Defesa & Geopolítica

China adquire submarinos Armur 1650

Posted by

Amur_1650
Sugestão: Dragão Vermelho (Taiwan)

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Vladimir Putin espera que a recessão econômica da Rússia possa ser evitada em parte com vultosos negócios com os chineses. Um novo projeto de submarino russo chamado de Amur 1650 pode vir a  figurar-se em uma venda ao governo Chinês.

Vladimir Putin declarou publicamente que as armas nucleares da Rússia e da frota de submarinos russa sofrerão uma extensa revisão  nos próximos cinco a 10 anos. O mandatário Russo refere-se ao sucesso alcançado pelo segundo navio da classe Borey que enfim obteve êxitos nos lançamentos dos mísseis ICBM Bulava, que apresentavam inúmeras falhas atrasando o projeto de revitalização da força de submarinos dissuasores Russos.

A crise Ucrânia impactou diretamente na economia russa com previsões de baixo crescimento para os próximos anos, indicando assim uma possibilidade de  recessão. A economia russa cresceu apenas 1,3 % neste ano, contrariando a expectativa de 39% projetada anteriormente. Além dos preços mais baixos do petróleo, os economistas acreditam que as sanções por parte da União Europeia e os Estados Unidos podem custar à Rússia cerca de US$ 100 a US $ 200 bilhões por ano. Se as tensões continuarem a aumentar, os danos colaterais à econômica só podem piorar, razão pela qual, Vladimir Putin está a conceder á China, o acesso limitado a matérias-primas e armas avançadas, como seu projeto submarino russo.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/1zj2hua” standard=”http://www.youtube.com/v/Y7IF4-D4MhQ?fs=1″ vars=”ytid=Y7IF4-D4MhQ&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep5733″ /]

O submarino russo Amur 1650 é uma versão moderna dos navios da classe Kilo submarino russo com discrição acústica e eletromagnética melhorada, novos sistemas de combate e de propulsão independente do ar (AIP). O novo submarino russo teria uma vida de cerca de 50 anos de serviço e integra armas táticas de longo alcance, além de armas anti-navio e anti-submarino.

O negócio “da China” e da Rússia foi assinado em 13 de outubro e envolve a  aquisição dos modernos submarinos dos quais especula-se  a aquisição de pelo menos 15 navios do tipo por Pequin. Também Acredita-se que Rússia vai assinar contratos para entregar aso chineses os modernos sistemas de defesa aérea S-400 além dos caças  Su-35 que segundo informações estariam sendo entregues já no primeiro trimestre de  2015.

Além dos submarinos ambos os governos selaram acordos e criaram tratados econômicos para beneficiar ambos os países. Há também conversas sobre a criação de um projeto de US $ 250 bilhões para a criação de uma malha ferroviária para trens de altíssima velocidade que ligaria Moscou a Pequim, o que permitiria China reduzir significativamente o custo do comércio com a Europa.

5 Comments

shared on wplocker.com