Defesa & Geopolítica

Passou desapercebido: Alemanha dá sinal verde ao desenvolvimento do carro de combate de nova Geração

Posted by
Imagem meramente ilustraiva.

Imagem meramente ilustraiva.

E.M.Pinto

A notícia postada no Defence Blog  de Dezembro de 2014 porém passou desapercebida pelos meios de comunicação especializados. especialmente por dois itens de seu conteúdo. 

Porque um novo MBT?

O Parlamento alemão aprovou uma proposta para desenvolver uma nova geração de carros de combate e programa será incluído no planejamento de médio prazo do Ministério da Defesa alemão.

A decisão ocorre em meio a tensa situação da “crise ucraniana”, onde o número de MBT Leopard 2A6 /7  disponíveis ao  Bundeswehr é de apenas 225, o que em vista de uma capacidade operacional se tornaria  inadequado.
A exposição de motivos do documento fala da grande importância que as unidades blindadas exercem no exército alemão atualmente e ressalta aquelas que devem ser suportadas no futuro. enfatiza a necessidade de uma nova geração de MBT e especialmente do papel que a indústria militar alemã teria neste processo, pois segundo o documento ela seria capaz de entregar tal produto.

Parceiros?

O desenvolvimento do novo MBT no entanto não seria um projeto alemão puro sangue, mas  poderia ser objeto de uma cooperação entre a França e a Alemanha, seu planejamento visa a sua introdução por volta de março 2030.

A notícia em si é bastante interessante uma vez que o exército alemão acaba de receber seu primeiro veículo Leopard 2A7, além disso o Fabricante dos veículos acaba de apresentar um programa de revitalização extensível aos modelos mais antigos MBT Revolution.
Porém a parceria com a França ainda não é de todo certa, recentemente, vários artigos em sites e revistas especializadas afirmam que os franceses estão à beira de dar o sinal verde para uma MBT LeClerc  atualizado eque as parcerias entre os conglomerados alemães  e franceses nesse tipo de veículos seria difícil especialmente devido a natureza de operações de ambos os exércitos que são muito distintas.

Os franceses enfatizam as forças expedicionárias já o Bundeswehr, foca-se na defesa territorial. Entretanto, não deixam de ser duas novidades interessantes, a primeira, o desenvolvimento de uma nova família de MBT por parte da Alemanha a segunda, a possibilidade de que este desenvolvimento não seja isolado, mas pelo contrário, aberto a parceiro estrangeiros.

shared on wplocker.com