Defesa & Geopolítica

Argentina: Investimentos de US$ 1 bilhão em equipamentos para Forças Armadas

Posted by

Ghost Especial para o Plano Brasil

O Governo argentino planeja investir US$ 1 bilhão nas Forças Armadas (Fuerzas Armadas de la RepúblicaArgentina ) em 2017. Segundo o Ministro da defesa Julio Cesar Martinez o objetivo dos investimentos é recuperar suas capacidades operacionais que foram perdidas ao longo dos anos. O Ministério da Defesa do País pretende investir o montante para compras de equipamentos entre 2017 e 2019. Os pedidos solicitados pelos comandantes das Forças Armadas atingiram um total de US$ 2,7 bilhões. A ideia e aprovar ainda em 2017 novos contratos para a aquisição de material e seguir com os programas de modernizações que estão em estudo ou em curso no País, visando a assinatura dos contratos ainda este ano.

Em novembro do ano passado, o Ministério da Defesa anunciou que compraria inicialmente 12 Beechcraft T-6C + Texan II para substituir os Tucanos da Embraer na Escola de Aviação Militar por um total de cerca de US$ 190 milhões. Outros dois Airbus C295s seriam adquiridos para substituir Fokker F27 , cujo último exemplo está sendo aposentado. Alem disso o  Secretario de Ciencia, Tecnología y Producción para la Defensa e Interventor da Fabricaciones Militares, arquiteto Héctor Lostri, anunciou a obtenção de licença para que a empresa argentino produza dois sistemas de armas oriundos da companhia italiana Pietro Beretta. A primeira é a pistola PX$ Storm, de 9mm, já utilizada pela policia de Buenos Aires. A segunda é o fuzil de assalto ARX160, no calibre 7,72x51mm. A ideia é que o novo fuzil venha paulatinamente a substituir o FAL, atualmente utilizado.

Seguindo com suas modernizações o governo argentino oficializou a compra de quatro patrulhas costeiras de Israel por mais de US$ 80 milhões. A compra foi publicada no Boletim Oficial e aprova os acordos assinados entre o Ministério da Segurança e o governo de Israel em 15 de dezembro passado. As embarcações serão projetados para patrulhar o rio Paraná, uma das principais portas de entrada de drogas no País.

As embarcações possuem duas metralhadoras calibre 50. (Foto: Divulgação)

Os quatro patrulheiros são da classe Shaldag, que possui artilharia forte e é capaz de se deslocar a uma velocidade de 75 km/h, de acordo com as especificações técnicas do fabricante, ISL. Eles são equipados com artilharia na proa e na popa com canhão 25 mm; um sistema Oerlikon de 20 mm e duas metralhadoras calibre 50.

A Força aérea argentina tambem esta alocando recursos para o programa de modernização dos aviões  C-130H  Hércules. A modernização engloba  a modernização do cockpit com o sistema digital Flight 2, da Rockwell Collins, instalação do radar Northrop Grumman APN-241, sistema Traffic Collision Avoidance System, e esta sendo conduzida segundo a orientação da empresa americana L3 Platform Integration.

Com Informações de Segurança e defesa e ID&S

 

One Comment

  1. Eduardo Ramos says:

    P

shared on wplocker.com