Defesa & Geopolítica

Marinha do Brasil apresenta seus Projetos Estratégicos

Posted by

Destaque Sistemas MR (1)

Assessoria de Comunicação Ministério da Defesa (MD), 08/10/2014

Os principais projetos que estão sendo desenvolvidos pela Marinha do Brasil foram detalhados nesta quarta-feira (08/10/2014) para o ministro da Defesa, Celso Amorim. Entre os temas apresentados durante palestra, o destaque ficou por conta da construção do Núcleo do Poder Naval, composto por programas de modernização como o de desenvolvimento de submarinos convencionais e de propulsão nuclear. Esse projeto tem como objetivo fortalecer a indústria de defesa e aumentar a capacidade da Força Naval na proteção e preservação da chamada “Amazônia Azul”, área oceânica de 4,5 milhões de km² que concentra riquezas naturais importantes, como o petróleo da camada do pré-sal.

Para o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) do Ministério da Defesa, General José Carlos De Nardi, os investimentos na indústria naval estão prontos para serem executados e irão favorecer o crescimento do país. “O mais importante é termos o projeto para, à medida que o governo acionar o sinal verde, se possa evoluir para a construção”.

Na linha de fortalecimento do Poder Naval, alguns projetos tiveram destaques na reunião ministrada pelo diretor de Gestão de Programas Estratégicos da Marinha, Almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha (foto), como: os Programas de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB) e de Construção de Corvetas Classe “Barroso”. Além dos Programas de Obtenções de Navios-Patrulha de 500 toneladas, de Meios de Superfície (PROSUPER), de Navios-Aeródromos (PRONAe) e de Navios-Anfíbios (PRONAnf).

Na ocasião, o General De Nardi destacou ainda que esses projetos irão movimentar a economia nacional e expandir o poder de dissuasão da Defesa brasileira. “O aumento do número de empregos é um ponto relevante, e o mais importante é o poder de dissuasão desse grande país chamado Brasil, já que só cinco países no mundo detêm a capacidade de ter um submarino nuclear. Nós seremos o sexto”, acrescentou o general.

Como parte de um ciclo de palestras, que teve início em setembro com a apresentação do Exército, para o Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), a Marinha foi a segunda Força a expor seus programas. A próxima será a Força Aérea Brasileira.

Além de Amorim e De Nardi, participaram da apresentação o Comandante da Marinha, Almirante Julio Soares de Moura Neto; o Almirante Ademir Sobrinho, chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa; o General Menandro Garcia, chefe de Assuntos Estratégicos do Ministério da Defesa; o Brigadeiro Gérson Machado, chefe de Logística do Ministério da Defesa; o General Joaquim Silva e Luna, chefe da Secretaria de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa; Murilo Marques Barboza, secretário de Produtos de Defesa; e o Almirante Luiz Guilherme Sá de Gusmão, Diretor Geral do Material da Marinha.

Fonte: Ministério da Defesa (MD)   

One Comment

shared on wplocker.com