Defesa & Geopolítica

Rússia e China farão exercícios navais no mar Mediterrâneo

Posted by

© AP Photo/ Xinhua, Wu Dengfeng, File

O porta-voz do Ministério de Defesa chinês, Geng Yansheng, afirmou à agência RIA Novosti que pela primeira vez Rússia e China farão exercícios navais conjuntos no mar Mediterrâneo. As manobras acontecerão em meados de maio.

“De acordo com os planos da Federação da Rússia e da República Popular da China, as marinhas dos dois países realizarão exercícios militares conjuntos batizados de Sea Cooperation-2015”, disse Yansheng. Ele destacou que o treinamento envolverá nove navios de cada lado.

“Os exercícios principalmente incluirão treinamentos militares e de escolta no mar, bem como os para garantir a segurança do transporte naval”, explicou o porta-voz.

O objetivo das manobras é aprofundar a cooperação bilateral e reforçar a capacidade de combate dos dois países, a fim de repelir ameaças à segurança marítima.

Neste contexto, Yansheng sublinhou que os exercícios não estão dirigidos contra outros países e não estão relacionados com a situação na região.

Fonte: Sputnik News Brasil

 

9 Comments

  1. ,..no mare nostrum…demonstração de poder puro…saí da frente… 😉

  2. A Máquina Troll says:

    olha como eles são inimigos/desunidos senhores…. hihihihi……. 😉

  3. JOJO says:

    Grecia falida, sem muita alternative perante o ultimato do Banco Central da Uniao Europeia e FMI, vai ceder a russos e chineses a troco de rublos e yuan portos e terrenos para construcoes de bases navais e aereas sino-russa em sem territorio, no flanco Sul da OTAN. Cruz credo, Valei-me meu Padin Cicero.

    • JOJO says:

      …construcoes de bases navais e aereas sino-russas em seu territorio”

  4. A Máquina Troll says:

    Na linguagem internacional manobras militares é uma demonstração…. uma mensagem….No caso vemos os Chineses reafirmando seu apoio aos seus países aliados….não tenham duvidas, de que se um desses países for ameaçado ou atacado ele não estará sozinho….acredito que só a Rússia e a China são suficientes para mandar para o espaço 1/3 deste planeta… 😉

    • Deagol says:

      “””não tenham duvidas, de que se um desses países for ameaçado ou atacado ele não estará sozinho…”””

      Não tenham dúvidas?
      Não viaja máquina, não existe garantia nenhuma de China vai entrar em guerra para salvar a Rússia.

      Até porque a commodities russas podem ser substituídas, mas o dinheiro do ocidente não tem substituto.

    • _RR_ says:

      Máquina,

      É bem verdade que esses mesmos exercícios são uma “variação mais forte” do soft power; uma forma de demonstrar preparo e pronto emprego a potenciais adversários. Mas tudo isso ainda está longe de querer dizer que os participantes irão apoiar-se mutuamente em caso de guerra… Ora pois… Os chineses mesmos participaram da RIMPAC no ano passado… E isso significa que eles vão apoiar os EUA em alguma coisa…?

      Para os chineses, esse exercício será tão e somente um recado de que eles podem atuar em qualquer parte do mundo, e só… Evidente que eles tem algum interesse no Mediterrâneo, mas sua área de preocupação maior é o Pacífico… No mais, o Deagol já resumiu tudo…

  5. Julio Brasileiro says:

    Recado claro. A OTAN fez o mundo acreditar que todos os oceanos são seus para suas manobras, pois agora começaram as demonstrações de que todos podem brincar o mesmo jogo. E estão certos.

shared on wplocker.com