Defesa & Geopolítica

Aproximação entre Rússia e Turquia ameaça Ocidente

Posted by

As relações entre Turquia e Rússia tornaram-se mais próximas, enquanto a relação entre Ancara e Washington claramente se esfria acentuadamente, e se a situação não mudar isto é uma ameaça ao Ocidente. É o que publica o jornal Asia Times.

De acordo com a edição, mesmo antes do golpe, após o pedido de desculpas do presidente Erdogan a Moscou, tornou-se claro que o vetor da política externa do país começaria a mudar, mas o comportamento de Erdogan após a tentativa de golpe não deixou dúvidas.

“A ação dos conspiradores aumentou significativamente as tensões entre a Turquia e os Estados Unidos, principalmente devido ao fato de que Washington ainda não entregou a Ancara o pregador islâmico oposicionista da oposição turca, Fethullah Gulen, acusado de organizar a tentativa de golpe”, diz o artigo.

Destaca-se também que agora o foco de Erdogan não é a situação na região mas o bem-estar econômico do seu próprio país. Com isso, a melhoria das relações com Moscou promete benefícios significativos para a Turquia, pois Erdogan espera que a Rússia ajude a evitar a criação de um Estado curdo independente, se em troca ele ajudar a exportar o gás russo.

“A Turquia, ao demonstrar disposição de se tornar o ‘eixo sul’ para o gás russo, garante suas necessidades de energia, embora, é claro, esta situação seja benéfica para a Rússia”, publica o Asia Times.

“Provavelmente, isto vai facilitar o caminho da Turquia para um bloco regional mais amplo, em que na frente política lidera a Rússia, e na frente econômica a China”

De acordo com o artigo, “para o Ocidente, a perda da Turquia e seu tapume com a Rússia significará enorme revés geopolítico”.

Fonte: © AFP 2016/ ADEM ALTAN

Fonte: Sputnik News

 

14 Comments

shared on wplocker.com