Defesa & Geopolítica

ONU abre negociações para proibir armas nucleares

Posted by

Comissão da Assembleia Geral aprova resolução proposta pelo Brasil para iniciar negociações com o objetivo de eliminar os arsenais nucleares. Grandes potências se opõem.

Apesar da forte resistência das grandes potências nucleares, uma comissão da Assembleia Geral da ONU votou favoravelmente nesta quinta-feira (28/10) pelo início das negociações sobre um tratado para o banimento das armas nucleares.

Depois de semanas de pressões por parte das potências nucleares pelo “não” à iniciativa, a resolução apresentada por Brasil, Austrália, Irlanda, México, Nigéria e África do Sul foi aprovada com 123 votos a favor, 36 contra e 16 abstenções.

Entre as potências nucleares representadas no Conselho de Segurança da ONU, votaram contra Estados Unidos, Reino Unido, França e Rússia. A China se absteve, juntamente com Paquistão e Índia.

A Coreia do Sul, que vive sob ameaça nuclear da Coreia do Norte, também votou contra, assim como o Japão. Os críticos à resolução defendem que o desarmamento nuclear deve ser negociado no âmbito do Tratado de Não Proliferação Nuclear (NPT), e não através da nova iniciativa.

A resolução será o tema de uma conferência em março de 2017, onde será negociado um “instrumento legalmente vinculativo para a proibição das armas nucleares, que deverá levar à eliminação total das mesmas”.

A diretora executiva da Campanha Internacional para Abolir Armas Nucleares, Beatrice Fihn, considerou a aprovação um “momento histórico” rumo a um mundo livre do arsenal nuclear.

“Este tratado não vai eliminar as armas nucleares de vez. Mas vai estabelecer um poderoso novo padrão legal internacional, estigmatizando as armas nucleares e compelindo as nações a atuarem urgentemente no desarmamento”, afirmou.

A resolução será votada no plenário da Assembleia Geral da ONU no final de novembro ou início de dezembro.

RC/lusa/afp

Edição: konner@planobrazil.com

Fonte: DW

EUA solicita que membros da OTAN votem contra início de negociações na ONU que visam proibir armas nucleares

9 Comments

  1. ….. …….as superpotencias e subpotencias nucleares jamais aceitarão quaisquer reduções de armas atômicas….talvez,quem sabe…..só no dia de São Nunca……………

    • Junior Almeida says:

      É o caminho para termos os nossos então. A Arábia Saudita e o Japão já tem e ninguém chiou.

      • Topol says:

        Será que tem mesmo? … se for assim pode por na conta aí que Irã também tem

      • Junior Almeida says:

        Irã tem, teve um membro de alto escalão russo que disse que sim. Foi nessa levada que KSA comprou a sua no Paquistão e o meio de entrega na china.

  2. luiz anselmo pias perlin says:

    O Brasil acaba de conseguir a permição para construir suas armas nucleares, no momento em que a maioria dos que detem tais armas querem proibir a lei do desarmamento nuclear eles não podem proibir que outros paises as tenhão só falta o Brasil tirar da constituição a lei que nos proibe de construilas nenhuma das potencias nucleares tera moral para proibir, sabem o que parece é que os paises que criaram esta lei a criaram justamente para tais fins VAMOS construir as nossas, se bem que eu acredito que já as temos.

    • Topol says:

      Pode crer que não temos… o que o Brasil tem é a tecnologia para construir uma bomba, ou melhor, um artefato nuclear explosivo, isso sim em pouco tempo estaria disponível caso realmente o país optasse por esse caminho… agora depois disso teríamos que desenvolver mísseis balísticos e fazer o artefato reduzir de tamanho e essa parte que é a mais complicada… construir meios eficazes de entregar o pacote.

      • luiz anselmo pias perlin says:

        Topol é no que acredito, mas que seja no seu raciocinio. eles querem que o Brasil acine o TNP mas são contra o desarmamento nuclear, que se não estou emganado o cabeça desta lei é o Brasil tu não achas que a criação desta lei é justamente para aliviar a pressão USA sobre o BRASIL para acinar o tratado TNP eles não possuem moral alguma para impor tal lei, isto me lembra de um discurço que o Lula quando presidente fez na ONU em que ele comenta que só tem moral para cobrar o cumprimento deste acordo quem não possue armas nucleares, eu já penso diferente acredito que ninguem tem moral alguma para nos cobrar o que fazemos em prol de nossa defesa o que pensas desta lei?

  3. Francisco says:

    Vem ai um novo TNP e o Brasil será o primeiro a se por de quatro assinando a renuncia total a tecnologia nuclear. Lembrem que o FHC já queria isso em 1992.

    • jose luiz esposito says:

      Com os Políticos e Militares que temos é mais fácil crer em Papai Noel ,se nossos militares quisessem mesmo que tivéssemos armas nucleares , já a teríamos ,entendam, eles não querem ,talvez apenas alguns , a maioria esta bem assim ,não é preciso se aporrinhar tem a vida ganha !

shared on wplocker.com