Defesa & Geopolítica

Indianos podem declinar do Rafale em função dos SU 30 MKI

Posted by

RAfale IndiaTradução e adaptação: E.M.Pinto

“O Negócio não traz qualquer benefício real ou adição de valor sobre o Su-30MKIs já existentes, além de ser o dobro do preço.” Aquisição de mais  Su-30 MKI, em vez dos Rafales mais caros resultará em economias adicionais em custos de treinamento e compras de simulador.


O ministro da Defesa indiano disse nessa terça-feira que a Dassault Aviation estava relutante em cumprir os compromissos que tinha IAF, os quais foram especificados nos entendimentos do programa MMRCA. A Dassault Aviation manifestou a sua falta de vontade de transferir a responsabilidade pela produção dos Caças Rafale para a Hindustan Aeronautics Ltd, tal como fora acordado na proposta do MMRCA.

Sob os termos do contrato, a Hindustan Aeronautics Ltd deveria construir cerca de 108 Rafales na Índia, com transferência de tecnologia da Dassault e seus sub-fornecedores.Rafale vs Su30 MKI 1

Segundo as alegações do Ministro a aquisição de mais caças SU 30 MKI seriam mais  indicadas pois o caças russo em nada deixa a desejar ao Rafale e aos demais concorrentes de sua geração como o Eurofighter Typhoon, além disso o Su30 MKI custa cerca de Rs 358 crores (USD 56 milhões dólares), que é menos de metade do preço de um Rafale.

Uma comparação de vários parâmetros é dado na tabela abaixo, que mostra o Su30 MKI correspondendo em alguns itens e até mesmo superando o Rafale em muitos aspectos. Numa altura em que a China tem um protótipo dois caças de 1uinta geração, a escolha pelo Rafale fica dificilmente explicada. Os russos já perceberam isso e já começaram a campanha pelo SU 30MKI.

Fonte: Asian Defence News

shared on wplocker.com