Defesa & Geopolítica

Força Aérea Russa espera poder operar o novo bombardeiro PAK-DA já em 2023

Posted by

pak da

E.M. Pinto

Leia Também:

PAK DA planejado para entrar em serviço já em 2025

PAK DA o novo bombardeiro estratégico Russo

PAK DA deverá ter motor baseado no núcleo dos propulsores Kuznetsov NK-32 que equipam os bombardeiros TU-160 Black Jack

Novo bombardeiro PAK-DA entrará em serviço em 2025

PAK DA o novo bombardeiro estratégico Russo

KH 101 o míssil de cruzeiro furtivo russo pode entrar no serviço operacional ainda em 2013

Rússia projeta novo bombardeiro estratégico

Após declarar o sucesso nos testes dos novos motores que presumivelmente vão equipar a futura aeronave bombardeira estratégica da Força Aérea Russa que por hora atende pelo código PAK-DA, a Kuznetsov Design Bureau anunciou a finalização dos testes de bancada de um novo sistema de propulsão que está sendo desenvolvido para o bombardeiro da Força Aérea Russa da próxima geração.

Os testes foram realizados em um local não revelado e por hora atestam a possibilidade da aeronave realizar o seu primeiro voo  em 2019, conforme relatou a Flightglobal.

Segundo uma fonte de um oficial russo o tenente-general Anatoly Zhiharev, a Kuznetsov foi selecionada pelo Ministério da Defesa russo, para a fabricação de motores para o bombardeiro PAK DA. O diretor-executivo da empresa Nicholas Jakushin disse que os testes de bancada validaram os investimentos de pesquisa e desenvolvimento de um novo modelo de motor que  agora passa para a fase de produção.

Segundo informações veiculadas por sites e fóruns russos, a arquitetura e o desempenho do novo motor continuam classificados, porém imagens divulgadas pela empresa revelam que as proporções dos  motores não são diferentes da escala da Pratt & Whitney F135 motor que o poder F-35 caça de 5ª geração.

Segundo informações, a aeronave será produzida nas instalações da UAC Kazan e que esta será equipada com 4 motores derivados do modelo NK-32.

A novidade no entanto vem com a antecipação da entrada em serviço do bombardeiro, anteriormente planejada para 2025 que agora abrevia dois anos, podendo ser incorporada já em 2023 conforme afirmou Zhiharev.

É claro que ao longo do ciclo de incorporação novas armas e sistemas serão integrado, atualizando as primeiras versões da aeronave. No futuro, teremos uma aeronave promissora o PAK DA. Os primeiros voos de teste começarão nos anos 2019-2020, ele entrará em serviço em 2023, a primeira unidade completa deverá estar pronta e operacional em 2025 “.

 “A aeronave está prevista para ser armada com sistemas de guerra eletrônica avançados e novos mísseis de cruzeiro de longo alcance com capacidade nuclear.”

A suite eletrônica do bombardeiro será inteiramente nova composta por dispositivos eletrônicos capazes de ocultar a aeronave em modo ativo, interferir e jammear os sinais dos adversários, para tal, a empresa Concern Radio- Electronic Technology ( Kret ) foi selecionada e já está desenvolvendo aviônicos para o futuro bombardeiro. Além disso, novas armas e mísseis táticos estão sendo desenvolvidos e entrarão no serviço a medida que forem sendo  homologados, assim como os sistemas optoeletrônicos que serão introduzidos na aeronave.

Espera-se que o novo bombardeiro possua um elevado poder de combate, baixa visibilidade e que seja capaz de superar os sistemas de defesas modernos incluindo as aeronaves furtivas de quinta geração.

Segundo informações da Ria NOVOSTI, a Força Aérea Russa opera atualmente um total de 32 Tu-95MC6, 31 Tu- 95 MC16 e 13 bombardeiros Tu- 160, cuja capacidade de lançamento de mísseis chega a perto de 850 mísseis de cruzeiro de longo alcance. Estima-se que a Força Aérea deva introduzir cerca de 80 a 100 bombardeiros estratégicos até 2035 elevando esta capacidade entre 900 e 1000 mísseis.

Nos setores da defesa e no parlamento russo, já são discutidas as possibilidades desta aeronave vir a ser incorporada pela aviação naval em substituição aos bombardeiros atuais em operação.

19 Comments

  1. Pingback: Força Aérea Russa espera poder operar o novo bombardeiro PAK-DA já em 2023 | DFNS.net em Português

  2. KLM says:

    Interesante como o desenho revolucionario

    Horten Brothers

    vive ate hoje

    Boa aparte desse conhecimento fico engavetado no decorre dos Anos 90

    com atualizacao do momento will catch up fazendo uma um grande

    wing Bomber

  3. Administrador says:

    Ótima matéria!

  4. tassios says:

    Vão conseguir fazer isso tudo, se a Russia n for para o buraco. Fosse eu Putin… parava todo esse cronograma militar e cuidava de sair das commodites, diversificando a economia.

    dava por perdida a ida na ucrania, ou invadia logo de vez… enfim, diversificar a economia russa é o unico caminho para o urso n perder as gordurinhas que acumulou no inverno.

    • Esses analfabetos são o resultado de um país que nunca investiu em educação e cultura…o Ocidente TENTA mandar na Rússsia há mais de mil anos rapaz…e pelo visto ao longo da história os russos cansaram de ouvir imbecis falando isso pra eles.

      • HMS_TIRELESS says:

        Em um programa de televisão, no meio de muitas bravatas, Putin reconheceu a necessidade de a economia russa buscar a diversificação em virtude dos danos causados pelos baixos preços do petróleo. Deve-se reconhecer aqui que Putin foi bastante honesto, e a presente declaração certamente pode ser entendida como um apelo à lendária resiliência do povo russo.

        Ainda assim, ainda há quem venha aqui acusar quem afirma algo reconhecido pelo próprio chefe de estado russo de ser vítima do sistema educacional brasileiro. De fato, o nosso sistema educacional é falho, mas estamos vendo falhas maiores ainda desde o ciclo politico inaugurado em 2003. Primeiro veio um e acusa o Reino Unido de ser o agressor na questão das Falklands. Agora vem outro e tenta negar o óbvio ululante sobre a Rússia, algo reconhecido inclusivamente pelo próprio Putin.

        Diante de um sistema educaional cada vez mais cínico,hipócrita,patrulheiro e ideologicamente viciado, é cada vez maior o número de jovens que se insurgem contra o mesmo e buscam outras fontes de informação. Em uma recente entrevista o jornalista Reinaldo Azevedo asseverou que no lançamento do seu mais recente livro 30% do público é formado por secundarista, que se queixam da cantilena esquerdista expelida pelos professores.

      • Bravatas…como a retomada da Criméia…cegos e analfabetos…e Brasil,,,quando isso vai mudar?

  5. HMS_TIRELESS says:

    Com 20 anos de atraso os russos lançam um projeto semelhante ao B-2

    • teropode says:

      Pois eh , deve ser horrivel esperar por estes caras,kkkkkkk !

      • Warpath says:

        Horrível é ver a frota da OTAN voltar pra caminha diante dos navios Russos na Síria!

      • HMS_TIRELESS says:

        Aquela meia dúzia de navios velhos metendo medo na OTAN? Só mesmo nos sonhos de uma noite de verão de um vira-lata latrinoamericano esquerdista como você minha cara Groupie! Agora volte para os seus canhões fixos porque são fixados…rs!

    • Warpath says:

      Não tem problema, os Tu-160 dão muito bem conta do recado! Pra que pressa!

  6. teropode says:

    kkkkkk,eu tambem isperu acertar a mega sena esti ano !

  7. kleslei says:

    E UMA ARMA IMPORTANTE PROS RUSSOS JA QUE ELES NAO TEM PORTAAVIOES PARA PROJETA PODER PRECISAM DE AVIOES DE LONGO ALCANCE PARA LEVAR AS ARMAS ATE SEUS ALVOS!!

    • Deagol says:

      Caro Kleslei.

      Fugindo um pouco do que você comentou.

      Certamente os russos possuem capacidade para construir um bombardeio stealth. A questão é se estão realmente dispostos ou possuem recursos financeiros suficientes para construir uma aeronave tão complexa como o B-2. Sem minimizar a capacidade deles, talvez eles prefiram construir uma aeronave furtiva transportadora de mísseis de cruzeiro e não um penetrador. Até porque a a eficiência em penetrar defesas anti-aéreas modernas de aeronaves como o b-2 é questionável.
      Tanto que o B-2 era inicialmente uma aeronave furtiva de para grandes altitudes mas depois foi adaptado para voos baixos se escondendo dos radares, como segundo recurso, justamente por não haver certeza de que sobreviveria aos mais modernos Radares e SAMs russos

      Olhando o exemplo do PAK-FA os russos afirmaram que não investiriam em um caça tão furtivo como o F-22 e o F35, primeiro porque algumas características stealth prejudicam a performance ( o que é evidente no caso f-35), em segundo lugar isso aumenta muito os custos de produção, manutenção e diminui bastante a disponibilidade. Se observarmos bem veremos que o t-50 é mais ou menos o que os russos afirmavam que seria, uma avião com performance superior e algumas vantagens em eletrônica (como radares de banda L) mas é relativamente econômico em furtividade. Não estou dizendo que a furtividade do PaK é ruim visto de frente.

      Não existe a obrigação por parte da Rússia de seguir a mesma doutrina americana, podem sim fazer uma aeronave diferente que de outra maneira seja tão eficiente, ou até superior, quanto o Bombardeiro americano. Até por ser 30 anos mais novo provavelmente possuirá suas próprias vantagens como maior alcance, por exemplo.

      Quanto a possibilidade de ocultar a aeronave por métodos ativos, como mencionado no texto, ainda não sabemos a que isso se refere, pode ser uma nova geração de ECMs ou o suposto cancelamento ativo, porém este último já foi tentado por americanos e franceses sem sucesso.

      O que sabemos é que os russos constroem ótimas plataformas aéreas, muitas vezes superiores às americanas, mas não existe obrigatoriamente a necessidade de se construir um B-2ski.

      Acho que o modelo russo terá mais alcance e contará com uma nova geração de mísseis de cruzeiro além de algumas surpresas, mas sobre a furtividade ainda possuo algumas dúvidas. E é claro que isso é suposição minha, apoiada pela a opinião de alguns especialistas, e de maneira nenhuma é uma previsão sobre o futuro.

      Os russos possuem um certo conhecimento sobre o B-2, assim como os americanos possuem conhecimento sobre bombardeiro russos, pois o tratado Start II obriga que americanos e russos permitam a inspeção de suas aeronaves estratégicas para cada lado saber de suas capacidade em transportar armas nucleares.

      • Julio Brasileiro says:

        Parabens, meu caro, Deagol, pela analise refinada e equilibrada. Sds.

  8. kleslei says:

    obrigado Deagol pela esplicaçao!!! valeu

shared on wplocker.com