Defesa & Geopolítica

Congresso dos EUA aprova fornecimento de armas letais para Ucrânia

Posted by

Deputados estadunidenses aprovaram a ‘Lei da estabilidade e democracia na Ucrânia’, implicando o envio para Kiev de armas defensivas letais. Esta notícia foi divulgada pela embaixada da Ucrânia em Washington em sua página no Facebook.

A lei fala de “mais apoio para o Governo da Ucrânia nos seus esforços para restaurar a soberania e integridade territorial do país, a fim de parar e reverter a agressão russa”, com medidas que incluem “sanções, diplomacia e armas letais”.

De acordo com o projeto de lei, até que a “ocupação” da Crimeia termine e os acordos de Minsk não sejam integralmente cumpridos pela parte russa, as sanções não serão levantadas.

Além disso, o Departamento de Estado dos EUA, de acordo com esta lei, irá desenvolver uma estratégia para combater a “propaganda russa”.

“Este projeto ressalta o suporte norte-americano ao direito da Ucrânia de se defender e prevê a pressão sobre a Rússia, até que tenha fim seu comportamento criminoso na Ucrânia”, disse um dos iniciadores da lei Elliot Engel.

O projeto da “Lei da estabilidade e democracia na Ucrânia” vai se tornar lei apenas se for aprovado no Senado e, em seguida, assinado pelo presidente dos Estados Unidos.

A Crimeia se tornou parte da Rússia após o referendo de março de 2014, realizado após o golpe de Estado em Kiev. Mais de 95% das pessoas que vivem na península votaram a favor da reunificação com a Rússia.

A lei implica que a Rússia é uma parte nos acordos Minsk que regulam o cessar-fogo em Donbass, mas o Ministério do Exterior russo disse repetidamente que o lado russo não é uma parte desses acordos e apenas pode exercer influência sobre as partes em confronto.

Foto: © flickr.com/ Stephen Melkisethian

Fonte: Sputnik News

 

9 Comments

  1. Rafa_positron says:

    Que tipo de arma serão dadas ao governo ucraniano
    pq na Siria essas armas não estão ajudando em nada os ditos “rebeldes moderados”

    Poroshenko ta brincando com coisa seria
    Isso ai já esta ultrapassando os limites da retórica antirússia

    Se começar a gracejar demais, vai terminar igual ao Sakashivili: comendo a própria gravata esperando por ajuda ocidental que nunca veio (e nunca virá)

    • 1maluquinho says:

      Correto meu amiguinho Rafinha rsrs

  2. Arc says:

    A depende das armas que serão repassadas a Kiev não haverá grande mudança no atual cenário, logo, o que precisa acontecer é a conclusão dos acordos de Minsk, do contrário, haverá uma nova incursão no Donbass, a Rússia responderá com ajuda mantendo o conflito durante muito tempo, o prejuízo já nos é conhecido: a Europa aumenta as sanções, a Rússia aumenta a aproximação comercial com seus novos parceiros, a Europa fica mais ferrada do que já está, e oo paises que estão descontentes com esssa politica anti Rússia ganharão mais força, ocasionalmente forçando um afastamento político dos EUA. O que pior pode acontecer é Kiev praticar suicídio, tentando retornar a Criméia, aí veremos uma surra sem tamanho dada com chineladas moscovita.

    • 1maluquinho says:

      Ate tu Arc,premiado pelo bolinho d3

  3. Até que enfim !

  4. diego says:

    Já sabia que o governo da ucrânia é marionete más cobáia é novidade…. não sei se vai sobreviver nessa aventura, uma pena.

  5. Alessandro says:

    quer dizer q a Ucrânia não pode comprar armas dos EUA para se defender, mas os rebeldes financiados pela Rússia pode tocar o terror lá ?

    santa paciência viu !!

  6. 1maluquinho says:

    Para neo-nazistas vale tudo.
    Criem mais um monstro depois percam o controle sobre ele e conclamem o tolo mundo a enganjarem-se em mais uma nova cruzada

  7. jose luiz esposito says:

    Depois a Rússia a vendida ao Ocidente pelos EUA e a Imprensa tipo Rede Globo como Agressora , que tomou a Crimea da Ucrania , etc , e os Trouxas e ou de Ma´Fé acreditam e repercutem !!

shared on wplocker.com