Categories
Aviação Defesa Destaques Estados Unidos Geopolítica Opinião Sistemas de Armas

O futuro bombardeiro estratégico Stealth dos EUA B-21 Raider

O novo bombardeiro estratégico B-21 recebeu o nome Raider para assinalar a memória do grupo de aviadores Doolittle Raiders, que levaram a cabo o primeiro ataque aéreo dos EUA contra o Japão.

“O nome foi selecionado entre 4,6 mil propostas avançadas por pilotos norte-americanos”, explicou secretário da Força Aérea dos EUA, Deborah James.

No dia 18 de abril de 1942, quatro meses depois de Pearl Harbour, 16 bombardeiros B-52 sob o comando do tenente-coronel James Doolittle, decolaram do porta-aviões Hornet e seguiram rumo a Tóquio.

Só um deles conseguiu sobreviver na operação e aterrissar no campo de aviação soviético de Nakhodka. Passando um ano, a tripulação do avião voltou para os EUA.

O futuro bombardeiro estratégico B-21 está sendo construído pela empresa norte-americana Northrop Grumman. Já foram publicadas as primeiras fotos do avião. O B-21 lembra o bombardeiro B-2, tem a forma de uma asa voadora e também foi construído com base na tecnologia Stealth.

 

Entretanto, o Rider tem menor envergadura do que B-2 e terá uma parte dianteira plana para reduzir a visibilidade no campo de infravermelhos. O custo total de projeto atinge 41,7 mil milhões de dólares.

Foto: © REUTERS/ U.S. Air Force

Fonte: Sputnik News

 

6 replies on “O futuro bombardeiro estratégico Stealth dos EUA B-21 Raider”

PS. Não tem preço!

16 bombardeiros B-52 ? acho q ta errado issae …

João Paulosays:

Se não me engano o ataque foi feito com os bombardeiros B-25 Mitchel. Quanto ao B-21 o design é muito parecido com com o B-2 porem o “recheio” com certeza é tecnologicamente superior!!

Eu acho que eles se enganaram,me parece que foi os Bombardeiros Mitchel se não me engano os B-25 que fizeram o primeiro bombardeio Americano a Tóquio ,até porque B-52 não existiam ainda, os
B-52 são aviões a reator e muito grandes e ainda estão na ativa os ultimos modelos,eles nunca puderam aterrizar em Porta-Aviões.

O ataque das aeronaves americanas a Tóquio no ano de 1942 não foi feito pelas aeronaves tipo B-52, simplesmente porque elas são da década de 50, portanto ainda não existiam naquele ano.

E trocaram o 5 e o 2 de lugar… foi um erro de digitação. ..

Sobre a matéria eu queria salientar a semelhança desse b-21 com o b-2…. se sair conforme essa concepção artística será quase que uma nova versão do b’2 spiritual. ..

Comments are closed.