Defesa & Geopolítica

Video: Buran – Energia. “O ápice do Programa Espacial Soviético”

Posted by

[embedplusvideo height=”517″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/1B0gyxs” standard=”http://www.youtube.com/v/jzlAUMKQm24?fs=1″ vars=”ytid=jzlAUMKQm24&width=650&height=517&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep8073″ /]

7 Comments

  1. Pingback: Video: Buran – Energia. “O ápice do Programa Espacial Soviético” | DFNS.net em Português

  2. _RR_ says:

    Legal o vídeo!

    Muita gente se esquece ou ignora que existiu um ônibus espacial russo. E ele, em muitos aspectos, era mais avançado que o similar americano.

    Dos parâmetros distintos, existem pelo menos três que me recordo:

    – possuía um sistema de voo inteiramente automático. De fato, seu único voo foi realizado sem tripulação.

    – tinha acentos ejetáveis para, salvo engano, quatro membros da tripulação.

    – diferente do Space Shuttle, ele ascendia unicamente pelo esforço do foguete ‘Energia’, que o levava como carga. Era uma medida russa permitir ao Buran ter mais espaço interno, conseguido graças a supressão dos motores ( presentes no modelo americano ).

    • Eduardo Ramos says:

      _RR_ , Com relação ao Buran a sua tecnologia continua atual ou como os Space Shuttle já ficou impraticável sua utilização, digo isso não por comparação más sim se poderia ser novamente investido nesse tipo de espaçonave pois, eu acho que em um delírio meu imaginei que se esta espaçonave estive atual, um Brasil do futuro preocupado em ser uma potência mundial e com lideres tipo um Juscelino, Getúlio Vargas etc, poderia comprar essa tecnologia e se firmar como uma Potência espacial ” nossa eu e meus delírios”.

      • _RR_ says:

        Eduardo,

        A tecnologia permanece atual. Onde ela configura como inviável é no campo econômico… Foguetes são mais baratos…

        Salvo melhor juízo, na esmagadora maioria dos casos, se um satélite for danificado, compensa mais construir um outro satélite e mandar pro espaço do que mandar um space shuttle consertar… E se for pra levar carga, foguetes também acabam compensando mais na maioria das vezes…

    • RatusNatus says:

      Lembro que o “ocidente” ficou extremamente surpreso com o voo sem tripulação.

      A respeito do seu último comentário, a vantagem, no caso, não era do Buran e sim do Energia. Um foguete destes os EUA nunca sequer sonharam em ter.
      Se tivessem, o seus tb iriam com motor desligado.

  3. ,..Até hj eu ñ entendi pq eles ñ usaram os seus Buran’s…Sds. 😉

    • RatusNatus says:

      Porque eles quebraram logo depois.
      Não apenas este mas todos os seus programas em desenvolvimento foram interrompidos.
      Todos, incluindo aeronaves, reatores e etc..

shared on wplocker.com