Defesa & Geopolítica

“Águia Divina” China apresenta o maior VANT do mundo

Posted by

China's Divine Eagle Drone_1Dragão vermelho – Taiwan

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Imagens difundidas pela rede mundial apresentam ao mundo a mais nova criação da indústria de defesa chinesa, uma aeronave não tripulada denominada o SY-1 “Águia Divina”.

O desenvolvimento de tal programa já era de conhecimento de especialistas e de militares estrangeiros, porém, ainda não haviam evidências claras de que a China levaria a cabo o desenvolvimento e a introdução de tal modelo que até então não passava de um Concept Aircraft, ao que tudo indica a aeronave evoluiu para a fase de protótipo segundo afirma especialista militares Taiwaneses.

A aeronave apresentada possui um único motor cujo diâmetro de tubeira é de 1 metro e que se posiciona, aninhado entre os lemes. Especialistas Taiwaneses do setor militar supõe que tal engenho muito provavelmente seja uma versão de um motor militar  desprovido de afterburning e capacitado a produzir entre 3 a 5 toneladas de empuxo, o que por sua vez seria suficiente para impulsionar um UAV de 12-18 toneladas.

Apenas a título de comparação Em comparação, o maior UAV americano em serviço, o RQ-4 Global Hawk, emprega a  turbina F-137-RR-100 com 3,4 toneladas de empuxo.

A concepção artística apresentada na rede mundial de computadores apresenta o SY-1 como uma aeronave que possui trens de pouso de cinco rodas de moda a promover a melhor distribuição de sua massa. O layout de corpo duplo foi escolhido de forma a proporcionar a área de superfície para transportar grandes radares, enquanto minimiza o volume interno e a massa.

China's Divine Eagle DroneA calda da aeronave é composta por dois lemes traseiros e a aeronave possui aproximadamente 6 metros de altura e 15 metros de comprimento e uma envergadura de  35 a 45 metros.

As diferentes colorações de verde, cinza registradas nas imagens sugerem que o “protótipo” possui revestimentos de diferentes materiais como ligas de compósitos e alumínio para diferentes seções do UAV.

Por exemplo, a cúpula cinza deve conter uma antena parabólica para comunicações de longa distância, necessariamente é composta de material permeável às ondas electromagnéticas.

O cinza também pode ser encontrada à estibordo e bombordo da aeronave, o que levanta  suspeita de que nessas seções sejam instalados materiais permeáveis as ondas eletromagnéticas, o que indica as posições propensas ao abrigo de radares de abertura sintética ou de rastreio de  longo alcance.
Alguns especialistas afirmam que é provável inclusive que se tratem de sítios par a radares de detecção anti-furtivas. Indicam ainda que as suas antenas podem possuir até 10 metros de comprimento, o que sugere a transmissão de frequência mais baixa (L e S). Aeronaves Furtivas  conseguem fugir facilmente as emissões em maior frequência como a X. 

Tais características suscitam o emprego do UAV como uma aeronave não tripulada de alerta antecipado, capaz de rastrear e acompanhar inclusive aeronaves da chamada “quinta geração”.

Por sua vez, as carenagens em verde provavelmente abrangem as seções produzidas em materiais leves como o compósitos, enquanto os primer amarelos perto do motor sugerem se tratar de alguma liga de metal mais resistente, provavelmente para suportar o peso do motor.

Fonte: Asian Defence

 

 

shared on wplocker.com