Vídeo: Montagem do sistema SAM Long Range S-400 Triumph (SA-21) – Almaz Antey

 

Imagens raras do interior da sala de produção da Almaz Antey  na Rússia, onde são montados os mísseis para o sistema SAM Long Range S-400.

 

https://www.youtube.com/watch?v=Ugk3Cu5h4kA

 

 

21 Comentários

  1. Vendo esse vídeo só me reforça a certeza de nós podemos também fazer a diferença,
    desde que voltemos a ser um País sério , já fomos um dia.

    • realmente oque falta no Br é foco! más apesar de parecer fácil e simples não é bem assim, a Russia é líder em propulsores de foguetes a muitas décadas.
      Falando em Brasil e foguetes é engraçado como os EUA se infiltraram na ucrania com a desculpa de ajudar em um pseudo invasão russa prá meter as mãos na tecnologia de propulsores russos. nenhum império existe de ajuda humanitária, tolos o que acreditarão nisso.

      • E pra que iriam querer propulsores russos…? Já lançam seus foguetes desde os anos 50 e nunca cessaram o desenvolvimento…

        Há diversas famílias de lançadores que os americanos dispõem hoje, com tecnologia 100% americana, e estão desenvolvendo novas tecnologias de forma frenética… Se uma empresa americana importa hoje motores RD-180 ( United Launch Alliance, para foguete Atlas 5 ) é por apenas uma razão: displicência, gerada por uma década de descaso do governo americano com o programa espacial…

      • Além disso a compra do RD-180 é uma parceria com a Rússia. O fabricante russo seria seriamente prejudicado caso os EUA cancelassem as compras.

        Por que a Rússia ainda vendem para os EUA depois de todos os embargos e medidas para prejudicar a economia deles?

        Perguntas que os fãs não se fazem…

      • Não precisa esse tipo de pergunta, as sanções são fake! Ou vc tem algum estudo que prova o contrario. Digo estudo não bravata. Se falar que a bolsa deles desvalorizou nesse período me diga qual não!

      • Existem milhares de informações de que a economia está em recessão. E diversos jornais russos comentando o efeito das sanções.

        Se amam tanto a Rússia, porque não a abrem jornais russos e veem como a situação está por lá?

        Tá cheio de fontes de dentro da própria Rússia.

        Por que vocês não se dão trabalho de ler antes de escrever?

        É cansativo ficar explicando o básico todo o dia.
        Tá cheio de jornais russos na internet, por favor, leia e pesquise um pouco antes de escrever.

        A gente perde a paciência porque temos que ficar aqui brigando todo dia por causa postagens fantasiosas que poderiam ser evitadas se os fãs fizessem a sua obrigação de se o informar antes de escrever.

        “”Se falar que a bolsa deles desvalorizou nesse período me diga qual não!””

        Não dá para perceber que a bolsa deles caiu mais que as outras? Que a moeda perdeu quase 50% do valor? E a Economia que encolheu 3%?

        Me diz onde mais aconteceu isso?
        Brasil?

        A economia deles está em recessão porque eles erroneamente confiaram nos preços altos do petróleo e pelas sanções.

        Tá cheio de jornais russos por aí, é só ler.

        No fim de tudo a gente acaba falando mal da Rússia sem necessidade. Bastava ter aceitado a realidade como ela é é e não vir comparar a crise russa com a dos outros.

        Leia jornais russos, todos que puderem.

      • Deagol, é inegável que as sanções impostas pelo ocidente cobraram seu preço junto a economia russa, mas também é correto afirmar-se que estas em momento algum lograram o efeito devastador que Washington e Bruxelas delinearam, muito mais nefasto foi a guerra cambial, que provocou uma enorme desvalorização do rublo, bem como a desvalorização do preço do petróleo e derivados..

        Mas se você e alisar os fatos sem o peleguismo arcaico de ser anti soviético ou anti Putin, você há de reconhecer que as medidas adotadas por Moscou, foram eficazes e evitaram um mal maior, já que em função das sanções, a Russia investiu a produção doméstica não apenas de armas, mas sobretudo alimentos, máquinas, tecnologia, capacitação de mão de obra, etc, sendo que as sanções que se destinavam a dinamitar a economia russa, acabaram por produzir um efeito inverso prejudicando alguns países europeus, principalmente os europobres.

        Assim diferentemente de um povo ao sul do Equador que sairia as ruas pedindo pela deposição do presidente que ousou enfrentar o status quo mundial, como forma de garantir seus privilégios, o povo russo apoiou seu presidente dando-lhe condições de impor mudanças econômicas e de investimento.

        A estratégia ocidental deu tão errado que já há manobras de bastidores para o levantamento das sanções, porém dificilmente a Europa reconquistar[s o mercado russo.

        Assim falar que a economia russa esta em frangalhos carece de fundamentos, ela enfrenta sim uma crise e uma queda no PIB, mas as projeções para 2018-2020 são plenamente favoráveis, ao contrário das economias européias.

        Por exemplo, por que você não comenta sobre o rombo de 300 bilhões de euros do Deustch Bank em junkies bonds.

      • rprosa…

        “…muito mais nefasto foi a guerra cambial, que provocou uma enorme desvalorização do rublo, bem como a desvalorização do preço do petróleo e derivados…”

        A economia russa entrou em pane justamente não ser diversificada. Fosse o caso e a guerra cambial teria efeitos muito menores.

        A dependência de commodities ( petróleo em particular ) foi o principal fator de desestabilização da economia russa. Enfim, os americanos são realmente os maiores responsáveis pela crise russa, mas mais por começaram a explorar muito mais suas reservas ( e não estou falando só de xisto ). Enfim, criaram uma especulação com relação a um excesso de oferta, o que ajudou a derrubar o preço. Outra parte na qual contribuíram foi no inicio do processo de reabertura do mercado iraniano, o que apenas reforçou a especulação de maior oferta. É também um “efeito retardado” da crise de 2008, posto praticamente todas as economias importantes crescerem menos e derrubarem a demanda. Tudo isso combinado gerou a queda do barril e plantou a semente da crise russa.

        “…a Russia investiu a produção doméstica não apenas de armas, mas sobretudo alimentos, máquinas, tecnologia, capacitação de mão de obra, etc, sendo que as sanções que se destinavam a dinamitar a economia russa, acabaram por produzir um efeito inverso…”

        Realmente, as medidas russas foram acertadas nesse sentido. Mas quando irão começar a produzir efeito real ( e mesmo se produzirão os efeitos esperados ) é outra história… Os próprios russos prevem uma dinâmica maior de seu parque industrial apenas para depois de 2020.

        “…porém dificilmente a Europa reconquistar[s o mercado russo…”

        Os russos é que seriam imprudentes se não reatassem rápido suas relações comerciais com a Europa… Se ficarem de beicinho, a única grande via que restará será a China… E Pequim pode realmente encher as prateleiras russas, mas vai cobrar seu preço… Enfim, essa situação poderá deixar os russos nas mãos dos chineses; que é de fato tudo o que eles não querem.

        Evidente que a economia russa não está em frangalhos, mas esta década está quase que perdida… A melhor chance de conseguirem alguma recuperação significativa é avançar rumo a Europa e se entenderem melhor com as economias latino-americanas. Se se apoiarem só no Pacífico e na Ásia, jamais irão ter mercados equivalentes aos que perderam…

      • RR de onde vc tirou esta concepção de uma década perdida posso saber, pois os russos enfrentaram uma queda de apenas 3% no PIB e uma recessão de no máximo 2 anos.

        Porém apesar desta recessão não implicou em perda de capacidade industrial, da capacidade tecnológica, da mão de obra etc., estas análises apocalípticas nãos e sustentam, basta ver o desespero de George Soros que postou contra a Rússia e perdeu.

        Apenas um exemplo da engenhosidade russa para reverter a crise, voce por acaso sabe que Putin determinou que os fundos soberanos comprassem ações da empresas russa, permitindo que estas se capitalizassem quando o financiamento destas foi prejudicado pelas sanções, isso evitou que muitas empresas russas ficassem em situação pre falimentar, ao mesmo tempo em que possibilitou que grade parte do capital acionário fosse repatriado, bem como agora o lucro das empresas russas não vai mais para o externo ao contrário vai para os fundos soberanos e retorna como capital de investimento.

        Da mesma forma, os russos desindexaram sua economia passando a converter suas reservas em ouro, ao mesmo tempo que diversificaram sua economia, substituindo importações por produtos nacionais, seja no setor industrial, agrícola ou de serviços.

        em 2018 os russos e chineses planejam uma nova linha de Swit bancário, sem que seja via bancos ocidentais o que fará com que as exportações russas sejam facilitadas, enfraquecendo a possibilidade de manobras financeiras por parte de especuladores, assim como se planeja a substituição dos técnicos do banco central russos por pessoas da confiança de Putin e do Komite.

        Quando falo em que dificilmente a Europa irá recuperar o mercado, me refiro aos produtos que foram substituídos pelos congeneres russos e não uma ruptura de relações comerciais, pois na minha insípida análise geoeconômica, é impossível haver uma Europa forte sem a integração coma Rússia, assim como é impossível haver uma Rússia forte sem integração com a Eurásia e é exatamente isto que EUA e OTAN desejam impedir.

      • rprosa…

        http://gazetarussa.com.br/economia/2016/04/11/banco-mundial-piora-previsoes-para-economia-russa-em-2016_583719
        http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/01/pib-da-russia-registrou-contracao-de-37-em-2015.html

        Após uma retração de quase 4% e voltando a crescer em média 1%, pode se dizer que se perdeu os patamares de crescimento anteriores a 2013 e que somente se recuperarão após 2019, considerando uma média de crescimento em escala constante ( o que aparentemente não vai acontecer ). Ou seja, essa década ( ou o resto dela ao menos… ) foi pro espaço…

        Sim… Sei de todas essas medidas e, como eu disse, foram todas acertadas. O que questiono são os resultados…

        A “Europa forte” está na diversificação de suas importações…

      • Esse seu raciocínio é errado lol, perder uma década significa que uma geração será incapaz de lograr obter o desenvolvimento da outra, como acontecem apos os períodos de guerras, grandes catástrofes naturais etc.

        O fato do PIB russo só ter previsão de crescimento de 1% não é indicativo de que a década foi perdido, pois apesar do PIB ter caído o investimento continuou o desenvolvimento tecnológico permaneceu, os investimentos de base melhoraram, assim a próxima geração russa estará tão ou mais capacitada a continuar a produzir riquezas.

        E outra o crescimento de um país depende de inúmeros fatores, vamos apenas supor que o preço do petróleo dispare em função de um conflito Irã x Arabia Saudita e volte aos 100,00 dólares o barril, já imaginou o incremento que isto dará no PIB russo,

        Desta forma, independentemente de todas as armações praticadas por EUA e seus poodles amestrados da UE a economia russa soube dar a resposta necessária e hoje já é reconhecido que a economia da Rússia esta estável com perspectiva de crescimento, enquanto os eurobambis estão pensando nos efeitos do Brexit em suas economias.

        Até mesmo a poderosa economia alemã esta em risco de ter de criar um programa para salvar seus bancos além de ter de suportar o ônus da saída da Grã Bretanha.

        Vamos aguardar os próximos capítulos.

      • Entendo, Raprosa.

        A minha crítica sobre a economia russa se limita ao momento atual. Não faço previsões negativas porque não a minha área de estudo e seria normal que a Rússia se recuperasse.

      • Sua grandeza intelectual me faz dar sinceras risadas. Vc lê jornal russo comendo MCJunior, muito bem, com menos peleguismo talvéz fosse mais respeitado.

      • E aí, DieGOGÓ, Cadê o seu amigo Vader?.. Saudades dele….o cara é ideologicamente tão fanático quanto vc, mas ele pelo menos utiliza argumentos mais inteligentes e não tão infantis quanto os seus…

      • À não, deagol professor (jd infancia) quantos nicks vc tem meu caro! Me diz o que os jornais russos estão publicando hoje grande intelectual pelego.

      • Por que você simplesmente não sustenta seus argumentos?

        Tem que se informar antes de postar essas coisas erradas.

      • Eu sou não intelectual.

        Só disse o óbvio, tem que procurar se informar antes de sair escrevendo para justamente evitar discussões inúteis.

        Depois são contrariados e levam a coisa para o lado pessoal.

        Gostam tanto da Rússia e não sabem nada sobre ela?
        É no mínimo estranho.

  2. Seria um sonho trabalhar numa empresa desse nível, conhecimento de décadas agregados em uma única empresa, creio que hoje, uma das três mais avançadas do mundo na produção destes sistemas.

  3. E lembrara que tem “spefXialistas” que afirma que a Russia tem pés de barros e que a sua tecnologia bélica está estacionada no século passado na década de 60

    • ue nao e a russia que fabricava tudo artesanalmente? e nao tinha e nao tem tecnologia nenhuma? caiu por terra mais uma bravata dos babas

Comentários não permitidos.