Defesa & Geopolítica

Desenho do novo destróier Russo é revelado.

Posted by

1634525_-_main

O centro de pesquisa de Krylov (KSRC) esta desenvolvendo atualmente uma nova classe de destróier para a Marinha Russa.  Segundo informações do grupo IHS Jane durante sua visita ao KSRC o novo projeto e conhecido como Project 23560E Shkval (Squall).  Segundo o vice-diretor do KSRC Valery Polyakov: “O projeto do destróier 23560E destina-se a escolta antiaérea de longa distancia incluindo a capacidade antimíssil e de ataque à superfície, sendo capaz de destruir alvos em terra e no mar possuindo capacidade de operações em qualquer parte do planeta” disse Polyakov.  Um modelo em escala será exibido pela primeira vez durante  International Maritime Defence Show  2015 que será realizada entre o dia 1 e 5 de Julho na cidade de São Petersburgo.

O projeto do novo navio prevê um deslocamento a plena carga entre 15.000 a 18.000 toneladas possuindo um comprimento de 200 m, uma boca de 23 m e um calado de 6,6 m. Sua velocidade máxima será de 30 nós (60 km/h) e sua velocidade de cruzeiro de 20 nós (40 km/h). Podendo operar no mar durante 90 dias. Sua tripulação será de cerca 250 a 300 militares.  Para a sua propulsão este previsto o uso de turbinas a gás (Embora a Rússia atualmente não possua fornecedor adequado para turbinas devido à crise com a Ucrânia). O mesmo será equipado com um sistema integrado tático de batalha (battle management system integrated with tactical and operational-tactical ACSs). A suíte de sensores do navio incluiu um radar semelhante ao sistema AEGIS, subsistema de guerra eletrônica, conjunto de comunicações, sistema de reconhecimento submarino.

Armamento compreende entre 60 a 70 mísseis (antinavio ou de cruzeiro), 128 mísseis superfície-ar (SAM) para defesa antiaérea e 16 a 24 mísseis antissubmarino. O navio também será  equipado com um  canhão naval de  130 mm. Seu elemento aéreo será composto por dois helicópteros. No entanto essas especificações podem ser alteradas de acordo com as necessidades dos clientes afirmou, Polyakov.

Fonte: IHS Jane Defence

shared on wplocker.com