Defesa & Geopolítica

Rússia vai construir base naval permanente na Síria e cogita bases em outros locais

Posted by

A Rússia irá construir uma base naval permanente na Síria para ampliar a presença militar em seu aliado mais próximo no Oriente Médio, disse uma autoridade do governo nesta segunda-feira, uma semana depois de Moscou dizer que está cogitando reabrir bases da era soviética no Vietnã e em Cuba.

A medida, anunciada pelo vice-ministro da Defesa russo, Nikolai Pankov, é mais um indício de que a Rússia está intensificando sua atuação na Síria, apesar de uma redução parcial de seus efetivos em março, e mais um sinal de que se prepara para dar apoio para o presidente sírio, Bashar al-Assad, por um longo período.

“Ao fazer isso, a Rússia está não só reforçando seu potencial militar na Síria, mas em todo o Oriente Médio”, disse o senador Igor Morozov, membro da câmara alta do Comitê de Assuntos Internacionais do parlamento russo, à agência de notícias RIA.

Uma análise de dados de rastreamento disponível ao público feita pela Reuters revelou que Moscou vem aumentando continuamente suas forças em solo sírio desde o fracasso de um cessar-fogo no final de setembro, dobrando as linhas de suprimento por ar e mar.

O plano base, que irá incluir a atualização e a expansão de uma instalação naval já existente no porto de Tartus, que Moscou arrenda da Síria, é parte de uma iniciativa para ampliar ou criar uma nova presença militar no exterior.

O jornal Izvestia relatou que Moscou também está conversando sobre a abertura de uma base aérea no Egito, e o diário estatal Rossiskaya Gazeta noticiou que a Rússia querer também bases na Venezuela, Nicarágua, Ilhas Seicheles e Cingapura.

Em atrito com Washington por causa da Síria e da Ucrânia, a Rússia se envolveu em uma verdadeira medição de forças nas últimas semanas, enviando mísseis terra-ar S-300 para Tartus, mísseis de capacidade nuclear para seu encrave europeu de Kaliningrado e intensificando sua força de ataque na Síria.

O Ministério da Defesa russo disse na segunda-feira que os paraquedistas russos participam, pela primeira vez, de exercícios militares em solo egípcio neste mês.

Andrew Osborn

Imagem: Mapa mostrando a Base Aérea russa em Khmeimim, Síria. Os círculos marcam o alcance dos mísseis de defesa aérea.

Edição: konner@planobrazil.com

Fonte: Reuters

 

 

25 Comments

  1. S-88 says:

    Bases militares russas no estrangeiro não justificariam os custos que representam e contradiriam os interesses da Rússia.

    Em segundo lugar, o chamado “efeito de contenção” das bases militares está supervalorizado. Ainda mais, o efeito pode ser contrário ao esperado: por exemplo, a expansão da Rússia para o Oriente Médio, América Latina, Oceano Índico e sudeste asiático inevitavelmente iria provocar sérias preocupações em Washington e em outros governos e alterar a estabilidade da região.

    Em terceiro lugar, as bases militares nem sempre impedem a proliferação de armas nucleares no mundo. A presença contínua da URSS armando os países árabes foi um dos fatores que levou Israel a buscar as suas armas nucleares

    Em quarto lugar, as bases podem causar descontentamento entre a população local: um exemplo claro poderia se dar na Venezuela, onde a ditadura de Maduro é cada dia mais impopular, com a presença de uma base russa tendo o potencial de levar muitas pessoas às ruas para protestar.

    Em quinto lugar, a presença de bases militares em um determinado país pode levar a que Moscou se veja obrigada a manter seu “regime ditatorial”. Algo que muito provavelmente está a acontecer na Síria e poderia acontecer na Venezuela.

    Finalmente, a última razão destacada pelo analista consiste na opinião de que as futuras bases militares da Rússia já estariam tecnicamente obsoletas. Atualmente, graças às novas tecnologias, as tropas podem ser reposicionadas rapidamente através de longas distâncias, por conseguinte, podem nem deixar o território russo.

    Moral da história: Pau que bate no Sam pode igualmente bater no Ivan…rs!

    • Profeta_lunatico says:

      Como sempre sua visāo ė parcial ou todo esse seu conceito se aplica as mil e umas bases dos EUA certo?
      2º sera doença trauma ou fingir nāo ver a realidade? A URSS ja nao existe!
      Poderia me explicar o sr supra sabe tudo em que contraria os intereses russos abrirem base no exterior?
      “Bases podem causar descontentamento entre populaçāo local”Sera que lhe faltou coragem de mencionar e dar como exemplo algumas das mil e uma bases americanas ?
      Se bem percebi a materia ..fala em actualizar espandir e construir certo?
      Ah e so uma pequena questāo . Israel buscou armas nucleares devido aos paises arabes e nao por causa da URSS. Paises Arabes Aliados da URSS e dos EUA( JORDANIA IRĀ A.SAUDIDA LIBANO)
      Ja agora pk o sr nāo comenta das bases americanas? Por exemplo a no Niger dos Drones nao vai contra Liberdade Democracia ou os Interesses dos EUA estāo acima de tudo e todos?
      Obrigado.

    • Professor says:

      S-88, é muito diferente porque a Rússia tem motivos concretos para estabelecer uma base na Síria, assim como em Cuba e no Vietnã.

    • Krasnoysibirsk says:

      Moral da história: Pau que bate no Sam pode igualmente bater no Ivan…rs! Nunca vi frase mais patética!

    • Rprosa says:

      Você devera ler o acordo entre Síria e Russia, quanto as bases de Tartus e Khmeimim, vez que não existe o pagamento de um rublo ou dinar ao governo sírio, assim não há custo financeiro para Rússia, com exceção da manutenção de seus equipamentos e tropas e este dinheiro esta alocado no orçamento das FAs russas no quesito treinamento, ou seja não prejudica o desenvolvimento de projetos.

      Agora porque você não usa esta sua tese e apresenta aos EUA, Grã Bretanha, França, etc, pois as potencias europeias podem ter mais de 1.200 bases espalhadas pelo mundo, só os seu amado EUA tem 854, mas quando os russos tencionam criar duas ou três bases você abre sua boca criticando, gostaria de entender apenas uma vez como uma pessoa pode possuir duas opiniões tão distintas sobre o mesmo assunto, mudando dependendo somente da corda bandeira que enverga.

      • Topol says:

        Hehehe… ele é danado, ele vai dar um jeito de conseguir responder…

    • Junior says:

      Só os e.u.a e quem podem abrir bases no exterior ?sabe de nada inocente ,já era hora da Rússia reagir as alfinetadas dos e.u.a.Cada acao leva a uma reação e ai esta a da Rússia

  2. BobSAP says:

    S-88, você viajou legal….

    • Gilmar says:

      S-88, eu diria que o pau que bateu em Ivan pode estar prestes a bater em Sam. EUA tem bases espalhadas por todo o mundo e sua política de colocar armas cada vez mais perto das fronteiras Russas pode estar obrigados os Russos a mover suas forças para pontos estratégicos.
      Outro ponto interessante é que seu comentário sobre ter que apoiar ditadores ja acontece com os EUA, que a muito tempo vem apoiando o regime da Arábia Saudita.
      O que levou Israel a construir sua bomba nuclear foi a conivência dos EUA, que fizeram vista grossa a este programa.
      Quanto ao descontentamento em relação a estas bases, seria mais ou menos o que acontece hoje em relação às bases Americanas em solo Japonês, onde parcela significativa da população não aprova a permanência de militares Americanos em seu país.

  3. Topol says:

    Esse círculo azul que pega até Ancara, segundo o google maps, está com um raio de quase 600 km… qual míssil de defesa aérea tem um raio desses??? Nem o 40N6 que até hoje não foi mostrado tem tanto alcance assim… já o círculo vermelho que pega até Jarusalém está com 400km de raio, este “pode ser” que seja real, ainda não foi demonstrado…

  4. Topol says:

    Eu gostaria que a Rússia realmente reativasse algumas de suas bases ultra marinas porém para que isso suceda de forma funcional sua marinha terá que crescer muito em termos de projeção de poder, e isso não acontece do dia para a noite… hoje os Destroyers de cruzadores de maior tonelagem são os poucos Sovremennys, alguns Udaloys anti submarino e 3 cruazadores classe Slava e 1 classe Kirov… muito pouco para uma ambição de controlar bases navais bem distantes de seu território, sem contar a necessidade de navios de apoio logístico e tanquers grandes… o ideal seriam pelo menos mais 10 novos cruzadores nucleares Leader, uns 10 Ivan Gren, uns 4 grupos de prontidão anfíbios capitaneados por LHD classe Priboy e fragatas Gorshkov, uma bela frota de pelo menos 10 novos Yasen (por enquanto só tem um) e uns 4 porta aviões Storm… isso para controlar de fato os espaços em que as bases estejam inseridas… agora se for só opara assinalar no mapa com pontinho vermelho coloca lá alguns MIGs e um destacamento fixo e pronto, só para pirraçar os EUA.

  5. Gary says:

    Achei que só os americanos gostassem de invadir outros países e ficar para sempre por lá. IMPERIALISMO RUSSO NÃO É MUITO DIFERENTE DO YANKE.

    • Topol says:

      A pergunta é: quem começou?

      • Gary says:

        E importa quem rouba primeiro para a vítima? É aquela velha história: o pt pode roubar o Brasil porque o psdb roubou primeiro. Isso é argumento de criança, meu caro.

      • Topol says:

        Não distorça o que eu disse… e lógico que importa pois se um inimigo que te odeia é quer te destruir tem trocentas bases em volta de todos pontos estratégicos ameaçando seus interesses você se vê forçado a tentar fazer o mesmo para poder se defender

      • Gary says:

        Bem, quem começou, então foram os russos, anexando os países balticos, a Polônia e demais países da Europa oriental e todo o sudoeste da Ásia. Faltou algum? Tudo isso ainda no século passado, antes da 2GM, exceção a Polônia que só foi anexada com a vitória russa sobre a alemanha. Se era isso que querias saber.

  6. Alessandro says:

    eu sou a favor da DEMOCRACIA, mesmo q seja de mentirinha rsrs..
    se os EUA pode montar suas bases, a Rússia tbm pode !!

    se o Brasil quiser tbm instalar algumas mundo afora, tbm não vejo problemas, se um dia se levar defesa a sério aki.

    eu respeito esses países, mesmo com as diferenças culturais e ideológicas, eles levam muito a sério suas defesas.

    • Rafa_positron says:

      “eu sou a favor da DEMOCRACIA”

      hã rã

      Michel Temer tbm é
      Eduardo Cunha tbm é
      Aecio Neves tbm é

      enfim

      • Alessandro says:

        oq isso tem haver com meu comentário ?

        ate onde eu conheço as leis brasileiras, nenhum desses desrespeitou a democracia do Brasil.

        se eles cometeram algum crime, q suas vítimas recorram na justiça e provem seus crimes, assim como aconteceu com o Cunha no caso do dinheiro lá fora.

        o resto é q se provem o contrário é CHORO !!

  7. Heitor says:

    Essa guerra na síria e coisa seria ! Muito seria ! Seríssima ! Depois de 10 anos de guerra e mas de 1 século mandos e demandos la pelo EUA e sua capaxus Europeus o ira , iraque e síria nao querem os eua la nem pintados de ouro ai criaram a baderna demoniaca e genocida de cristao para manter suas guerras de recolonizacao e a russia que nao e boba sabe que o oriente medio e fundamental a Europa ,china , india , japao….. a grande euroasia e se manterem suas bases la com seus ‘silo’de qualidade topom , sarmat, bulava, s300/400 , iskander m… ninguém nem os bestializados terrorista vao se meter a besta e depois que o dinheiro chines entrar en peso la ate a Arábia saudita vai abandonar sua relação indigesta e conspiradores com demo-cracia americana e vai turquia e nem a europa (e o reino unido )vai resistir ao negócio da china ainda mais depois da invasão islâmica e desrespeito dos americanos e vai renascer das cinzas a Alemanha unuda a França e Itália … num novo polo de poder e parceiro da russia e ate o Japão vendo que os eua sao um parceiro encrenqueiro e sem palavra vao também querer se aproximar da russia que sera a grande maestro da orquestra da euroasia (GRANDE PUTIN) e a africa conhecendo a reputacao americano e vendo o sucesso (economico) do socialismo estatizante vao também querer fazer parte e as bases americanas no velho mundo va se tornar um estorvo caro odiado pelo povo e os americanos sera expulsos pela porta dos fundos para nao levar um chute na bunda (economico) da china. E por isso as sucessivas tentativas de golpe na Venezuela(que resiste bravamente) a operacao lava jato na petrobras e o golpe no brásil e essa pec 241 que poe teto en despesas e proíbe o governo de usar o dinheiro em qualquer programa tecnologico e social enquanto saqueiam /privatizam o pré-sal o ouro negro brasileiro e daqui 20 anos vamos ter um pais falido demantelado e endivida no fmi a beira de uma guerra civil Viramos reserva estratégica da American way of life e seus bilionários . E viva ao B de burro do Brasil dos Brics o pais dos viralatas e dos patri-otas . Encontramos o ouro negro e vamos entrar para a história como uma das maior senão a maior c* história do mundo .

  8. Rafa_positron says:

    Então…
    Vamos lá.. os Russos pretender ter outra base na Síria ou vão deixar a base de Latakia?

    Não ficou muito claro…

  9. S-88 says:

    Rindo muito….E rindo alto…..

    Eu APENAS E TÃO SOMENTE usei os mesmos argumentos de um texto anterior, onde o articulista se manifestou contra as bases norte-americanas em território estrangeiro, mas trocando os EUA pela Rússia e eventualmente fazendo um resgate histórico da malfadada URSS, logicamente fazendo algumas adaptações. Mas eis que imediatamente se manifestaram contra os mesmos argumentos aos quais haviam concordado anteriormente. Mas aí já viu né? Como agora estes foram usados contra os interesses da “Mãe Rússia”, e não para atacar “uzamericanú mau, feiu i bobu cumedô di bêicon”, não pode……

    De novo: Coerência, a gente vê por aqui……

    • Rprosa says:

      ao se trata de incoerência, pelo menos da minha parte, pois sou pessoalmente contra ingerência em assuntos internos de determinado país por quem quer que seja, exceção feita quando o governo legítimo pede pelo apoio internacional ou quando mediante consenso na ONU esta emite uma resolução autorizando a intervenção, determinando entre outras coisas objetivos, meios, modos e tempo de duração.

      Toda e qualquer base em solo estrangeiro somente tem duas finalidades impor a vontade do mais forte, e tornar o receptor mais susceptível as determinações do fornecedor, sempre foi e será assim, seja em relação a russos, americanos, ingleses, romulanos, etc.

    • Profeta_lunatico says:

      ” Coerência ” ė o que lhe falta e nāo ė pouco sr S-88. Coerência nāo e usar pau de dois bicos. Pior bem pior o sr mostra sua ” coerência” quando as materias falam da Russia o sr aparece logo logo com sua supra sabedoria e ultra conhecimentos .quando a materia fala algo negativo contra EUA o sr mete o seu favorito óculos de penafiel nāo da a cara. Coerência?

    • Profeta_lunatico says:

      Sr S-88 Com coerência e seriedade .responde. na sua visão qual ė o maior fator, causa ou razāo para que a Russia queira reabrir ou abrir bases no exterior?
      E se Desde o fim da URSS ate ao ano de 2014 houve esses mesmos fatores, causas ou razões para que os EUA abrisse mais de 100 bases em todo mundo?

shared on wplocker.com