Defesa & Geopolítica

ADSUMUS: Fuzileiros Navais fazem treinamento no ES para integrar contingente no Haiti

Posted by

5abr2014---militares-durante-a-ocupacao-do-complexo-de-favelas-da-mare-no-rio-de-janeiro-rj-neste-sabado-5-a-area-onde-vivem-130-mil-pessoas-ja-estava-o

Cerca de 500 militares participam do treinamento, que tem como objetivo a preparação para a missão da Força de Paz da Organização das Nações Unidas

Até a próxima quinta-feira (5) acontece no Espírito Santo o exercício Adest Batalhão de Proteção I. Ou seja, um treinamento para cerca de 500 militares com o emprego de tropas e blindados na região de Marataízes, Itaoca e Itaipava.

O treinamento tem como objetivo a preparação final dos militares que irão compor o 24º Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH), nos procedimentos pertinentes a uma Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU).

“É uma missão extremamente complexa, estamos fora de casa e algumas intercorrências acontecem. Mas, estamos lá para participar e resolver os problemas do Haiti”, afirmou o Vice-Chefe de Operações Conjuntas (Choc), brigadeiro Carlos Augusto Amaral Oliveira, na semana de palestras com os militares.

O Adest Batalhão de Proteção I é realizado em duas fases, sendo a primeira sob a responsabilidade do Comando da Divisão Anfíbia (ComDivAnf), e a segunda a cargo do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE).

Nesta segunda fase, que ocorre no período de 3 a 5 de maio, serão realizadas simulações que visam tornar o exercício o mais próximo da realidade vivenciada atualmente no Haiti, ocasião onde os militares colocam em prática todos os ensinamentos adquiridos durante a primeira fase de preparação.

Fonte: Folha Vitoria 

Imagem meramente ilustrativa

shared on wplocker.com