Defesa & Geopolítica

China pode ter acesso a tecnologia de Mísseis ar-ar e radares franceses

Posted by

MICA-Missile

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

De acordo com o semanário de Defesa  Jane’s da Grã-Bretanha, a  China pode obter através do Paquistão a tecnologia francesa dos mísseis ar-ar MICA assim como do radar RC-400, produtos os quais sofrem restrições de exportação pela União Européia. Essa tecnologia pode constituir uma ameaça para os caças Mirage 2000-5 que Taiwan adquiriu da França recentemente.

O Paquistão selecionou ambos os sistemas  para equipar os seus novos caças JF-17. Como o JF-17 é desenvolvido em conjunto pelo Paquistão e China, a china terá acesso à informações críticas dos códigos fontes dos radares, perfis de lançamentos e até mesmo contra medidas dos sistemas de armas.

Segundo o artigo, o MICA é classificado como “tão bom” quanto as mais novas versões do norte americano AMRAAM. É bem conhecido por sua precisão e controlabilidade. A China pode obter sua tecnologia através de engenharia reversa de um míssil MICA fornecido pelo Paquistão.

Ao desenvolver o seu caça J-10, a China explorou as referências tecnologias dos caças Norte americanos F-16  estudados dos modelos fornecidos pelos Estados Unidos ao Paquistão.

RC 400Para evitar que a China venha obter tecnologias de armas francesas com abordagem semelhante, os EUA vão se opor fortemente as vendas francesas de armas para o Paquistão. Pela mesma razão, a Índia, um grande comprador de armas francesas, também manifestará seu desgrado, especialmente agora que com o programa MMRCA, a Índia pretende adquirir cerca de 126 caças Dassault Rafale e posteriormente produzir localmente outros cerca de 80 a 100 caças do modelo.

Para evitar tais oposições,  o porta-voz da MBDA negou o que fora dito pela Associated Press sobre sua competição com outros modelos de mísseis. O Ministério da Defesa francês, no entanto, informou à Associated Press, que não há razões para que a França não venha a cooperar com o Paquistão e que ele não tinha confirmado a existência de tais transações.

Fonte: Qianzhan

shared on wplocker.com