Defesa & Geopolítica

30 pilotos afegãos serão treinados por instrutores norte-americanos em missões no A-29 Super Tucano

Posted by

Das duas pistas pavimentadas da Base Aérea de Moody da United States Air Force (Usaf, Força Aérea dos EUA), localizada no estado da Geórgia, instrutores norte-americanos do 81st Fighter Squadron decolam tripulando os aviões de ataque leve e treinamento avançado Embraer A-29 Super Tucano.

Os voos de instrução, realizados em ritmo acelerado, visa preparar os militares norte-americanos para treinarem, a partir de fevereiro, 30 pilotos afegãos em missões de patrulha, vigilância, reconhecimento armado, escolta e apoio aéreo aproximado no seu país.

Além destes, 90 mecânicos receberão instrução para realizarem as manutenções e reparos necessários na frota total de 20 Super Tucano adquiridos da Embraer pelos EUA e que serão entregues ao Afeganistão ao término do treinamento.

O Super Tucano, de fato, é a plataforma ideal para operação num cenário e ambiente como o do Afeganistão. Sua operação é simplificada, é robusto, pode operar de qualquer pista não-pavimentada e com pouquíssima infraestrutura de apoio em solo. Ao mesmo tempo, emprega armamentos de precisão com sensores avançados e aviônicos de última geração que normalmente estão presentes quase que exclusivamente em jatos de combate.

O Super Tucano também possui custo operacional muito mais baixo se comparado aos modelos a jato, sendo ágil e com velocidade mais compatível numa missão de apoio às forças de superfície.

Parte dos 120 militares afegãos serão formados como instrutores, dando autonomia para o país treinar as suas próximas turmas de pilotos de combate e mecânicos do A-29, sem a necessidade de se deslocarem para os EUA.

Fonte: C&R

 

shared on wplocker.com