Defesa & Geopolítica

Em três meses, exército sírio elimina cerca de cinco mil militantes do EI

Posted by
Siria, exercito, estado islamico, confrontos, terrorismo

Foto de arquivo. Soldados sírios

 

Sugestão: Ilya Erinburg

Durante os últimos três meses, as tropas do governo sírio eliminaram uns 4.800 militantes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), disse à agência Sputnik uma fonte do exército sírio.

“Todos os dias contabilizamos o número aproximado de terroristas mortos nos combates em terra. Quanto ao EI em particular, eliminamos (desde finais de setembro) 4.800 combatentes só deste grupo”, afirmou o interlocutor da agência.

Esta terça-feira, a mídia relatou de mais de um milhar de islamistas das facções Jabhat al-Nusra e EI mortos em ataques aéreos da coalizão internacional liderada pelos EUA durante os últimos três meses. A coalizão começou a operação militar contra o EI em 23 de setembro, sem o consentimento do governo sírio.

No início de dezembro, o ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, declarou que durante dois dias de combates para defender o aeródromo militar na província de Deir ez-Zor o exército sírio havia eliminado mais militantes islamitas do que os aviões da coalizão desde o início de ataques aéreos no território sírio.

O grupo terrorista Estado Islâmico, anteriormente designado por Estado Islâmico do Iraque e do Levante, foi criado e, inicialmente, operava principalmente na Síria, onde seus militantes lutaram contra as forças do governo. Há alguns meses, aproveitando o descontentamento dos sunitas iraquianos com as políticas de Bagdá, o Estado Islâmico lançou um ataque maciço em províncias do norte e noroeste do Iraque e ocupou um vasto território. No final de junho, o grupo anunciou a criação de um “califado islâmico” nos territórios sob seu controle no Iraque e na Síria.


Fonte: Voz da Rússia

shared on wplocker.com