Marinha do Brasil (MB) pode comprar mais três MH-16 Seahawk

MH16_ANMBPor Guilherme Wiltgen O Departamento de Estado norte-americano aprovou uma possível venda via FMS (Foreign Military Sale) de um lote adicional de três Helicópteros Multi-Emprego (HME) MH-16 Seahawk (Sikorsky S-70B) para a Marinha do Brasil.

O Governo brasileiro solicitou a possível venda que inclui, além das três aeronaves, um Treinador Tático Operacional de Voo, 5 óculos de visão noturna AN/AVS-9, peças de reposição, equipamentos de apoio, ferramentas e equipamentos de teste, treinamento de pessoal e equipamento de treinamento, publicações e documentação técnica.

MH 16

O contrato tem um custo estimado em US$ 150 milhões e foi anunciado pela a DSCA (Defense Security Cooperation Agency) em 07.10.14. O MH-16 Seahawk, designação dada ao HME na Marinha do Brasil, já é operado pelo 1° Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarino (HS-1), que possui quatro aeronaves em seu acervo e mais duas em fase final de construção nos Estados Unidos. Com a concretização desta aquisição, a Marinha do Brasil passará a contar com nove aeronaves deste modelo, utilizadas para missões ASW e ASuW.

Fonte: Defesa Aérea & Naval (DAN) 

7 Comentários

  1. por LUCENA
    .
    .
    Depois criticam o Brasil em não querer ajudar os USA a sair do atoleiro onde se encontra …Rsrsrsr … O Brasil contribuindo com o social no cenário global… 😀

  2. Curioso notar que a configuração adotada pela MB é praticamente lisa. Com o mínimo de sensores possíveis. Um bicho parece mais um utilitário que um ASW ou ASuW.
    Novamente, lamentável. E gastando orçamento com A-12 e seus mosquitos.
    Não seria mais inteligente investir para que esses elicópteros fossem completamente capazes?

    • Melkor,

      Os SeaHawk da MB estão em uma configuração muito similar a versão SH-60F dos americanos.

      Salvo engano, a única diferença maior é o radar, que é o modelo da Telephonics, APS-143, e cuja maior razão da escolha seria a adoção do mesmo nos UH-15A.

      • RR, eu tive com um desses SeaHawks da US Navy e o bicho era cheio de ‘hematomas’ caroços na fuselagem para todo lado (sensores ativos e passivos), o nosso parece liso.
        Aliás, não só os SeaHawks, é incrível a quantidade de sensores nos Hércules também.

Comentários não permitidos.