Defesa & Geopolítica

Michael Graydon, ex-comandante sênior da RAF afirma “Rússia nos esmagaria se houvesse um confronto real”.

Posted by

Typhoon launches operationally for the first time Tradução e Resenha: E.M.Pinto

Sir-Michael-GraydonSir. Michael Graydon, ex-comandante sênior da Força Aérea Real do Reino Unido  a RAF, não escondeu a sua profunda preocupação com a possibilidade de uma guerra aberta contra a Rússia.

De acordo com o ex-comandante, caso de fato viesse a ocorrer um confronto armado o Reino Unido não suportaria “manter uma guerra aberta contra a Rússia” , foi o que afirmou o Ex- Oficial Britânico ao ‘Daily Mail’ .

Graydon disse que o alto comando britânico foi levado a reduzir significativamente o orçamento redução de custos, desde 2010 e que isto tem afetado drasticamente a Força Aérea. Especificamente, o número de unidades e força combativa para meros 7 esquadrões o que contrasta com os 26 nos tempos da Guerra Fria. “Nós temos a metade das chances de antes”, disse ele.

“A Rússia nos esmagaria na hipótese de um eventual confronto”

Segundo ele a aviação Russa vai voar nessas regiões para testar as nossas defesas aéreas e, provavelmente, estão conscientes de que não somos tão poderosos como costumávamos ser.

“Eles fazem isso num momento em que a defesa do Ocidente como um todo, anda combalida”, lembrou.

o evento

Da mesma forma o capitão Andrew Lambert,  observou que seu país “não poderia revidar” a um possível ataque russo. “Se Putin quiser  atacar, não vai enviar um par de bombardeiros, mas sim muitos e ele vai conseguir oprimir as nossas defesas, por isso, eu não poderia lidar com isso”, disse ele.

Chefes militares disseram que o Reino Unido “não poderiam se defender de um eventual ataque” se a Rússia atacar, “porque nossas defesas teriam sido dizimadas”.

Estas declarações contrastam com declarações do primeiro-ministro David Cameron, que depois de  interceptar dois bombardeiros russos  da península de Cornish  afirmou: “Eu acho que esse episódio mostra-nos que nós, reagimos rápido, lançando aviões, pilotos e sistemas para proteger o Reino Unido “.

A filmagem de TV Zvedza, que é de propriedade do Ministério da Defesa russo, mostra jatos armados da RAF e da Otan voando em formação cerrada com as aeronaves Russas e fornece uma visão clara dos motores turboélice do bombardeiro. Um RAF Typhoon voa tão perto que o piloto pode ser visto claramente através do vidro cockpit.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/1DJp9TL” standard=”http://www.youtube.com/v/TnZMy1WWjZs?fs=1″ vars=”ytid=TnZMy1WWjZs&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep7768″ /]

O Ministério da Defesa russo descreveu o voo quinta-feira como” patrulhas aéreas comuns “ .

Fonte: Mail Online

shared on wplocker.com