharia de mísseis portáteis Pantsir-S1 dão suporte aos S-300 e S-400 localizados nos arredores de Moscou”, diz Vadim Koziulin, professor na Academia de Ciências Militares. “Esses sistemas de curto alcance podem dar conta dos mísseis que furarem o escudo”, completa.

Pantsir-S1 contra alvos entre 10 e 15 km de distância.

“Além desses sistemas de defesa antimísseis, o céu da capital também é protegido por caças Su-30ms, Su-35, MiG-29 e MiG-31. Há aeródromos não só nos arredores de Moscou, mas também nas regiões adjacentes”, diz Koziulin.

Caça de alta performance Mikoyan-Gurevich MiG-31 capacitado para interceptar e destruir múltiplos alvos aéreos. 

Linha final da defesa

A capital dispõe de recursos de defesa aérea suficientes para se proteger contra ataques pelo céu, acreditam os especialistas. No entanto, a doutrina militar russa expressa que Moscou se reserva o direito de usar armas nucleares em caso de ataque.

NIKOLAI LITÔVKIN

Infográfico: Stepan Jarki, Gazeta Russa

Fotos: Meramente ilustrativas

Edição: konner@planobrazil.com

Fonte: Gazeta Russa

 

Categories
BINFA BINFAE Infantaria da Aeronautica PÉ DE POEIRA

FAB PÉ DE POEIRA: Infantria da Aeronutica e seu emprego nas ações de Garantia da Lei e da Ordem no Espírito Santo

Mais de 100 militares na tropa, 70 toneladas de estrutura de apoio e oito aeronaves envolvidas com o transporte de militares e materiais para o Espírito Santo. Esses são os números da participação da Força Aérea Brasileira (FAB) na operação Capixaba realizada em conjunto com a Marinha, Exército Brasileiro e Força Nacional. A operação, que teve início na quarta-feira (08/02), ainda está em andamento.

O intuito é ajudar a estabilizar o Estado do Espírito Santo, que vive uma onda de violência decorrente da greve da Polícia Militar. Segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol), 146 cidadãos foram mortos no estado durante esse período. Os policiais voltam a trabalhar aos poucos e se juntam aos 3.000 militares das Forças Armadas que estão presentes no estado.

Os integrantes da tropa da FAB patrulham três bairros (Jardim Camburi, Jardim Penha e Grande Goiabeiras) da grande Vitória e o entorno do aeroporto. Desde o início do acionamento, há sempre um pelotão nas ruas. O comandante de pelotão, Tenente de Infantaria Renato Pumar, do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial dos Afonsos (BINFAE-AF), destaca que a companhia de Garantia da Lei e da Ordem foi designada para agir no policiamento ostensivo exercendo papel de polícia.

“Nas três áreas para as quais fomos designados nós fazemos o patrulhamento motorizado, ficamos em alguns pontos estáticos de segurança e montamos pontos de bloqueio e controle de via. A intenção é diminuir a vontade do infrator de cometer algum delito”, explica.

A população, que já começa a retornar à rotina, aprova a atuação dos militares. A vendedora Gloria Toso, que trabalha na praia de Camburi, viu o movimento aumentar na última semana com o crescimento da sensação de segurança. “Eu trabalho aqui todos os dias. E já no início dessa semana, eu percebi que a situação ficou muito mais tranquila. Esses dias, eu já notei que tem muita gente na praia, várias pessoas caminhando, praticando esporte. Melhorou bastante”, destaca.

O Comandante da FAB na GLO, Tenente-Coronel de Infantaria Jorgeli Almagro, fez um balanço da atuação da Força Aérea no Espírito Santo. “Desde que chegamos aqui, a tropa tem atuado de forma bastante segura e tem contribuído para a segurança do capixaba”, ressaltou.

“Quando nós chegamos, encontramos uma população bastante assustada. A cidade deserta e desocupada. Então, é uma satisfação poder ajudar o próximo em um momento tão delicado”, complementou.

Apoio Aéreo

O C-130 Hércules, o C-105 Amazonas, o C-99, o C-97 Brasília e o C-95 Bandeirante foram acionados para realizar transporte de tropas. Foram 28 missões que somaram mais de 80 horas de voo em quatro dias de envolvimento.

Oito esquadrões foram acionados para o transporte de cerca de 840 passageiros e 40 toneladas de carga.

O chefe do Centro Conjunto de Operações Aéreas (CCOA) do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), Brigadeiro do Ar Arnaldo Silva Lima Filho, destacou a atuação da FAB na operação. “Desde o dia 8 nossa atenção está voltada para esta operação que, em conjunto com o Exército, Marinha e Ministério da Defesa, está sendo realizada com sucesso”.

Apoio logístico

Foi destacada para o Espírito Santo uma estrutura de apoio para militares da FAB e da Força Nacional. Um total de 70 toneladas de equipamentos foram transportados para Vitória por via aérea (um C-130 Hércules) e via terrestre (quatro carretas e três caminhões).

A estrutura montada no aeroporto internacional de Vitória, em área cedida pela Infraero, inclui o Módulo de Alimentação a Pontos Remotos (Mapre), com cinco containeres que se transformam numa cozinha industrial e o Rodomapre, que funciona no formato de cozinha sobre rodas.

Ambos os módulos são usados para produção e preparação das refeições servidas em atividades operacionais em locais afastados, como na atuação no Espírito Santo. A estrutura permite a produção de 2.400 refeições diárias e tem a capacidade para alimentar cerca de 650 militares por dia.

A estrutura também inclui módulos sanitários e 21 barracas com capacidade para atender 230 pessoas.

“A unidade celular de intendência é responsável por manter o moral do combatente. A missão está indo muito bem. Nós conseguimos mobilizar nossos meios muito rapidamente”, destaca o Comandante da Unidade Celular de Intendência, Capitão Thiago Silva dos Santos. Em menos de 48 horas toda a estrutura já estava montada e em apenas 28 horas, a intendência já estava apta para fornecer alimentação aos militares da tropa.

A FAB também disponibiliza uma Unidade Celular de Saúde (UCS) no local com capacidade para atender até 200 militares.

“A UCS veio para dar apoio à tropa que está fazendo patrulhamento nas ruas. Nós estamos preparados para dar todo o suporte médico em qualquer tipo de ferimento”, destaca o chefe da UCS, Tenente Médico Bruno Diniz, sobre a unidade que possui capacidade para atendimentos emergenciais e pequenos procedimentos.

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=ReR3zdWz2Fs[/embedyt]