Defesa & Geopolítica

Alemanha: Bundestag debate impeachment de Dilma Rousseff

Posted by

Partido A Esquerda pede que Parlamento alemão repudie cassação de Dilma Rousseff, em discussão em que vários legisladores questionaram legitimidade do processo. Apenas a legenda de Merkel é contra moção.

O Bundestag (Parlamento alemão) debateu nesta quinta-feira (20/10) o processo de impeachment de Dilma Rousseff, com base numa moção apresentada pelo partido A Esquerda, que pede ao Legislativo que repudie a cassação da ex-presidente.

Dilma Rousseff  – Ex-Presidente do Brasil

O deputado da legenda A Esquerda Wolfgang Gehrcke abriu o debate e classificou de golpe o impeachment de Dilma. “O novo presidente, que considero ilegal, anunciou primeiramente o congelamento das despesas públicas por 20 anos e, dessa maneira, economizará com educação e direitos sociais mais de centenas de bilhões”, destacou, acrescentando que a medida atingirá principalmente os mais pobres e necessitados.

Ao discursar pela União Democrata Cristã (CDU), mesmo partido da chanceler federal Angela Merkel, Andreas Nick ressaltou a crise econômica no Brasil e a importância do país com parceiro da Alemanha, inclusive durante os governos do PT.

O parlamentar lembrou que Dilma perdeu a popularidade entre os eleitores no Brasil e a base no Congresso, o que justificaria o seu afastamento em países como a Alemanha.

Nick reconheceu, porém, que os crimes que justificaram o impeachment são controversos, “mas o Bundestag não é o lugar apropriado para um seminário avançado sobre a Constituição brasileira”, afirmou, sob aplausos dos deputados da CDU presentes na sessão. O parlamentar ressaltou que não cabe ao governo alemão assumir a função do Supremo Tribunal Federal e que a decisão do Congresso brasileiro deve ser respeitada.

Em seu discurso, o deputado do Partido Verde Omid Nouripor lembrou que o governo de Dilma cometeu muitos erros, mas ressaltou que, durante os anos que o PT esteve no poder, houve muitos avanços, como no combate à pobreza e em direitos para as minorias.

“Todos esses avanços estão em jogo com o novo governo”, disse Nouripor. “Não vou usar a palavra golpe, mas com certeza [o impeachment] foi uma conspiração motivada politicamente.”

O deputado afirmou que, em sua visão, o Brasil enfrenta a retomada do poder pelas antigas elites. “Isso se percebe na própria constituição do gabinete do novo governo, formado apenas por homens brancos e velhos, sem nenhuma mulher e nenhum indígena”, reforçou.

O último a discursar foi Klaus Barthel, do Partido Social-Democrata (SPD), que também classificou de golpe a destituição de Dilma. “Um impeachment só é possível quando o presidente cometeu um crime grave, mas esse foi um processo conduzido por interesses políticos”, disse.

“Dilma Rousseff é muito mais íntegra do que maioria daqueles que foram contra ela”, afirmou, ressaltando que Eduardo Cunha, o arquiteto do impeachment, foi preso nesta quarta-feira. Barthel também criticou o papel de empresas alemãs no Brasil, que se animaram com a possível diminuição dos direitos trabalhistas no país.

Com a maioria dos deputados a favor da moção da legenda A Esquerda, o requerimento foi enviado para ser avaliado pela Comissão de Relações Exteriores do Bundestag.

Edição: konner@planobrazil.com

Fonte: DW

8 Comments

  1. ……………puxa…o golpe foi tão sujo que o mau cheiro chegou até a Alemanha…é ruim hein?………….

  2. Renato de Mello Machado says:

    Falta do quê fazer, político é igual em todo lugar. Tá com pena, leva prá vocês.O PT é um partido com semelhanças com o nazismo principalmente em se apropriar do poder comprando pessoas,militância fanática e distribuição de cargo como se fosse algo simples.A diferença é quê os nazista tinham organização.Celso Daniel quê o diga.

    • Abin says:

      Vira esse disco seu …..o povo brasileiro já viu o beneficio do golpe :::: chave do cofre do banco central para o dono do itau …..pre sal para os estrangeiros …..aposentadoria só as 70 anos quando tiver no caixão …..nao vai ter escola e nem hospital …..a gasolina vai ficar mais cara (o governo do pixuleco subsidiava a gasolina mais barata pro povo ) a petrobras agora vai passar a dar muito lucro = esqueceu que o fhc vendeu para os americanos 50 % das acoes com direito participação dos lucros na época ,na época nao foi autorizado a vender as acoes com participações no lucro para o povo brasileiro !!!!!!! agora já sabe pq e golpe !!!!!

    • jose luiz esposito says:

      O PT inventou uma nova forma de DITADURA , não Fechar o Congresso e sim o Comprando ,depois que de descoberto o Ardil , passaram a perder todas as votações seguidas .

  3. Abin says:

    Os japoneses tomarão prejuízo de bilhões por causa do golpe e o golpista foi lá atras de investimento e tomo um pé na bunda ……agora e a vez da Alemanha …….os russos já sabe que o golpista esta a servico de washinton !!!!

  4. jose luiz esposito says:

    Os que condenam o Congelamento do Orçamento , esquecem dos 550 Bilhões de Reais ,separados dos Impostos arrecadados pelo GF somente este ano para pagamento de Juros , ano passado foi 450 Bi e 2014 400 BI , então se dermos uma freada na expansão dos gastos que geralmente se dá pelo avanço do Legislativo , Judiciário e parte de Setores do Executivo ao Erário Público, a expansão da Dívida Interna despencará , com isto os juros poderão diminuir para níveis internacionais , coisa que nunca antes foi conseguido , é só entendermos o mecanismo e a lógica colocada pelo Ministro da Fazenda .

  5. Abin says:

    O japoneses tomarão prejuízo milionário com o golpe e os golpista forao lá correndo pedir investimento e tomarão um pé na bunda …..os russos tambem pé na bunda ….agora a Alemanha ……no final vai ficar tudo pro fálcoes de washinton comprar tudo o brasil a preco de banana !!!!!!

  6. Lívio Luiz says:

    O parlamento alemão deveria estar se preocupando com a invasão de milhares de terroristas islâmicos na Alemanha.

shared on wplocker.com